Please use this identifier to cite or link to this item: http://repositorio.unicamp.br/jspui/handle/REPOSIP/285787
Type: TESE
Title: Conflitos do capital : Light versus CBEE na formação do capitalismo brasileiro (1898-1927)
Title Alternative: Capital conflicts : Light versus CBEE in the Brazilian capitalism formation (1898-1927)
Author: Saes, Alexandre Macchione
Abstract: Resumo: A presente tese discute o processo de introdução da energia elétrica nas cidades de São Paulo, Rio de Janeiro e Salvador no início do século XX. A Proclamação da República marcou a fase inicial de modernização das empresas de serviços urbanos, em que a fusão de companhias e a incorporação de capitais estrangeiros possibilitaram a introdução dos serviços elétricos nas principais cidades brasileiras. Foi neste contexto que dois grupos rivais iniciaram uma intensa batalha no Brasil, partindo do Distrito Federal para os outros dois importantes centros econômicos de São Paulo e Salvador. Assim, de um lado do conflito estava o grupo nacional da Companhia Brasileira de Energia Elétrica (CBEE) e, de outro lado, o grupo canadense Light. Por meio da análise dos conflitos entre a Light e a CBEE procura-se compreender a dinâmica da incorporação de um dos principais frutos da Segunda Revolução Industrial numa economia periférica e em transição para o capitalismo. A falta de uma legislação federal para o setor de energia elétrica legou às Câmaras Municipais o poder concedente para os serviços de eletricidade, garantindo que as relações políticas entre vereadores e empresários tivessem decisivo papel nos pleitos para a instalação de tais serviços. Finalmente, o grande fluxo de capital estrangeiro para o país e a falta de uma regulamentação objetiva sobre os serviços possibilitou o desenvolvimento do setor e a adoção dos padrões de consumo dos países centrais, por meio dos preceitos da modernização, isso é, por uma rápida incorporação dos estilos de vida superiores, mas com a tendência a ampliação da desigualdade social

Abstract: This thesis discusses the introduction of electric power in the cities of São Paulo, Rio de Janeiro and Salvador. The Brazilian Republic Proclamation (1889) established the beginning of the public services companies¿ modernization, which through the enterprises fusion and the arrival of foreign capital allowed the electric power introduction in the main cities of Brazil. Two rival groups, in this context, started an intense competition in the Brazilian market, from the Federal capital to the two important economic cities of São Paulo and Salvador. Thus, on the one hand of the conflict was the national enterprise Companhia Brasileira de Energia Elétrica (CBEE) and, on the other hand, the canadian company Light. Through out the analysis of the conflicts between Light and CBEE the thesis shows the dynamic process occurred to incorporate one of most important results from the Second Industrial Revolution in a peripherical economy in transition to the capitalism. The inexistence of a federal legislation to electric power services had transformed municipal decisions in deterministic guidelines for utility bids, making municipal lobbying a key instrument in utility concessions. Hence, the great influx of foreign capital to Brazil and the inexistence of an objective regulation for those services allowed the sector development and the adoption of the consumption patrons of central countries, through the modernization process, that is, by a rapidly superior way of life incorporation, nevertheless with a tendency of a social inequality increase
Subject: Light Serviços de Eletricidade
Energia elétrica - Brasil
Industrialização
Modernização
Language: Português
Editor: [s.n.]
Date Issue: 2008
Appears in Collections:IE - Tese e Dissertação

Files in This Item:
File SizeFormat 
Saes_AlexandreMacchione_D.pdf3.14 MBAdobe PDFView/Open


Items in DSpace are protected by copyright, with all rights reserved, unless otherwise indicated.