Please use this identifier to cite or link to this item: http://repositorio.unicamp.br/jspui/handle/REPOSIP/285732
Type: TESE
Title: A juventude nordestina e a crise social contemporanea : situação ocupacional dos jovens do Nordeste : 1981-2002
Title Alternative: The Northeastern youth and the contemporary social crisis : occupacional status of the northeast's youth : 1981-2002
Author: Moraes, Ana Carmen Navarro de
Advisor: Quadros, Waldir José de, 1949-
Abstract: Resumo: Este trabalho buscou analisar a evolução da situação ocupacional do jovem nordestino entre 15 e 24 anos, no período 1981-2002, destacando suas dificuldades de inserção nos setores melhor situados do mercado de trabalho. Para tanto, foram feitas duas abordagens teórico-históricas: a primeira trata das transformações econômicas e seus impactos no mercado de trabalho, com ênfase nas décadas de 1980 e 1990; e a segunda analisa, ainda que de forma sucinta, o processo de formação econômica e social do Nordeste e o como esta região se comportou diante das transformações da economia brasileira. A partir deste resgate e utilizando-se os dados das PNADs, mostrou-se que o segmento jovem da população continuou sendo mais afetado pelo desemprego e pela precarização do trabalho. No que se refere às especificidades nordestinas, viu-se, através da estruturas ocupacionais individuais que, nesta região, ainda é elevada a participação das ocupações agrícolas entre os jovens. Além disto, pela análise da estratificação familiar dos jovens, constatou-se um crescimento da massa de pobres e miseráveis no período 1981-2002, cuja proporção continuou muito superior à verificada para o estado de São Paulo, reforçando a permanência das disparidades regionais. Não obstante o crescimento do período recente (2003/2006), abordado, ainda que sinteticamente, no apêndice do capítulo 3, esses resultados apontam para a necessidade de reconstrução de um projeto nacional que priorize efetivamente o equacionamento dos problemas estruturais do país

Abstract: This study analyses the evolution of occupational status of the northeastern youth aging between 15 and 24, during the 1981-2002 period, highlighting their difficulties in becoming part of better sector of the labor market. Two theoretical-historical approaches were done: the fist deals with the economic transformations and their impacts on the labor market, with emphasis on the 80's and 90's; and the second analyses, in a succinct way, the process of economic and social formation of the Northeast and how this region responded to the changes in the Brazilian economy. Using PNAD data, it was shown that the young segment of the population is still the most affected by unemployment and by precarious work conditions. Regarding the specificities of the Northeastern region, by using individual occupational structures we saw that the participation of rural labor amongst youth is still high in this region. Additionally, by analyzing the family stratification of the youth, a growth of the number of poor and miserable people in the 1981-2002 period was verified, remaining proportionally higher than the numbers verified in the State of São Paulo, reinforcing existing regional disparities. Despite the economic growth observed in the past years (2003/2006), which is discusses in the appendix of Chapter 3, these results indicate the need of reconstructing a National Project that gives priority to the solution of the country's structural problems
Subject: Jovens - Trabalho - Brasil, Nordeste
Disparidades regionais
Language: Português
Editor: [s.n.]
Date Issue: 2009
Appears in Collections:IE - Tese e Dissertação

Files in This Item:
File SizeFormat 
Moraes_AnaCarmenNavarrode_M.pdf1.36 MBAdobe PDFView/Open


Items in DSpace are protected by copyright, with all rights reserved, unless otherwise indicated.