Please use this identifier to cite or link to this item: http://repositorio.unicamp.br/jspui/handle/REPOSIP/285503
Type: DISSERTAÇÃO
Degree Level: Mestrado
Title: Regimes cambiais em paises emergentes : a experiencia brasileira recente (1994-2006)
Title Alternative: Exchange rate regimes in emerging countries : brazilian recent experience (1994-2006)
Author: Conti, Bruno Martarello de, 1982-
Advisor: Prates, Daniela Magalhães, 1970-
Abstract: Resumo: As profundas mudanças verificadas na economia internacional desde o fim do sistema de Bretton Woods criaram um ambiente de maior complexidade, no qual as oportunidades oferecidas aos países que se inserem na lógica da globalização financeira vêm, geralmente, acompanhadas de grandes perigos. Se, por um lado, a emergência do euromercado, o desenvolvimento das finanças diretas e a liberalização financeira aumentaram a mobilidade do capital e o seu potencial de valorização, de outro, os riscos latentes também se elevaram, sobretudo em função da instabilidade sistêmica que caracteriza esta etapa do desenvolvimento capitalista. Este novo contexto se traduz num quadro de grande volatilidade das principais variáveis macroeconômicas nos países periféricos tidos como emergentes ¿ isto é, aqueles que de alguma maneira fizeram sua inserção na globalização financeira. Tal fato ocorre justamente em razão dos fluxos de capitais que se direcionam a esses países serem muito mais instáveis do que nos países centrais. As variáveis presentes no balanço de pagamentos parecem estar crescentemente subordinadas à mobilidade do capital internacional. Se antes a questão da estabilidade do câmbio era um atributo do próprio modo de operar do sistema monetário internacional, agora é uma questão deixada em aberto para a intervenção de cada país. Esta dissertação tem como meta analisar os condicionantes da escolha de regimes cambiais em países emergentes em um contexto de globalização financeira e os resultados econômicos proporcionados pelos diferentes regimes. A hipótese central é a de que países emergentes enfrentam dificuldades na gestão da taxa de câmbio ¿ sobretudo neste cenário de finanças globalizadas ¿ que costumam ser negligenciadas por muitos autores. Além disso, procura-se analisar e discutir criticamente os regimes cambiais adotados no Brasil desde a implementação do Plano Real. A experiência brasileira recente mostra-se bastante interessante, pois permite a observação de formas variadas de se lidar com a taxa de câmbio, tornando evidentes as dificuldades enfrentadas por países emergentes na condução de sua política cambial. É realizada uma discussão sobre o Plano Real e a âncora cambial vigente durante o primeiro mandato do presidente Fernando Henrique Cardoso. Em seguida, apresenta-se uma análise do regime de taxas de câmbio flutuantes e do modelo do "tripé" de política macroeconômica adotado a partir de 1999. Por fim, o foco recai sobre a evolução da gestão cambial no primeiro Governo Lula e as implicações desta sobre o padrão de crescimento da economia brasileira

Abstract: The deep changes verified at the international economy since the end of the Bretton Woods system created an ambience of a bigger complexity in which the opportunities opened to the countries that get into the financial globalization logic usually come with some dangers. The emergence of the euromarket, the development of direct finances and the financial liberalization increased capital mobility and its potential of valorization, but, simultaneously, the latent risks were also augmented, mainly because of the systemic instability that characterizes this phase of capitalist development. This framework engenders a great volatility of the main macroeconomic variables in the peripheral countries considered as emerging countries ¿ i.e., the ones that have in someway made their integration into the financial globalization. This scenario is due to the fact that the capital flows addressed to these countries are much more unstable than those of the central countries. The variables that compose the balance of payments seem to be progressively subordinated to the mobility of the international capital. If some decades ago the issue of the exchange rate stability was an attribute of the modus operandi of the international monetary system, now it is an issue to be dealt with by each country on its own. This dissertation aims to analyze the conditioning of the choice of exchange rate regimes in emerging countries in the context of financial globalization and the economic results promoted by these different regimes. The central hypothesis is that emerging countries face some difficulties on the management of their exchange rates ¿ mainly in this scenario of global finances ¿ that use to be neglected by most of the authors. Moreover, this dissertation analyze and discuss, from a critical point of view, the exchange rate regimes adopted in Brazil since the implementation of the Real Plan. Brazilian recent experience is interesting, because it allows observing different ways of dealing with the exchange rate, bringing light over the difficulties faced by emerging countries on the conduction of exchange rate policy. This work makes a discussion of the Real Plan and the nominal anchor practiced during the first mandate of president Fernando Henrique Cardoso. Following, an analysis of the floating exchange rate regime and the so-called ¿tripod¿ model of macroeconomic policy, adopted since 1999 is presented. Finally, the focus is put over the evolution of the exchange rate management on the first Lula Government and its implications over the growing pattern of Brazilian economy
Subject: Câmbio
Política econômica
Globalização - Aspectos econômicos
Language: Português
Editor: [s.n.]
Citation: CONTI, Bruno Martarello de. Regimes cambiais em paises emergentes: a experiencia brasileira recente (1994-2006). 2007. 137p. Dissertação (mestrado) - Universidade Estadual de Campinas, Instituto de Economia, Campinas, SP. Disponível em: <http://www.repositorio.unicamp.br/handle/REPOSIP/285503>. Acesso em: 9 ago. 2018.
Date Issue: 2007
Appears in Collections:IE - Tese e Dissertação

Files in This Item:
File SizeFormat 
Conti_BrunoMartarellode_M.pdf1.13 MBAdobe PDFView/Open


Items in DSpace are protected by copyright, with all rights reserved, unless otherwise indicated.