Please use this identifier to cite or link to this item: http://repositorio.unicamp.br/jspui/handle/REPOSIP/285483
Type: TESE
Title: Relações de trabalho na agricultura paulista no periodo recente
Title Alternative: Relations of work in agriculture in the State of São Paulo in the recent period
Author: Camargo, Jose Marangoni
Advisor: Kageyama, Angela Antonia, 1950-
Abstract: Resumo: Esta pesquisa tem como objetivos principais analisar as transformações técnico-produtivas ocorridas na agricultura paulista e os seus impactos sobre o emprego e as condições socioeconômicas da população ocupada no setor. O nível de emprego direto gerado pelas atividades agrícolas depende em grande medida da área cultivada, da composição das culturas e do desempenho da safra agrícola, sobretudo no curto prazo. O estágio tecnológico em que se encontram as culturas também é outra variável que afeta a ocupação agrícola. No caso específico de São Paulo, dado o esgotamento precoce de sua fronteira agrícola, a evolução da ocupação agrícola tem sido influenciada principalmente pelas mudanças da base técnica dos processos produtivos adotados pelos estabelecimentos agrícolas. Entre o início da década de 70 e meados da década atual, a agricultura paulista eliminou quase 700 mil postos de trabalho, o que representou uma redução de quase 40% da ocupação agrícola neste período. Observa-se também uma tendência de declínio da mão-de-obra residente nas propriedades, na medida em que quase 60% dos ocupados na agricultura paulista já residem fora das propriedades rurais em que exercem seu trabalho. Os assalariados temporários, que nos anos 80 tinham uma participação de 22% do total da população ocupada, passam a representar 19% em 2004. Concomitantemente, o novo ciclo de inovação tecnológica em curso na agricultura paulista a partir dos anos 90, apoiada, sobretudo na intensificação da mecanização em todas as fases do processo produtivo, tende a levar a uma preferência crescente por trabalhadores assalariados permanentes. Analisa-se também o comportamento da ocupação agrícola para as diferentes regiões do estado de São Paulo. Os dados sobre a ocupação agrícola para os anos 90 apontam que, apesar de todas as regiões apresentarem uma redução do emprego nesse período, os efeitos combinados de fatores como o grau de tecnificação das culturas, as mudanças dos indicadores desse nível de modernização e alterações nas áreas ou na composição das culturas, incidiram de forma diferenciada sobre as várias regiões do estado

Abstract: The main purpose of this study is to analyze the changes in production methods that have taken place in agriculture in São Paulo State and their impact both on jobs and the socio-economic conditions of the workers in this sector. The rate of direct employment generated by agricultural activities largely depends on the cultivated area, the crops grown and the abundance of the harvest, especially in the short term. The technological level of the agricultural activities is another factor that affects the numbers employed on the land. In the specific case of São Paulo, given the early exhaustion of the rural frontier, the evolving pattern of agricultural work has been influenced mainly by the changing technical basis of the production methods adopted by agricultural units. From the beginning of the 1970s until the middle of the present decade, agriculture in São Paulo lost nearly 700,000 jobs, representing a nearly 40% reduction in rural employment in the period. There is also a tendency for the resident work force to decline, since nearly 60% of those working on the land in São Paulo already live away from the rural properties where they do their work. The seasonal workers, who represented 22% of the total working population during the 1980s, fell to 19% in 2004. At the same time, the new cycle of technological innovation in progress in the agricultural sector in São Paulo since the 1990s, above all in the intensification of mechanization at all stages of the productive process, tends to favor a growing preference for permanent salaried workers. The profile of agricultural work in the different regions of São Paulo State is also analyzed. The numbers occupied on the land during the 1990s indicate that, while all regions suffered a reduction in the level of employment in that period, the combined effects of factors such as the degree of mechanization of cultivation, changes in the indicators of that level of modernization and alterations in the area under cultivation or type of crops had affected of differentiated form the various regions of the state
Subject: Agricultura
Trabalhadores rurais volantes - Emprego
Agricultura - Mecanização
Language: Português
Editor: [s.n.]
Date Issue: 2007
Appears in Collections:IE - Tese e Dissertação

Files in This Item:
File SizeFormat 
Camargo_JoseMarangoni.pdf4.6 MBAdobe PDFView/Open


Items in DSpace are protected by copyright, with all rights reserved, unless otherwise indicated.