Please use this identifier to cite or link to this item: http://repositorio.unicamp.br/jspui/handle/REPOSIP/285461
Type: DISSERTAÇÃO
Degree Level: Mestrado
Title: Desnacionalização bancaria no Brasil (1997-2000)
Author: Rocha, Fernando Alberto Gurjão Sampaio de Cavalcante
Advisor: Costa, Fernando Nogueira da, 1951-
Abstract: Resumo: Esta dissertação analisa os determinantes e os impactos da desnacionalização bancária no Brasil, causada pelos ingressos de bancos estrangeiros no mercado de varejo bancário, a partir de 1997. Inicialmente discute-se a participação do capital externo no setor entre o final do século XIX e às vésperas da implantação do Plano Real, em 1994, período anterior à desnacionalização recente. A análise sobre os determinantes desse processo complexo está dividida em fatores de repulsão (externos) e de atração (internos). Dentre os fatores de repulsão - os responsáveis pela decisão da firma bancária expandir-se internacionalmente - destaca-se o processo de mundialização financeira e o de integração econômica e monetária da Europa, origem dos bancos estrangeiros que realizaram aquisições no mercado brasileiro. A apresentação desses fatores completa-se com a crítica às explicações convencionais sobre a internacionalização. Quanto aos fatores de atração - que explicam a escolha desses bancos pelo Brasil., discute-se o papel da estabilização inflacionária, da ameaça de crise bancária sistêmica de 1995-96 e da reestruturação que se seguiu, além da importância das modificações na legislação doméstica como pré-requisito aos ingressos. A dissertação apresenta ainda a descrição detalhada das operações mais relevantes que implicaram desnacionalização bancária e quantifica a participação estrangeira nesse mercado. Por fim, são comparados os impactos potenciais, ex-ante, da desnacionalização com as evidências empíricas observadas no setor bancário brasileiro

Abstract: This dissertation investigates the determinants and the impacts of banking denationalization in Brazil, caused by foreign bank entry in the retail banking market, beggining in 1997. First of all, I discuss foreign capital participation in the sector between the end of the XIX century and the eve of Real Plan implementation, in 1994, the period before recent denationalization. The analysis of the determinants of this complex process is split in repulsion factors (external) and attraction ones (internal). Among the repulsion factors - those responsible for banking firm decision to expand abroad - I point out the financial globalization process and the economic and monetary integration in Europe, the origin of foreign banks that made acquisitions in brazilian banking market. The presentation of these factors is complemented with the criticism of the internationalization's conventional explanations. As to the attraction factors - which explain the foreign banks' choice for Brazil -, I discuss the role of inflationary stabilization, the threat of a systemic banking crisis in 1995-96 and the restructuring that follows, besides the importance of domestic legislation changes as a requirement to entry. The dissertation presents toa a detailed description of the most relevant operations that led to banking denationalization and quantifies foreign participation in this market. Finally, the potential, ex-ante impacts of denationalization are compared with empirical evidence observed in the brazilian banking sector
Subject: Bancos - Brasil
Bancos estrangeiros
Language: Português
Editor: [s.n.]
Date Issue: 2002
Appears in Collections:IE - Tese e Dissertação

Files in This Item:
File SizeFormat 
Rocha_FernandoAlbertoGurjaoSampaiodeCavalcante_M.pdf37.65 MBAdobe PDFView/Open


Items in DSpace are protected by copyright, with all rights reserved, unless otherwise indicated.