Please use this identifier to cite or link to this item: http://repositorio.unicamp.br/jspui/handle/REPOSIP/285033
Type: TESE
Degree Level: Doutorado
Title: No estudio do fotografo : representação e auto-representação de negros livres, forros e escravos no Brasil da segunda metade do seculo XIX
Title Alternative: In the studio of the photographer : representation and self-representation
Author: Koutsoukos, Sandra Sofia Machado
Advisor: Schiavinatto, Iara Lis, 1964-
Schiavinatto, Iara Lis Franco, 1964-
Abstract: Resumo: A proposta desta tese é estudar as representações e auto-representações de pessoas negras livres, forras e escravas produzidas em estúdios de fotografia no Brasil da segunda metade do século XIX. Argumento que uma pessoa negra livre, ou forra, que aparece naquelas fotos vestida à moda européia de então, não o fazia devido à sua suposta ¿aculturação¿, mas como estratégia de se proteger e tentar se fazer aceita por uma sociedade na qual o preconceito racial e a discriminação dominavam. As fotos dos escravos, estudo em três categorias: primeiro, fotos de escravos domésticos que foram levados aos estúdios por seus senhores, os quais queriam aquelas fotos nos seus álbuns de família; segundo, fotos que foram exploradas na chave do ¿exótico¿ e vendidas como souvenir a estrangeiros; e, terceiro, fotos etnográficas que foram produzidas para servirem de suporte à teorias racistas então em voga. O último capítulo desta tese, trata das fotos dos presos dos dois álbuns da ¿Galeria de condenados¿, procurando traçar o caminho da feitura dos álbuns (o próprio fotógrafo era um dos detentos) e os motivos para a sua montagem. Nas categorias analisadas, a intenção é explorar os diferentes sentidos, usos e circulação daquelas fotos, assim como tentar perceber os meios que as pessoas negras nelas retratadas tinham para participar, num certo nível, na composição das suas próprias imagens

Abstract: The objective of this dissertation is to study the representations and self-representations of free blacks, freed people and slaves produced in the studios of photographers in Brazil in the second half of the 19th century. I argue that free and freed black people who appear in these pictures dressed in European fashion did not choose to do so because of their supposed acculturation, but rather as a strategy to protect themselves and to achieve their aims in a society in which racial prejudice and discrimination were pervasive. Regarding the pictures of slaves, they belong to three categories; first, there are the domestic slaves who were pictured because their masters wanted them to appear in family albuns; second, there are the pictures of black people taken to be sold to foreigners as souvenirs because of their supposed exoticism; third, there are the ethnographic photos intended to illustrate the racist theories then emerging. The last chapter of the dissertation deals with the pictures of convicted criminals collected in two albuns, called the ¿Galeria de condenados¿, seeking to describe the process of composition of such albuns (the photographer was himself a criminal) and the reasons for their making. In all types of pictures analysed, the aim is to explore their different meanings, uses and modes of circulation as well as to seek to understand the ways in which the black people who had their photos taken were able to participate, in some degree, in the composition of their own images
Subject: Residencias e lugares habituais - Rio de Janeiro (RJ) - Séc. XIX
Retratos
Fotografia
Escravos
Language: Português
Editor: [s.n.]
Citation: KOUTSOUKOS, Sandra Sofia Machado. No estudio do fotografo: representação e auto-representação de negros livres, forros e escravos no Brasil da segunda metade do seculo XIX. 2006. 274p. Tese (doutorado) - Universidade Estadual de Campinas, Instituto de Artes, Campinas, SP. Disponível em: <http://www.repositorio.unicamp.br/handle/REPOSIP/285033>. Acesso em: 9 ago. 2018.
Date Issue: 2006
Appears in Collections:IA - Tese e Dissertação

Files in This Item:
File SizeFormat 
Koutsoukos_SandraSofiaMachado_D.pdf21.99 MBAdobe PDFView/Open


Items in DSpace are protected by copyright, with all rights reserved, unless otherwise indicated.