Please use this identifier to cite or link to this item: http://repositorio.unicamp.br/jspui/handle/REPOSIP/285000
Type: DISSERTAÇÃO
Degree Level: Mestrado
Title: Formas de contágio : estudo a partir da contaminação entre Mímesis Corpórea e dança contemporânea
Title Alternative: Forms of contagion : a study on the contamination between Corporeal Mimese and contemporay dance
Author: Barros, Isis Andreatta, 1988-
Advisor: Colla, Ana Cristina, 1971-
Abstract: Resumo: Este trabalho tem como ponto de partida explorar atravessamentos entre a Mímesis Corpórea, metodologia desenvolvida pelo Lume Teatro de Campinas, e a criação em Dança Contemporânea: O que há de mímesis na dança? O que há de dança na mímesis? Nos questionamos também se o contato com procedimentos da mímesis poderia fomentar disparadores teórico-práticos para a criação em dança. Ou qual seria a relevância desse levantamento para a dança na contemporaneidade. E para a minha dança. O interesse foi imergir em um processo investigativo cuja prática se pautou, especialmente, por uma experimentação individual, pessoal e solitária, culminando no desenvolvimento do experimento cênico intitulado "autorretrato em movimento". Assumindo a prática corporal como principal disparadora dos processos reflexivos, este texto contém o exercício de recriação dos laboratórios individuais em forma de escrita, mapeando as principais ressonâncias que o processo criativo suscitou. Nesse sentido, fez-se necessário traçar uma cartografia dos percursos de vida que alimentam esta pesquisa, reconhecendo o trabalho desenvolvido pelo Grupo Vão, coletivo de dança contemporânea do qual faço parte, como principal zona de imbricação da prática artística. Ao final, o trabalho assume como principal pressuposto a busca por um corpo que dança a experiência de "ser outros" a partir do contato com as próprias pulsões, ou seja, o "olhar para o outro" compreende, necessariamente, o "olhar para si". E considerando o movimento dançado fruto da relação de contágio entre o artista e o mundo, um dos interesses foi identificar o caráter autobiográfico da dança contemporânea para, então, reconhecer o corpo que dança sob a noção de uma identidade não fixa

Abstract: The starting point of this work is the exploration of the crossings between Body Mimesis, methodology developed by Lume Teatro de Campinas, and creation in Contemporary Dance: What is there of mimesis in dance? What is there of dance in mimesis? We also question if the contact with mimesis procedures could promote theoretical and practical triggers for creating in dance. In addition, what is the relevance of this survey to contemporary dance? What about my dance? The interest was to immerse in an investigative process, which practice was an individual, personal and lonely trial, culminating in the development of scenic experiment entitled "self-portrait in motion". Assuming body practice as the main triggering of reflective processes, this text contains the exercise of recreating individual laboratories in the form of writing, mapping the main resonances raised by the creative process. In this sense, it was necessary to draw a map of the life paths that feed this research, recognizing the work of Grupo Vão, contemporary dance collective to which I belong, as the main nesting area of artistic practice. Finally, this work takes as its main assumption the search for a body that dances the experience of "being others" as from the contact with its own instincts. In other words, "looking at others" includes necessarily "looking at oneself". In addition, considering danced movement as fruit of contagion between the artist and the world, one of the concerns was to identify the autobiographical aspect of contemporary dance and then recognize the dancing body under the notion of a non-fixed identity
Subject: Arte e dança
Método (Representação teatral)
Grupo Vão
Editor: [s.n.]
Citation: BARROS, Isis Andreatta. Formas de contágio: estudo a partir da contaminação entre Mímesis Corpórea e dança contemporânea. 2015. 175 p. Dissertação (mestrado) - Universidade Estadual de Campinas, Instituto de Artes, Campinas, SP. Disponível em: http://www.repositorio.unicamp.br/handle/REPOSIP/285000. Acesso em: 21 Sep. 2020.
Date Issue: 2015
Appears in Collections:IA - Tese e Dissertação

Files in This Item:
File SizeFormat 
Barros_IsisAndreatta_M.pdf3.7 MBAdobe PDFView/Open


Items in DSpace are protected by copyright, with all rights reserved, unless otherwise indicated.