Please use this identifier to cite or link to this item: http://repositorio.unicamp.br/jspui/handle/REPOSIP/284913
Type: TESE
Degree Level: Mestrado
Title: A atuação da FUNARTE através do INAP no desenvolvimento cultural da arte brasileira contemporânea nas décadas de 70 e 80 e interações políticas com a ABAPP
Title Alternative: FUNARTE, INAP and their political interactions with ABAPP : promoting the cultural development of Brazilian contemporary art in the 1970's and 80's
Author: Andriani, André Guilles Troysi de Campos, 1980-
Advisor: Valle, Marco Antonio Alves do, 1954-2018
Abstract: Resumo: Esta pesquisa teve como objetivo primordial levantar e apontar a importância da Fundação Nacional de Artes (FUNARTE) através do Instituto Nacional de Artes Plásticas (INAP), no desenvolvimento de uma política cultural para as artes plásticas, abrangente e democrática, jamais vista na história do Brasil até então. Demonstramos aqui a relevância do INAP no desenvolvimento cultural da arte brasileira contemporânea nas décadas de 70 e 80 e suas interações com a sociedade civil, em especial com a Associação Brasileira de Artistas Plásticos Profissionais (ABAPP), destacando as principais personalidades destas instituições que influenciaram o panorama das artes plásticas no Brasil através de projetos, debates e embates. Para concretizar esta pesquisa foram necessárias diversas viagens à cidade do Rio de Janeiro, onde foram feitos levantamentos de documentos no Centro de Documentação da FUNARTE (CEDOC), arquivos particulares e intensa pesquisa em jornais e revistas do período. Também foram registradas, nove horas e meia de entrevistas, com ex-diretores do INAP, ex-presidentes da ABAPP e artistas plásticos. Com todos os dados obtidos e confrontados, acreditamos ter conseguido demonstrar o pioneirismo da FUNARTE ao implantar uma política cultural que abarcava as novas linguagens de artes plásticas que não usufruíam os espaços públicos naquele momento e no intenso esforço de levar a atuação da instituição aos estados da Federação menos favorecidos em políticas públicas culturais. Foi também destacada a importância da ABAPP no pólo oposto deste processo, não como simples opositora, mas como provedora de propostas políticas e artísticas, com reivindicações próprias e inovadoras, proporcionando autonomia aos artistas plásticos durante o período de regime militar (1964- 1986). Concluiu-se que a FUNARTE e o INAP foram positivamente confrontados pela ABAPP e tiveram em seus quadros, profissionais competentes que trabalharam para descentralizar as ações do INAP do eixo Rio/São Paulo. Atuaram dentro do possível, combatendo as barreiras geográficas, econômicas e ideológicas do mercado de arte brasileiro dos anos 70, que haviam se infiltrado nos museus, galerias e salões públicos. Infelizmente o fechamento da FUNARTE durante o governo Collor de Mello em 1999, desincumbiu o Estado para com a cultura no Brasil de forma direta e provocou uma desestruturação geral nas artes plásticas, principalmente em ações para o jovem artista. O apoio estatal às artes plásticas foi transferido aos descontos via Lei Rouanet o que confluí para as idéias do Estado mínimo neoliberal, delegando aos departamentos de marketing dos patrocinadores, importantes decisões que têm se mostrado injustas socialmente. Atualmente vemos a tentativa do restabelecimento de um lugar legítimo para a FUNARTE e esperamos que esta retorne ativa através do atual CEAV (Centro de Artes Visuais da FUNARTE), deixando de ter um papel apenas burocrático e assumindo uma atuação efetiva e direta na cultura das artes plásticas, seguindo o exemplo pioneiro do antigo INAP, e se possível atingindo patamares superiores de excelência, proporcionais ao panorama atual

Abstract: The main purpose of this study was to investigate the importance of the National Foundation for the Arts (Fundação Nacional de Artes - FUNARTE) through the actions of the National Institute for the Fine Arts (Instituto Nacional de Artes Plásticas - INAP) in designing a cultural policy for the fine arts in Brazil. We demonstrate the relevance of INAP in the cultural development of contemporary Brazilian art in the 1970's and 80's as well as the Institute's interactions with the civil society, especially with the Brazilian Association of Fine Arts Professionals (Associação Brasileira de Artistas Plásticos Profissionais - ABAPP). Those institutions were also studied by focusing on their participants, especially the ones who most influenced the fine arts scenario in Brazil, eitherby means of projects, debates or clashes of ideas. The data for this research was collected from documents at the FUNARTE Documentation Center (CEDOC) in Rio de Janeiro; private archives; newspapers and magazines from the period; and a 9-and-a-half-hour video produced for this research, featuring interviews carried out with former directors of INAP, former presidents of ABAPP and fine artists. The data were collected and confronted by using historic and comparative methods; we believe they indicate the innovative role played by FUNARTE at designing and implementing a cultural policy that disseminated the new languages of fine arts in the foundation's projects and venues. The data also points to the foundations' great effort to promote its policy in the states of the Federation that had been least benefitted by earlier cultural public policies. The importance of ABAPP emerges in the opposite pole of this process, not simply as an opponent, but also as the promoter of political and artistic proposals, with singular and innovative demands that fostered autonomy among fine artists during the military regime (1964-1986). The results allow us to conclude that FUNARTE and INAP were positively challenged by ABAPP and that their members were competent professionals that worked to decentralize the actions of INAP from the Rio/São Paulo axis. Such professionals acted with all available means to overcome the geographical, economic and ideological barriers of the Brazilian art market of the 1970's, which had insidiously dominated museums, art galleries and public salons. Unfortunately, the closing down of FUNARTE during the presidency of Fernando Collor de Mello in 1999 broke the State free from its commitment with Brazilian culture and triggered an overall disarticulation of the fine arts, with a consequent democratic recess. FUNARTE is presently trying to reestablish it own legitimate role. We hope the foundation accomplishes this goal by the actions of the FUNARTE Center for the Visual Arts (Centro de Artes Visuais da Funarte - CEAV), leaving behind its bureaucratic praxis and assuming a more direct and effective role in the culture of fine arts, not only following the pioneer example of INAP but also excelling in terms of the challenges that face the present social scenario
Subject: FUNARTE
Instituto Nacional de Artes Plásticas (Brasil)
ABAPP. Associação Brasileira de Artistas Plásticos Profissionais
Artes plásticas
Language: Português
Editor: [s.n.]
Citation: ANDRIANI, André Guilles Troysi de Campos. A atuação da FUNARTE através do INAP no desenvolvimento cultural da arte brasileira contemporânea nas décadas de 70 e 80 e interações políticas com a ABAPP. 2010. 240 p. Campinas, SP. Disponível em: http://www.repositorio.unicamp.br/handle/REPOSIP/284913. Acesso em: 5 Jan. 2021.
Date Issue: 2010
Appears in Collections:IA - Tese e Dissertação

Files in This Item:
File SizeFormat 
Andriani_AndreGuillesTroysiDeCampos_M.pdf2.59 MBAdobe PDFView/Open


Items in DSpace are protected by copyright, with all rights reserved, unless otherwise indicated.