Please use this identifier to cite or link to this item: http://repositorio.unicamp.br/jspui/handle/REPOSIP/284861
Type: TESE
Title: Abrigo da memoria
Author: Moyses, Elizabeth de Melo Camargo
Advisor: Bueno, Maria Lucia
Abstract: Resumo: O ponto de partida desta dissertação foi uma pesquisa que realizei sobre a violência contra as mulheres, tendo como principal espaço a delegacia da mulher em São Paulo. O objetivo foi apontar a necessidade que tenho como artista em utilizar minha produção poética como uma forma de reflexão de temas e problemas da vida social, transformando o nosso cotidiano em obra de arte. Todo o material obtido advém de um levantamento histórico, de minha vivência como artista e principalmente do projeto que denominei ¿Mulheres Divididas¿, onde colhi depoimentos de várias mulheres que sofreram alguma espécie de violência doméstica, durante um período em que freqüentei uma das unidades da Delegacia da Mulher, localizada na Zona Leste, periferia da cidade de São Paulo, onde nasci e resido. A base histórica por mim pesquisada, tem como principal destaque a sociedade familiar fundamentada no poder patriarcal. Vários episódios, em diferentes épocas, exemplificam a condição da mulher sempre vitimada pelo abuso do poder masculino. Em menor ou maior graus, depoimentos e registros analisados demonstram que mulheres, de todas as camadas sociais e sob diferentes culturas ou religiões, estão igualmente sujeitas à condição de dominadas e oprimidas pelo homem. Isto mesmo até nestes dias em que vivemos. Toda a minha produção artística vem se configurando dentro dessa proposta. Procuro transformar esse cotidiano, que não deixa de ser o de todos nós, em obras de arte.¿ objetos, instalações, fotos, performances e desenhos ¿ E, como resultado, se tornou de maneira inevitável, uma forma de denúncia contra a violência, às vezes até velada , que acontece às mulheres no ambiente doméstico. Revela que as regras, nas diversas formas de casamento no mundo e através do tempo, só serviram para subjugar ainda mais as mulheres, submetidas ao poder que o patriarcado atribui ao homem, conduzindo em casos extremos à violência doméstica. O título desta dissertação ¿ ¿Abrigo da memória¿ ¿ provém da tentativa de reproduzir essa consciência da condição feminina na prática que nós mulheres desenvolvemos de armazenar lembranças no decorrer da vida, associando-as a determinados objetos, que passam a funcionar como elementos desencadeadores da memória afetiva. O objeto de principal destaque em todo o meu projeto artístico é o vestido de noiva. Ele assinala o marco da mudança na vida da mulher que é o casamento. Desde os anos 90 tenho utilizado vestidos de noiva como tema e matéria-prima de minha obra. São todos vestidos usados, que carregam a memória do afeto retido no traje do dia do casamento. Através de meu trabalho procuro evocar este sentimento, confrontando o amor que ficou impregnado na roupa com a realidade vivida pelas mulheres em nossa ainda sociedade patriarcal. A experiência na Delegacia da Mulher, testemunhando a violência vivida por um grande número de mulheres que sofrem abusos e agressões da parte de seus companheiros, foi um subsídio fundamental para a concretização de meu projeto como artista e foi durante essas minhas visitas que produzi a seqüência de desenhos que apresento no corpo desta dissertação. Como conclusão, mostro o conjunto de minha obra, traduzindo a necessidade de reformular conceitos através da arte, sempre comprometida com a sociedade na medida em que me aproximo e me vinculo às questões sobre a luta feminina contra a violência doméstica

Abstract: The starting point of the current dissertation was a survey that I conducted, mainly about registered crimes against women at one the São Paulo's women's police station arena. The ultimate objective is to draw attention to the habitual and genuine needs that we as contemporary artists deal with, in terms of utilizing our poetic production as a reflective construct of the social motif and predicaments; in other words, the transformation of our quotidian into a piece of art. All the obtained material originated from a myriad of authentic sources such as: an accurate and historical survey, my experience as an artist, and mainly from a project, named ¿Women in Conflict¿ (¿Mulheres Divididas¿), carried throughout a certain period of time at one of the women's police station units in my hometown Sâo Paulo's outskirts, and that reflects many collected testimonies given by women who fall prey to any sort of violence. The historical surveyed base has as its cornerstone the patriarchal family society anchored by the patriarchal power. Several episodes, at different times, have been illustrating the victimization of women always perpetrated by the abuse of the masculine power. In a less or high degree, analyzed testimonies and records have demonstrated that women from all social classes, under any culture or religion, are equally subjected to a dominating and opressing condition imposed by men. And this has been happening ever! All my artistic production fits into all that proposal. I have been always looking forward to transform our common daily lives into pieces of art such as: objects, facilities, photos, performances and drawings. And as a major consequence, it has become inevitably a denouncing form against violence, occasionally a veiled one, that victimized women on the issues of domestic violence. Furthermore, it discloses that the rules of all sorts of world marriages throughout time increasingly served to subjugate women and to perpetuate male inherited power given by the patriarchalism, both leading to the extreme cases of domestic violence. The dissertation's title ¿Memory's Shelter¿ is an attempt to reproduce the practical feminine condition consciousness of stocking memories during the life, associating them to certain objects, that start acting as initiating elements of the affective memory. The prominent object of my artistic project is the wedding dress. It is women's most desired ¿milestone¿ called marriage Ever since the 90's I have used wedding dresses as theme and raw material of my work. All the dresses are worn, and carry the memory of the affection retained in the costume on the wedding day. Throughout my work I have tried to evoke this feeling, confronting the love impregnated on clothing with these women's living reality at a patriarchal society. The women's police station experience, witnessing the violence suffered by countless women who have been abused and assaulted by their mates, was a fundamental aid for achieving my project as an artist; also it was during my visits to the institution that I produced the drawing sequel presented within the dissertation. As a conclusion, I show the wholeness of my work, which clearly demonstrates the need for reformulation of concept throughout art, and obviously always engaged with society as long as I take part in the matters tied to the feminine fight against domestic violence
Subject: Performance (Arte)
Violência
Mulheres
Language: Português
Editor: [s.n.]
Date Issue: 2004
Appears in Collections:IA - Dissertação e Tese

Files in This Item:
File SizeFormat 
Moyses_ElizabethdeMeloCamargo_M.pdf3.49 MBAdobe PDFView/Open


Items in DSpace are protected by copyright, with all rights reserved, unless otherwise indicated.