Please use this identifier to cite or link to this item: http://repositorio.unicamp.br/jspui/handle/REPOSIP/284507
Type: TESE
Title: Klangfarbenmelodie : orquestração do timbre
Title Alternative: Klangfarbenmelodie : orchestration of timbre
Author: Maia, Igor Leão, 1988-
Advisor: Mello Filho, Silvio Ferraz, 1959-
Filho, Silvio Ferraz Mello
Abstract: Resumo: A presente dissertação de Mestrado teve como objetivo estudar o modelo de organização de timbres, Klangfarbenmelodie, proposto pelo compositor alemão Arnold Schoenberg em 1911, quando da publicação de seu livro Harmonielehre e aplicar, de maneira livre, alguns resultados desse estudo na organização timbrística em composição musical. Iniciamos o presente trabalho pelo estudo dos princípios norteadores dessa ideia e, de maneira breve, expomos o modelo científico conhecido na época para o estudo do timbre, proposto por Hermann von Helmholtz em 1863. Também examinamos a ideia de Klangfarbenmelodie através dos próprios escritos de Arnold Schoenberg e de outros autores, contextualizando nosso estudo dos pontos de vista histórico e científico. Em seguida, analisamos a obra Farben op. 16 n. 3, também de Arnold Schoenberg, com respeito a sua orquestração e organização formal, utilizando uma abordagem analítica baseada na Teoria Elementar dos Conjuntos. No último capítulo analisamos as composições de autoria própria à luz dos pressupostos trazidos pelo aspecto analítico desenvolvido durante a pesquisa

Abstract: This dissertation aimed to study the model of organization of timbres, Klangfarbenmelodie, proposed by the German composer Arnold Schoenberg in 1911 upon the publication of his book Harmonielehre and apply freely some results of this study of timbre organization in music composition. We begin by studying the guiding principles of this idea and briefly expose the scientific model known at the time for the study of timbre, presented by Hermann von Helmholtz in 1863. We also examine the idea of Klangfarbenmelodie through Schoeberg's own writings and other authors, contextualizing the research from a scientific and historical point of view. Then we analyze the work Farben op. 16 no. 3, also by Arnold Schoenberg, with respect to its orchestration and formal organization, using an analytical approach based on set theory. In the last chapter we analyze the compositions of authorship in the light of the assumptions brought by the analytical aspect of the research
Subject: Schoenberg, Arnold, 1874-1951 - Crítica e interpretação
Instrumentação e orquestração
Composição (Música)
Música - Análise, apreciação
Language: Português
Editor: [s.n.]
Date Issue: 2013
Appears in Collections:IA - Dissertação e Tese

Files in This Item:
File SizeFormat 
Maia_IgorLeao_M.pdf10.27 MBAdobe PDFView/Open


Items in DSpace are protected by copyright, with all rights reserved, unless otherwise indicated.