Please use this identifier to cite or link to this item: http://repositorio.unicamp.br/jspui/handle/REPOSIP/284504
Type: TESE
Title: O ciberdocumentário prefigurativo dos anos 2000
Title Alternative: The prefigurative cyberdocumentary of the 2000's
Author: Neves, Bráulio de Britto
Advisor: Ramos, Fernão Pessoa, 1957-
Ramos, Fernão Vitor Pessoa de Almeida, 1957-
Abstract: Resumo: Esta tese propõe novos critérios para a definição de cinema documentário, tomando-o como uma classe natural da retórica da esfera publica contemporânea, a partir da extrapolação dos traços recorrentes do documentário político feito a partir, através e para a circulação na internet, na primeira década do século 21. A constatação de que o ciberdocumentário ativista recente logrou transformar o esforço de constituição de espaços de visibilidade publica autônomos em uma matéria de expressão poética peculiar conduziu a concepção de que o traço distintivo do documentário, em geral, reside no tipo especifico de relação que ele pretende constituir entre seus participantes: enunciadores, enunciatários e atores sociais. Reinterpreta-se retórico-especulativamente os conceitos da "pragmática universal" para tornar os conceitos de "interpretabilidade" e "validez" operadores analíticos apropriados para o exame da retórica dos ciberdocumentários. A peculiaridade mais decisiva desses vídeos e sua função instauradora de contrapúblicos, através da operação de plataformas telemáticas de publicação abertas. Essa inovação, trazida para a esfera publica pelo ciberativismo dos movimentos antiglobalização corporativa, e estruturada como uma política prefigurativa. Os ciberdocumentários publicados nessas plataformas são tambem prefigurativos porque visam provocar efeitos catalisadores, comemorativos e regenerativos sobre seus apreciadores, propiciando a transposição das relações de participação na enunciação para as relações nos contrapúblicos e na esfera publica ampla. A inovação da producao de conteúdo pelos públicos usuários, porém, e capturada por corporações da telemática, nas "redes sociais" e sites de "compartilhamento de vídeos", como estratégia para extrair trabalho não pago da privacidade coletiva dos usuários. Através de analises da estrutura das plataformas de publicação, de alguns ciberdocumentários e de entrevistas com seus organizadores, a tese examina dois projetos ciberativistas prefigurativos: o CMI-Brasil e o Circuitos Compartilhados. Examina-se como o propósito de constituição de contrapúblicos ativistas prefigurativos determina os demais elementos da retórica dos ciberdocumentários (situações de tomada, montagem, paratextualização nas plataformas, organização de exibições). Nos vídeos do Centro de Mídia Independente, temos uma retórica próxima do documentário direto contra-informação política, na qual o espaço urbano e audiovisual mente reconstruído de maneira agônica. A intensa imersividade dos vídeos ceemistas serve para de estabelecer uma relação de revezabilidade entre os participantes das enunciações ciberdocumentárias prefigurativas. Em Circuitos, ha proximidade com a retórica do documentário poeticoexperimental. Nessa plataforma, que tambem e uma coleção de vídeos compartilhada pelos participantes do projeto, a constituição de contrapúblicos e manifestamente explorada como práxis poética

Abstract: In the present thesis are proposed new criteria for the documentary cinema definition, as a natural class of the contemporary public sphere rhetoric, stemming from the extrapolation of the recurring features of the political documentary built upon, through and to the Internet diffusion, made in the first decade of the 21th century. The observation that the recent activist cyberdocumentary succeeded in convert the public visibility spaces' building efforts in a peculiar poetic matter of expression brought the conception that the distinctive characteristic of the documentary rhetoric lies in the specific kind of relationship it pretends to constitute between their parts - ennunciators, ennunciatees and social actors. The concepts of the "Universal Pragmatics" are undertaken in a speculative-rhetoric key, to make them suitable to the prefigurative cyberdocumentaries rhetoric scrutiny. The crucial particular feature of this videos is their role in the counterpublics institution, through the operation of open publishing on-line platforms. This innovation, brought about in the public sphere by the anti-corporate globalization movements cyberactivism, is neatly structured as a prefigurative policy. The cyberdocumentaries published in these platforms are also prefigurative because they aim to produce cathalist, commemorative and regenerative effects on their appreciators, underpinning the transposition from the relationships between the parts in the enunciation to the relationships into the counterpublics and in the public sphere at large. The innovation of the user publics content production has however been captured by the internet corporations, in the "social networks" and "video sharing" sites, as a strategy to extract unpaid work from the collective privacy of the users. Through the analysis of the publishing platforms structures, of cyberdocumentaries and of interviews, this thesis presents the main features of two prefigurative cyberactivist projects: The Brazilian Indymedia chapter (CMI-Brasil) and the "Shared Circuits" (Circuitos Compartilhados). The scrutiny focus is directed to the understanding of how the activist counterpublics building purpose determines the other layers of the ciberdocumentary rhetoric (the image take situations, the montage, the paratextual composition of the platforms, the organization of exhibitions). In the Brazilian IMC videos, we see a rethoric near to the counter-information direct documentary, where the urban space is audiovisually reconstructed in an agonic manner. The intense immersivity of IMC's videos is precursory to a relaying relationship between the documentary ennounciation participants. In Circuits, a more closeness to the poetic-experimental documentary rhetoric is seen. In that platform, which is also a video collection shared by the project participants, the counterpublic building is conspicuously explored as a poetic praxis
Subject: Documentário (Cinema)
Documentario (Cinema) - Aspectos políticos
Espaços públicos
Oposição (Ciência política)
Inovações tecnológicas
Videoarte
Language: Português
Editor: [s.n.]
Date Issue: 2011
Appears in Collections:IA - Dissertação e Tese

Files in This Item:
File SizeFormat 
Neves_BrauliodeBritto_D.pdf3.26 MBAdobe PDFView/Open


Items in DSpace are protected by copyright, with all rights reserved, unless otherwise indicated.