Please use this identifier to cite or link to this item: http://repositorio.unicamp.br/jspui/handle/REPOSIP/284487
Type: TESE
Title: Memória, familiaridade e antecipação : um estudo sobre a influência da expectativa na percepção sonora
Title Alternative: Memory, familiarity and anticipation : a study about the influence of expectation on auditory perception
Author: Penha, Bernardo Aguiar de Souza, 1987-
Advisor: Manzolli, Jônatas, 1961-
Abstract: Resumo: A interação de um indivíduo com os estímulos sonoros que o cercam é um estudo relevante, o qual dialoga com a pesquisa contemporânea sobre Cognição Musical. Esta dissertação foca esse campo temático a partir do estudo da percepção sonora, mais especificamente da noção de Antecipação vinculada ao aporte teórico da Psicologia da Expectativa, fundamentada por David Huron [2]. A partir desse recorte, desenvolvemos um estudo teórico e experimental sobre a relação entre Familiaridade [42] e Expectativa [2]. No nosso estudo os sujeitos foram submetidos à audição de estímulos/amostras sonoras apresentadas simultaneamente a um ruído mascarante. Nosso intuito foi verificar de que maneira a Expectativa sonora age no processo de escuta de sons com espectro sonoro complexo. Partimos do pressuposto de que há uma relação de proporção direta, ou seja, quanto mais familiar é um som, melhor o antecipamos. Para medir essa relação, utilizamos dois parâmetros psicoacústicos: loudness e tempo de resposta por ação reflexa. De acordo com nossa hipótese experimental, esperávamos que o quão mais familiar fosse o som, menores seriam o loudness e o tempo necessário para que houvesse uma resposta reflexa do indivíduo ao estímulo. Assim, a Familiaridade acarretaria uma melhor acuidade perceptiva e, como consequência, haveria uma melhora significativa na Antecipação. Após realizar um experimento piloto e um estudo final, obtivemos dados que, por análise estatística, forneceram suporte para confirmar a hipótese

Abstract: The interaction of an individual with sound stimuli that surround him is a relevant study, which dialogues with the contemporary research on Musical Cognition. This dissertation focuses this subject field as from the study of sound perception, specifically the notion of Anticipation linked to the theory of the Psychology of Expectation, supported by David Huron (2006). From this point of view, we developed a theoretical and experimental study on the relationship between Familiarity (Yonelinas, 2002) and Expectation (Huron, 2006). In our study the subjects underwent hearing sound stimuli/samples presented simultaneously with a masking noise. Our objective was to verify in which manner the sound Expectation would behave in the process of listening to sounds with complex sound spectrum. We assumed that there is a relationship of direct proportion, i. e., the more familiar a sound is, the better we anticipate it. In order to measure this relationship, we used two psychoacoustic parameters: loudness and response time by reflex action. According to our experimental hypothesis, we expected that the more familiar the sound was, the smaller the loudness and time needed to cause a reflex response of the individual to the stimulus should be. Thus, the Familiarity would entail a better perceptual accuracy, and consequently, there would be a significant improvement in the Anticipation. After conducting a pilot experiment and a final study, we obtained data, which with the necessary statistical analysis provided support to confirm the hypothesis
Subject: Expectativa (Psicologia)
Percepção auditiva
Language: Português
Editor: [s.n.]
Date Issue: 2013
Appears in Collections:IA - Dissertação e Tese

Files in This Item:
File SizeFormat 
Penha_BernardoAguiardeSouza_M.pdf2.61 MBAdobe PDFView/Open


Items in DSpace are protected by copyright, with all rights reserved, unless otherwise indicated.