Please use this identifier to cite or link to this item: http://repositorio.unicamp.br/jspui/handle/REPOSIP/284454
Type: TESE
Title: A chave do artesão : um olhar sobre o paradoxo da relação mestre/aprendiz e o ensino metodizado do violino brarroco
Title Alternative: The key of the artisan : the paradox of the master/pupil relationship and the methodic teaching of the baroque violin
Author: Santos, Luís Otavio
Advisor: Silva, Esdras Rodrigues, 1959-
Abstract: Resumo: Esta pesquisa teve por finalidade estabelecer uma discussão sobre o ensino das práticas interpretativas da música histórica nas escolas de música profissionalizantes atuais. Para tal contextualização, foi realizado um panorama da pedagogia musical em determinadas épocas específicas. Para o propósito do trabalho, foram enfocados a antiga tradição de ensino dos artesãos - relação mestre e aprendiz - e o sistema institucionalizado de ensino de música, como continuação do modelo estabelecido pelo Conservatoire de Paris. O estudo propõe uma leitura contextualizada dos documentos didáticos disponíveis desses dois universos pedagógicos, tendo como exemplo os tratados e métodos de violino. O movimento de resgate da música antiga, ocorrido durante o século XX, é analisado aqui dentro do contexto pedagógico: a sua inserção no sistema educacional de música. A partir desse enfoque, o estudo chama a atenção para o paradoxo do pensamento artesanal dos procedimentos didáticos do ancien régime dentro do contexto metodizado da formação musical da era Conservatoire. Através de um panorama do atual ensino da música antiga oficializada nas escolas, desde suas origens, com especial enfoque no testemunho do pioneiro do movimento Sigiswald Kuijken, o estudo coloca em evidência o paradoxo da didática histórica não linear e artesanal dentro do sistema metodizado moderno como uma possível diretriz pedagógica oficial para o futuro do ensino musical - uma era mais consciente do seu papel de sucessora do canonicismo artístico e pedagógico dos ideais oitocentistas

Abstract: This research intended to provoke a discussion about the teaching of early music practice as part of the system of today's advanced music schools. For that, a panorama of music pedagogy in different epochs was made. As part of the context of the present study, the ancient teaching tradition of the artisans - the master and apprentice relationship - and the contemporary institutionalized system of music teaching, an heritage of the Paris Conservatory model, were put together facing its differences and antagonisms. The study suggests a way of reading the historical pedagogical documents related to violin teaching through the perspective of the two pedagogical universes. The rediscovery of the early music practice, in the XXth century, was analyzed in its pedagogical consequences: the inclusion of period-instrument teaching as part of the music educational system. In this vision, there is an especial look in the paradox of the artisanal thought - as part of the didactics of the ancien régime - inside the methodized form of modern teaching. Through a panorama of the present situation of early music instruction in the advanced schools, from its origins, and with the particular testimony of the pioneer Sigiswald Kuijken, the research puts in evidence the paradox of the historical didactic of the artisans inside the modern methodized system as a possible direction for the future of music teaching - a new era, more conscious of its role as a successor of the canonic ideals of the Romantic times
Subject: Música - História
Violino - Método
Artesanato
Música na educação
Violino - Tratados
Música - Interpretação (Fraseado, dinâmica, etc.)
Language: Português
Editor: [s.n.]
Date Issue: 2011
Appears in Collections:IA - Dissertação e Tese

Files in This Item:
File SizeFormat 
Santos_LuisOtavio_D.pdf1.53 MBAdobe PDFView/Open


Items in DSpace are protected by copyright, with all rights reserved, unless otherwise indicated.