Please use this identifier to cite or link to this item: http://repositorio.unicamp.br/jspui/handle/REPOSIP/284405
Type: TESE
Title: A primazia da palavra e o refúgio da memória : o cinema de Eduardo Coutinho
Title Alternative: The primacy of word and the refuge of memory : the cinema of Eduardo Coutinho
Author: Rodrigues, Laécio Ricardo de Aquino
Advisor: Teixeira, Francisco Elinaldo, 1954-
Abstract: Resumo: Esta pesquisa investiga como a memória e a oralidade, categorias importantes nas Ciências Sociais e em outros domínios do saber, pontuam a práxis cinematográfica de Eduardo Coutinho (constituem sua matéria-prima basilar), a partir de seu procedimento mais recorrente - a entrevista. Para tanto, delimitamos como recorte analítico os seguintes filmes de sua auto-ria: Cabra Marcado para Morrer (1984), O Fio da Memória (1991), Peões (2004), Boca de Lixo (1993), Santo Forte (1999), O Fim e o Princípio (2005) e Jogo de Cena (2007). Em alguns destes títulos, analisamos a emergência do par memória individual/social em grande parte das experiências narradas; nestas obras, o relato do vivido com freqüência se encontra entrelaçado a um sentimento de pertença a um grupo ou comunidade, ou orientado pela existência de um passado comum partilhado pelos entrevistados. Em outros filmes, porém, notaremos que as entrevistas se tornam menos limitadas a um eixo temático e a uma vivência comum, culminando em encontros abertos, propícios à fabulação e ao afloramento de uma memória que promove inesperadas derivas narrativas. Outras indagações contribuem para mobilizar nosso interesse em torno deste cinema consagrado à "palavra" e à "recordação", e que quase sempre elege como protagonistas grupos sociais de pouca visibilidade midiática. Enumero algumas: Que escuta é esta, a do diretor, capaz de provocar tamanha entrega do "outro" em cena? Como Coutinho consegue estabelecer laços de confiança com seus entrevistados? Que cinema é este que privilegia tanto a oralidade e aparentemente negligencia a dimensão visual de uma arte que sempre se orgulhara de não ser refém do verbo? E, por fim, quais memórias são revolvidas pelos sujeitos abordados pelo cineasta e que fatores intervêm neste exercício de rememoração?

Abstract: This research investigates how memory and orality, important categories in the social scienc-es and other areas, enrich the work of Eduardo Coutinho (constitute its most important source), from his most recurrent procedure - the interview. For this purpose, we defined as our object of study the following titles of his legacy: Cabra Marcado para Morrer (1984), O Fio da Memória (1991), Peões (2004), Boca de Lixo (1993), Santo Forte (1999), O Fim e o Prin-cípio (2005) e Jogo de Cena (2007). In some of these titles, we analyze the emergence of the pair individual/social memory in most of the experiences narrated; in these works, the stories told are often intertwined with a sense of belonging to a group or community, or guided by the existence of a common past shared by the interviewees. In other films, however, we note that the interviews become less limited to one main theme or a collective experience, culminating in open meetings, prone to the emergence of a memory that promotes unexpected narrative drifts. Other similar questions mobilize our interest around his work, an art that regularly chooses outcast groups as protagonists. We can enumerate a few ones. What kind of hearing is set by the director, capable of causing such delivery of the otherness during the encounter? How is the filmmaker able to seduce his interviewees without imposing fear? What work is this that favors the orality and, apparently, neglects the visual elements of an art that has always been essentially visual? And finally, what kinds of memory are recovered by the subjects of those movies related above?
Subject: Coutinho, Eduardo, 1933-2014
Documentário (Cinema) - Brasil
Memória - Arte
Oralidade
Language: Português
Editor: [s.n.]
Date Issue: 2012
Appears in Collections:IA - Tese e Dissertação

Files in This Item:
File SizeFormat 
Rodrigues_LaecioRicardodeAquino_D.pdf2.24 MBAdobe PDFView/Open


Items in DSpace are protected by copyright, with all rights reserved, unless otherwise indicated.