Please use this identifier to cite or link to this item: http://repositorio.unicamp.br/jspui/handle/REPOSIP/284174
Type: TESE
Title: Danças populares brasileiras entre a tradição e a tradução : um olhar sobre o grupo Urucungos, Puitas e Quijengues
Author: Oliveira, Alessandro Jose de
Advisor: Muller, Regina Polo
Abstract: Resumo: Essa pesquisa enquadra-sena leitura das danças populares brasileiras, que originaram o samba paulista, a partir do universodo grupo de dança "Urucungos ,Puítas e Quijêngues". Nele encontramos terreno fértil para perceber, na forma da dança, as transformações das tradições rurais do passado como um processo de manutenção dessas danças na atualidade. Assim, expressas no passado como manifestações festivas religiosas das cidades interioranas do Estado de São Paulo e hoje como manifestações parafolclóricas, elas seguiram muito mais o processo de transformação pelo qual passou essas cidades do que um processo de descaracterização. Essas cidades eram constituídascomo vilarejos que se urbanizaram e industrializam se adquirindo o caráter de metrópole, (como é o caso de Campinas) e suas transformações acarretaram as devidas adaptações dessas danças. Por conta dessas transformações, a manutenção das danças do grupo encontrou formas de sobrevivência em dois tipos de re-arranjos que a ela tomou-se fundamental. Um deles apresenta-se na espontaneidade dadas pelas festas que o grupo mantém periodicamente e a outra inscreve-senuma forma peculiar de construi rsuas apresenta uma para dentro - posta como festividades comemorativas e outra para fora - posta como apresentações espetaculares, podemos em nossas reflexões classificar o grupo em dois movimentos: o de tradição (festas) e o de tradução (apresentações). O primeiro deles desdobrando-se em uma visão de mundo mais popular, caótica, em que vale muito mais o consensoe a outra numa forma mais 'intelectualizada',em que vale a regra e a organização. Enfim, esses movimentos perpassam ainda a história do próprio grupo que se desloca de uma postura centralizadora para uma descentralizadora e permite-nos traçar uma reflexão compostados seguintes elementos: tradição -folclórico - festas versus tradução - cultura popular (parafolclórico)-apresentações,e na fronteira entre eles o próprio grupo

Abstract: The focus of this research is the reading of Brazilian popular dances from the universe of the dance group called "Urucungos, Puítas e Quijêngues", which are placed in the origins ofthe "Samba" from the state of São Paulo. We can find in the group a fertile ground to distinguish, in the form of the dance, the changes of the past rural traditions as a rescue process of these dances in the present. Thus, these dances were expressed in the past as religious festive demonstrations of the country cities of the state of São Paulo, southeastern Brazil, and nowadays, as parafolkloric demonstrations, they followedmore the inner cities transformationprocesses than a mis characterization processo. These cities were built as villages which urbanized and industrialized themselves acquiringthe status of metropolis (as the case of Campinas, in the state of São Paulo), therefore, these changes caused the adaptations of the dances. By the account of these changes, the rescue of the group dances found ways to survive within two fundamental rearrangements. The first is the spontaneity of their regular festivitiesand the second is the peculiar way to build their presentations ruled by the rigor and by their aesthetic organization,much more watchedthan the first rearrangement. On this swing between these two forms of managing their dance repertory - the first, introspected: laid on the celebrations; and the second, extroverted: laid on the spectacular presentations- we can classify the group into two movements: (1) the tradition (celebrations)and (2) the translation (presentations). The first of them is unfolding itself into a more popular view of world, chaotic, in which the consensus prevails and the second is more 'intellectualized', in whichthe rule of organizationprevails. Finally, in addition, these movements pass through the history of the group itself as it move from a centralized attitude to a decentralized one. Thus, this enable us to draw a reflection focusing the following elements: tradition, folkloric and festivities versus translation, popular culture (parafolkloric), presentations, and in the border between them, the group itself
Subject: Arte - História - Bélgica
Antropologia
Folclore
Cultura popular
Dança
Language: Português
Editor: [s.n.]
Date Issue: 2004
Appears in Collections:IA - Dissertação e Tese

Files in This Item:
File SizeFormat 
Oliveira_AlessandroJosede_M.pdf5.67 MBAdobe PDFView/Open


Items in DSpace are protected by copyright, with all rights reserved, unless otherwise indicated.