Please use this identifier to cite or link to this item: http://repositorio.unicamp.br/jspui/handle/REPOSIP/284144
Type: TESE
Title: E tudo verdade? : a exploração o e o documentario de exploração
Title Alternative: Is it all true? : exploration in documentary and
Author: Piedade, Lucio de Franciscis dos Reis
Advisor: Freire, Marcius
Freire, Marcius Cesar Soares, 1949-
Abstract: Resumo: O trabalho parte da idéia de que desde os primeiros registros com imagens até o estabelecimento do filme como instrumento de pesquisa no campo da antropologia, uma busca pelo incomum, pelo exótico, se constituiu na base de apoio de uma grande parte do cinema documentário. Desse modo, alguns ingredientes geralmente considerados como atributos de um ¿gênero¿ cinematográfico conhecido como filmes exploitation também fazem parte de uma porção importante do cinema documentário. A pesquisa pretende mostrar que, na verdade, o bizarro e o exótico sempre estiveram presentes, desde o início, nos registros do ¿mundo histórico¿ com imagens em movimento. A diferença é que, apesar desses filmes que configuram a vertente principal ou mais relevante do cinema documentário serem objeto de estudos exaustivos, notadamente nas duas últimas décadas, os aspectos que aqui ressaltamos até recentemente vinham sendo deixados de lado. Do mesmo modo são colocados à margem e desprezados enquanto objetos de estudos seus congêneres menos afortunados: as produções categorizadas como mondo ou exploitation que apresentam em seu cerne as estruturas narrativas comuns ao documentário ¿sério¿, inclusive neles se encontrando os vários modos de representação atribuídos ao gênero. O que vai confirmar que os filmes alinhados à vertente da ¿exploração¿ se apropriaram das mesmas bases formais do cinema documentário, só que evidenciando em sua linha narrativa a ênfase em aspectos espetaculares, elementos que sempre estiveram presentes nos documentários considerados mais importantes sob o ponto de vista acadêmico. Sendo assim, o objetivo principal do trabalho foi trazer à luz a exploração no documentário, partindo de suas origens nos filmes exóticos e no nascente cinema exploitation, resgatando a sua história e tentando estabelecer as relações existentes entre o registro documental e seu apelo por cenas impactantes. Chegando até a sua posterior e definitiva assimilação, que terminou desaguando no atual e até certo ponto desconcertante cortejo de produtos áudio visuais, todos devedores da forma de abordagem e estética dos documentários de exploração. O que nos levou a confirmar que a espetacularização dos aspectos sobre os quais nos debruçamos no correr do trabalho ¿ o exotismo, o inusitado e o grotesco ¿ se tornou a forma dominante atualmente no documentário

Abstract: This work investigates the idea that a quest for the uncommon and exotic supports a significant portion of the documentary cinema, since the first registers of images in movement until the recognition of movies as an important tool in anthropology research. So that, some ingredients generally considered as attributes of a cinematographic genre ¿ the exploitation films - are also found in an important portion of the documentary cinema. This research aims to show that, actually, the bizarre and exotic have been present since the earlier registers of the historical world with images in movement. Although these films that configure the mainstream of the documentary cinema have been object of exhausting studies - notably over the last decades - the aspects that we stand out here has being almost ignored until recently. Similarly, less fortunate congeners of "serious" documentary cinema, which are productions categorized as mondo or exploitation, are also rejected as object of study. What confirms that the films lined up to the rank of the exploration had appropriated the same formal bases of the documentary cinema, evidencing in its narrative line the emphasis on spectacular aspects, elements that had always been presents in documentaries considered more important under an academic point of view. The main contribution of this work is to bring to light the exploration in the documentary films, since its origins in the exotic films and the rising of exploitation cinema, rescuing its history and trying to establish the existing relations between the documentary register and its appeal for shocking scenes. This relation strengthened until the definitive assimilation in the current and ¿ to a certain degree - disconcerting procession of audiovisual products, all debtors from exploration documentaries¿ approach and aesthetic. This support our conclusion that the over exhibition of the aspects on which we lean over - the exotic, the unusual and the grotesque - currently became the dominant form in the documentary film
Subject: Documentário (Cinema)
Cinema e história
Filme cinematografico - Exploração
Language: Português
Editor: [s.n.]
Date Issue: 2007
Appears in Collections:IA - Dissertação e Tese

Files in This Item:
File SizeFormat 
Piedade_LuciodeFranciscisdosReis_D.pdf42.78 MBAdobe PDFView/Open


Items in DSpace are protected by copyright, with all rights reserved, unless otherwise indicated.