Please use this identifier to cite or link to this item: http://repositorio.unicamp.br/jspui/handle/REPOSIP/284121
Type: TESE
Title: O indio na midia impressa em Roraima
Author: Lima, Maria Goretti Leite de
Advisor: Simson, Olga Rodrigues de Moraes von, 1943-
Simson, Olga R. de Moraes von
Abstract: Resumo: Esta pesquisa pretende refletir sobre a construção da imagem do índio na mídia impressa em Roraima, por meio do uso de representações iconográficas, acompanhadas ou não de textos (charges e fotorreportagem), como forma de entender a contribuição da imprensa para a constituição da imagem do índio no imaginário da sociedade roraimense. Nossa reflexão se deu ao longo da trajetória da luta dos indígenas pelos seus direitos. Como pano de fundo da pesquisa, mostraram-se aspectos relevantes em torno dos constantes conflitos fundiários entre índios, fazendeiros, garimpeiros e autoridades locais, tentando esclarecer essa disputa fundiária ocorrida na área contínua Raposa/Serra do Sol e na reserva Yanomami, no Estado de Roraima, em que gerou situações de violência interétnica. Pesquisou-se em três jornais impressos, editados em Boa Vista, capital do estado de Roraima. Dois são de circulação diária: Folha de Boa Vista e O Diário, e um de circulação semanária, A Gazeta de Roraima. Na pesquisa selecionamos matérias jornalísticas sobre o índio a partir de três eixos temáticos: a demarcação da terra na reserva Raposa/Serra do Sol, o Caso Haximu, ocorrido em 1993, e os conflitos de terras. A escolha recaiu sobre as matérias que contivessem foto ou charge interligadas ao texto, contendo crédito da matéria e da foto. Todo o material jornalístico, fotográfico e ilustrativo foi ordenado em uma ficha, na qual inserimos informações que identificassem cada matéria. A seguir, gravamos as fotos e charges em um CD-Rom, organizadas em ordem cronológica por jornal e período, dentro dos três eixos temáticos. No estudo, foi possível encontrar três tipos de imagens do índio, inseridas nas matérias jornalísticas da mídia impressa em Roraima. A primeira imagem mostra um conceito mais antigo de silvícola e aponta uma visão estereotipada, preconceituosa e discriminatória do indígena desde Colombo até os dias atuais, a qual, ao longo destes seis anos, é reforçada nas charges, em que vemos o índio indefeso, incapaz, necessitado de apoio da sociedade branca para sobreviver. Nossa descoberta está numa nova imagem que surgiu a partir dos conflitos fundiários e dos movimentos de demarcação da área contínua Raposa/Serra do Sol. Nela vemos um índio reivindicador, lutando pela sua autonomia e direitos de sobrevivência e de posse da terra. Eles aceitam como parceiros instituições religiosas, órgãos governamentais de defesa do índio e autoridades ligada à causa indígena, porém não permitindo interferências indevidas. Essa imagem mais próxima da realidade contemporânea foi captada através das fotorreportagens. E, por último, temos a construção deu ma i magem em que os jornais investem: de um índio subversivo, desumano, manipulado pela igreja, incapaz de pensar e produzir. Em nossa análise, observamos que o elemento charge, por ser uma criação do chargista, na verdade revela a interpretação do autor dos fatos retratados de acordo com a ordem do dia da redação do jornal, podendo, portanto, ser de fácil manipulação, correspondendo assim ao desejo dos editores dos órgãos de imprensa. Por outro lado, quanto ao elemento fotografia, (embora possa também sofrer esse mesmo processo) notamos em nossa pesquisa que a fotorreportagem retratou os acontecimentos, no calor da hora, mostrando o índio como ator social e político, que toma a dianteira da luta reivindicatória, reproduzindo a participação contemporânea dos indígenas nos embates políticos locais

Abstract: This research pretends to reflect over t he construction of the image of the Indian in the written media in Roraima, through the use of iconographic representations, followed or not by texts (charges and photographic reports), as a means to understand the contribution of the press for the constitution of the image of the Indian in the imaginary of the society of Roraima. Our reflection followed the path of the struggle of the Indians for their rights. As background of the research we show relevant aspects of the local Indian problematic, trying to understand the constant conflicts which occurred in the State of Roraima, generating situations of inter-ethnical violence. We researched three newspapers edited in Boa Vista, capital of the State of Roraima. Two are published daily: Folha de Boa Vista and O Diário and one is a weekly publishing, A Gazeta de Roraima. In our research we selected journalistic topics about the Indian following three thematic axles: land demarcation in the Raposa/Serra do Sol reservation, the case "Haximu", occurred in 1993 and the land conflicts. The choice fell upon the matters which had photos or charges linked to the text, which contained credits of the matter and of the photo. Ali journalistic, photographic and illustrative material was ordered on files, in which we introduced information which identified each matter. Photos and charges were recorded on CO-ROM, organized in chronological order by newspaper and period, in the three thematic axles. Ouring our studies we found two images of Indians built by the journalistic matters: the first points at a more ancient concept of savage in which a stereotyped, prejudiced and discriminatory vision is revealed. This construction, seen along these six years, is reinforced by the charges, in which we see the defenseless and incapable Indian, needing the support of the white men society in order to survive. Our finding is a new image, which originates from the movements of demarcation of the Raposa/Serra do Sol reservation. Here we see a demanding Indian, fighting for autonomy, land ownership and survival rights. No longer does he accept the interference of people, religious entities, governmental organs for Indian defense, nor of authorities linked to the Indian cause. T his image, which is closer to actual reality, was captured through the photo-reports. In our analysis we observed that the charge, being a creation of the designer, reveals the interpretation of the author according to the order of the day of the editorship of the newspaper, and can be of easy manipulation, thus corresponding to the desires of the editors of the press organs. On the other hand, as to the photographic element (although it can aIso suffer such process), we notice t hat the photo-reports show the facts in the heat of the moment, revealing the Indian as a social and political actor who leads the demanding fight, thus corresponding to the contemporary participation of the Indian in the local political struggles
Subject: Índios - Roraima - Etnologia
Jornalismo - Roraima
Antropologia visual
Jornais brasileiros
Fotografia na etnologia
Language: Português
Editor: [s.n.]
Date Issue: 2001
Appears in Collections:IA - Dissertação e Tese

Files in This Item:
File SizeFormat 
Lima_MariaGorettiLeitede_M.pdf8.23 MBAdobe PDFView/Open


Items in DSpace are protected by copyright, with all rights reserved, unless otherwise indicated.