Please use this identifier to cite or link to this item: http://repositorio.unicamp.br/jspui/handle/REPOSIP/284048
Type: TESE
Title: Campos do terror contemporaneo (res)significados no topos da performance art
Title Alternative: Fields of contemporary terror broached at the topos of performance art
Author: Santana, Isabella Oliveira
Advisor: Lara, Arthur Hunold, 1957-
Abstract: Resumo: Este trabalho de caráter teórico-prático na área da performance art, tem como escopo (res)significar estudos realizados acerca de notícias e imagens de terror veiculadas nos meios de comunicação de massa - principalmente na rede internet - no topos da performance art. Constatamos que as notícias e imagens de terror propagadas nos meios massivos, assim como também as vivências traumáticas, podem ocasionar disfunções psicológicas e fisiológicas nas pessoas. Além disso, a mensagens midiáticas imediatistas, editadas e banalizadas da televisão e, mais recentemente da internet, podem ocasionar um embotamento das nossas sensibilidades diminuindo conseqüentemente nosso poder de reflexão e percepção. O psicólogo norte-americano Timothy Leary (1920-1996), que fez estudos como substâncias psicoativas para observar as capacidades expansivas da consciência, nos fala sobre como as mensagens e imagens transmitidas na tela podem formar e controlar nossa mente através da visão e audição. É a partir daí e da vivência do nosso corpo com a prática da performance, que questionamos como esta pode funcionar como a lente de aumento que irá mostrar onde está a imagem e onde está o simulacro, alargando deste modo as capacidades perceptivas do homem. Notamos ainda, o poder de transmutação próprio do ato criativo, a mudança emocional que ele gera além do estado fisiológico do corpo diferente daquele do cotidiano. Deste modo, aliar o tema do terror ao da prática performática nos faz averiguar a funcionalidade da performance enquanto agente de transmutação, tanto no performer, como no espectador. Neste caso, foi fundamental pesquisarmos o tema do trauma e da cura, assim como retomarmos o conceito de catarse, que estão de certa maneira vinculados ao tema que nos propomos a (res)significar no topos da ação. A metodologia a ser aplicada e a precisão dos resultados são um tanto difíceis no campo das artes, principalmente no que tange ao processo de criação artística, pelo fato de lidarmos com questões muito subjetivas que estão no âmbito da emoção, da sensação. Por isso, ao invés de utilizarmo-nos de metodologias mais precisas como os questionários, optamos por fazer a nossa pesquisa baseando-se em estudos bibliográficos para que assim complementassem o conhecimento obtido através da própria vivência artística em processo. Dentre os teóricos que nos detemos a pesquisar destacamos o diretor teatral Richard Schechner, que se dedicou ao estudo da teoria da performance, abordando os aspectos antropológicos que esta linguagem abarca e trazendo significativas contribuições às pesquisas do campo da performance art. Além disso, tivemos como referência estudos na área dos meios de comunicação de massa, psicologia, antropologia e sociologia. Concomitante à pesquisa teórica, realizamos sete apresentações artísticas que fortaleceram as nossas hipóteses acerca das potencialidades da performance art enquanto agente de transmutação. Por fim, conjeturamos que o paradigma holográfico pode funcionar como a espoleta do stress do terror e que a visão periférica está para o pedaço holográfico da memória e pode tanto despertar o terror quanto curá-lo.

Abstract: This theoretical and practical research in the speciality of performance art, has the purpose to (re)signify studies about terror news and images transmitted by the mass media - mainly on the internet - on the topos of performance art. We verify that the news and images of terror diffused at the mass media, as well as traumatic experiences, may cause psychological and physiological disturb on people. Besides, the immediate, edited and banal news transmitted on television, and nowadays on the internet, may decrease our sensibility and our power of reflection and perception. The north-American psychologist Timothy Leary (1920-1996), who studied psychoactive substances with the purpose to observe the consciousness expansion capacities, talk about how messages and images on the screen may form and control our mind through vision and hearing. It is through it and the experience of our body in performance art practice that we question how performance may function as the lens that will show us the image and the simulacrum helping to amplify the human perception. We also realize, the transformation power of creative acting, the emotional changing that its beget besides the different physiological body state from that we use in our daily life. Thereby, combine terror subject with performance practice make us verify performance function as a transformation agent in the performer and in the spectator. On this case, it was fundamental that we research the trauma and the cure subject, as we needed to retake catharsis concept, which are linked with the subject that we propose to (re)mean at the topos of the action. The method applied and the precision of the results are so difficult in arts field, mainly when we treat about artistic creative process, by the fact that we lead with subjective questions in the ambit of emotion and sensation. That is why we chose to make our research founded in bibliographical studies that could complement the knowledge we obtained through our own artistic experience, instead of make use of more precise methods as questionnaires. One of the researchers that we choose to analyze is the theater director Richard Schechner, who dedicates studies to performance theory broaching anthropological aspects of this artistic language and bringing to us significant contributions to performance art researches. Moreover, we use as reference studies from mass media, psychology, anthropology and sociology fields. Concomitant theory research, we presented seven performances that strengthen our hypothesis about transformation power of performance art. Besides, we suppose that holographic paradigm may function as the agent of terror stress and that periphery vision is related to the holographic memory piece and must as excite terror as cure it.
Subject: Performance (Arte)
Meios de comunicação de massa
Terror
Ritual
Language: Português
Editor: [s.n.]
Date Issue: 2009
Appears in Collections:IA - Dissertação e Tese

Files in This Item:
File SizeFormat 
Santana_IsabellaOliveira_M.pdf2.93 MBAdobe PDFView/Open


Items in DSpace are protected by copyright, with all rights reserved, unless otherwise indicated.