Please use this identifier to cite or link to this item: http://repositorio.unicamp.br/jspui/handle/REPOSIP/283978
Type: TESE
Title: O percurso da intersecção Olivier Messiaen-Almeida Prado = Momentos, La Fauvette des Jardins e Cartas Celestes
Title Alternative: The route of the intersection Olivier Messiaen-Almeida Prado : Momentos, La Fauvette des Jardins and Cartas Celestes
Author: Taffarello, Tadeu Moraes
Advisor: Mello Filho, Silvio Ferraz, 1959-
Filho, Silvio Ferraz Mello
Abstract: Resumo: Uma intersecção é uma conexão irreproduzível de uma multiplicidade de linhas de força constituídas pelas mais variadas imanências do Mundo. Acreditando-se que ela se manifesta também no campo musical, o presente trabalho traz uma amostra concreta de uma intersecção em música ao centrar-se na relação entre Almeida Prado e Olivier Messiaen, tendo por objetivo principal revelar algumas das potências sonoras absorvidas na formação do compositor paulista no período em que ele foi aluno de Messiaen, entre 1969 e 1973, e postas a campo na escrita da sua peça para piano solo Cartas Celestes I, de 1974. Para tanto, foi feito um estudo analítico comparativo entre essa peça e as peças para piano solo VI Momentos, 2º caderno de 1969, também de Almeida Prado, e La Fauvette dês Jardins, 1971, de Olivier Messiaen. Dentre os resultados obtidos, percebeu-se que na escrita da peça de 1969, além de Almeida Prado apresentar uma exploração textural com a qual se pôde fazer um paralelo com o ciclo de peças para piano de Villa-Lobos Prole do Bebê nº 2, o compositor paulista demonstrava um conhecimento prévio de alguns conceitos da música do seu futuro professor francês, em especial com a técnica aplicada por Messiaen em Vingt Regards sur L'Énfant-Jésus, peça para piano solo de 1944. Em Cartas Celestes I, peça posterior ao período de estudos de Almeida Prado na França, encontraram-se diferenças com o 2º caderno de Momentos de 1969 e semelhanças com a peça de Messiaen analisada, La Fauvette des Jardins, comprovando a hipótese de que houve mudanças significativas na escrita musical do compositor paulista no período. Além disso, foi possível traçar intersecções na peça de Almeida Prado de 1974 com a produção de Ligeti, de Murail e de Gaussin. Como conclusão, percebeu-se que a intersecção Olivier Messiaen-Almeida Prado se apresenta de maneira rizomática, caracterizada pelas múltiplas conexões, pela decalcomania e pela irreprodutibilidade do rizoma presentes nas Cartas Celestes I que fazem com que esta peça se torne única, insubstituível e original em seu contexto histórico e dentro do processo de formação do compositor paulista

Abstract: An intersection is a nonreproducible connection of a multiplicity of lines consisting by the most varied immanences in the World. Giving credit that it also manifests in the musical field, the present study shows a concrete sample of the intersection in music by centering itself into the relationship between Almeida Prado and Olivier Messiaen, aiming to disclose some of the sonorous potencies absorbed by the Brazilian composer during the period in which he was Messiaen's pupil, from 1969 to 1973, and put into practice while composing his piano solo piece Cartas Celestes I, from 1974. Therefore, a comparative analytical study has been done between the above mentioned piece, the piano solo pieces VI Momentos, 2nd book - 1969, also by Almeida Prado and La Fauvette des Jardins, 1971, by Olivier Messiaen. Amongst the obtained results, it has been noticed that in the compositional writing of the 1969 piece, Almeida Prado presented a textural exploration with which a parallel with Villa-Lobos cycle of pieces for piano Prole do Bebê nº 2 can be done. Furthermore, the Brazilian composer demonstrated a previous knowledge of some concepts of his future French teacher's musical production, especially from the technique applied by Messiaen in Vingt Regards sur L'Enfant-Jesus, piano solo piece from 1944. In Cartas Celestes I, piece that is subsequent to Almeida Prado's studies in France, there were found differences from the 2nd book of Momentos from 1969 and resemblances with the analyzed Messiaen's piece, La Fauvette des Jardins, proving the hypothesis that there were significant changes in the musical writing of the Brazilian composer in the period. Moreover, it was possible to trace the intersections in the piece of Almeida Prado from 1974 with the production of Ligeti, of Gaussin and of Murail. Hence, it has been identified that the intersection Olivier Messiaen-Almeida Prado presents itself in a rhizomatic way, characterized by the multiple connections, by the decalcomania and by the rhizome's non reproductability, all presented in Cartas Celestes I making it unique, irreplaceable and original in its historical context and within the Brazilian composer's developing process
Subject: Messiaen, Olivier, 1908-1992
Prado, Almeida, 1943-2010
Música
Música - Análise, apreciação
Language: Português
Editor: [s.n.]
Date Issue: 2010
Appears in Collections:IA - Tese e Dissertação

Files in This Item:
File SizeFormat 
Taffarello_TadeuMoraes_D.pdf3.82 MBAdobe PDFView/Open


Items in DSpace are protected by copyright, with all rights reserved, unless otherwise indicated.