Please use this identifier to cite or link to this item: http://repositorio.unicamp.br/jspui/handle/REPOSIP/283877
Type: DISSERTAÇÃO
Degree Level: Mestrado
Title: A experiência do enfermeiro no acolhimento : estudo com enfoque na fenomenologia social
Title Alternative: The experience of nurses in host : study focused on social phenomenology
Author: Costa, Paula Cristina Pereira da, 1985-
Advisor: Toledo, Vanessa Pellegrino, 1973-
Abstract: Resumo: O acolhimento é uma ação técnico-assistencial que implica em mudanças na relação entre o profissional e o usuário por meio de parâmetros éticos, técnicos, humanitários e de cidadania, facilitando a reorganização dos serviços, melhorando a qualidade da assistência, tendo o usuário como eixo principal do cuidado e participante ativo. Acolher os usuários e criar laços com eles é uma importante tarefa do enfermeiro na Estratégia Saúde da Família, o que é possível mediante a introdução da tecnologia leve, que por sua vez, deve ser valorizada pelo enfermeiro pelo fato de que a essência de seu trabalho é o cuidar, processo que envolve contato próximo com o usuário e as necessidades de saúde. Este estudo considera o acolhimento como um cuidado de enfermagem, uma vez que, ambos envolvem o estabelecimento de relações interpessoais, reconhecimento do usuário como sujeito dotado de condições objetivas e subjetivas e que está inserido em um contexto de vida. Dessa forma, durante a realização do acolhimento, o enfermeiro poderá receber o usuário de forma humanizada, entendendo-o como sujeito e participante do processo de cuidar, ampliando a qualidade do trabalho oferecido. É nesse contexto, que este estudo objetiva compreender a experiência do enfermeiro que realiza o acolhimento nos centros de saúde do distrito de saúde norte do município de Campinas. Trata-se de um estudo que se orientou pela abordagem qualitativa, utilizando o referencial da fenomenologia social de Alfred Schutz. Os sujeitos da pesquisa foram nove enfermeiros. Para análise dos dados foi utilizado o referencial metodológico proposto por fenomenólogos. Os resultados mostraram o enfermeiro como àquele que realiza o acolhimento restrito a um procedimento, fragmentado, pouco resolutivo e subordinado ao outro. Tal prática é produtora de sentimentos que influenciam em atendimentos futuros. O enfermeiro idealiza o acolhimento fundamentado na teoria, distante de sua realidade e responsabilidade, não passando por sua competência a resolução dos problemas desta ação. O estudo mostrou que a subordinação perpassa as ações do enfermeiro durante a prestação dos cuidados de enfermagem, na medida em que o mesmo desvaloriza seu trabalho. Para ocorrer a afirmação e a valorização profissional, há a necessidade de os enfermeiros entenderem que embora compartilhem um saber comum, existe a possibilidade de construção de objetos específicos e teorias próprias para o corpo de conhecimento da enfermagem. É importante que o enfermeiro rompa com a condição de subordinação para conseguir ter uma visão positiva de si e do seu trabalho. Na prática o acolhimento não se dá como um cuidado de enfermagem e se caracteriza por atendimentos pontuais, fragmentados e direcionados à queixa dos usuários. Para que o acolhimento idealizado se torne real é preciso que o enfermeiro traduza o discurso em ações, iniciando a mudança em si mesmo

Abstract: The host is a technical assistance action that involves changes in the relationship between professional and user through ethical, technical, humanitarian and civic parameters, facilitating the reorganization of services, improving the quality of care, with the user as the main axis care and active participant. To welcome users and create bonds with them is an important task of the nurse in the Family Health Strategy, which is possible through the introduction of soft technology, which in turn, should be valued by the nurse by the fact that the essence of his work is care, a process that involves close contact with the user and health needs. This study considers the host as a nursing care, since both involve the establishment of interpersonal relationships, user recognition as gifted subject of objective and subjective conditions and is inserted in a context of life. Thus, during the course of care, the nurse may receive the user in a humane way, perceiving it as subject and participant in the care process, increasing the quality of work offered. In this context, this study aims to understand the experience of the nurse who performs the host in health centers in the district of northern health of Campinas. This is a study that was guided by qualitative approach, using the framework of social phenomenology of Alfred Schutz. The subjects were nine nurses. For data analysis, the methodological framework proposed by phenomenologists was used. The results showed the nurse as one who performs host to a restricted procedure, fragmented, and little resolving subordinate to the other. This practice is producing feelings that influence future calls. The nurse idealizes grounded in theory, far from their reality and responsibility, not passing through its jurisdiction to resolve the problems of this action host. The study showed that the subordination pervades the actions of the nurse during the delivery of nursing care to the extent that it devalues their work. For professional development and affirmation occurs, there is a need for nurses to understand that although they share common knowledge, it is possible to build specific objects and own theories to the nursing knowledge. It is important for nurses to break with the condition of subordination to get to have a positive view of themselves and their work. In practice if the host does not like a nursing care and is characterized by isolated, fragmented and targeted users of the complaint calls. For the idealized host becomes real is that nurses need to translate the discourse into action, initiating change in yourself
Subject: Acolhimento
Estratégia Saúde da Família
Enfermagem
Editor: [s.n.]
Date Issue: 2014
Appears in Collections:FENF - Tese e Dissertação

Files in This Item:
File SizeFormat 
Costa_PaulaCristinaPereirada_M.pdf2.55 MBAdobe PDFView/Open


Items in DSpace are protected by copyright, with all rights reserved, unless otherwise indicated.