Please use this identifier to cite or link to this item: http://repositorio.unicamp.br/jspui/handle/REPOSIP/283860
Type: TESE DIGITAL
Title: Avaliação do programa de humanização no pré-natal e nascimento (PHPN) no Estado de Minas Gerais : 2000 a 2010
Title Alternative: Evaluation of the program of humanization in prenatal and birth (PHPN) in Minas Gerais state : 2000 to 2010
Author: Miranda, Frank José Silveira, 1977-
Advisor: Shimo, Antonieta Keiko Kakuda, 1953-
Abstract: Resumo: Introdução: O Ministério da Saúde preconiza em suas diretrizes gerais que a atenção obstétrica deve ter como características primordiais a qualidade e a humanização no atendimento. Com a intenção de validar estas ações foi instituída a Política de Humanização do Pré-natal, Parto e Puerpério junto à utilização da ferramenta do Sistema de Acompanhamento do Programa de Humanização no Pré-natal e Nascimento (SISPRENATAL). Objetivos: Avaliar e comparar a qualidade da assistência pré-natal entre as Gerências Regionais de Saúde no Estado de Minas Gerais a partir da implantação do Programa de Humanização do Pré-natal e Nascimento (PHPN), no período de 01 de agosto de 2000 a 31 de julho de 2010. Métodos: É um estudo transversal de abordagem quantitativa a partir da base de dados secundários que viabilizou a comparação entre as 28 GRS no Estado de Minas Gerais. Resultados: Os dados registraram que 11 GRS não conseguiram implantar o sistema em todos os municípios de sua área de abrangência. No que tange ao percentual de gestantes inscritas que realizaram a primeira consulta em relação ao número de nascidos vivos, a GRS de Unai de apresentou o maior percentual de perdas na capatação de gestantes. Quanto às gestantes cadastradas no sistema após 120 dias da data da última menstruação a GRS de Juiz de Fora apresentou 20% das gestantes inscritas fora do período, a GRS de Leopoldina Leopoldina apresentou a menor média. Quanto ao percentual de gestantes que não realizou no mímino as seis consultas de pré-natal, a GRS de Patos de Minas deixou de acompanhar 83% destas gestantes inscritas, enquanto que a GRS de Teofilo Otoni apresentou a menor média deste indicador. A respeito das seis consultas de pré-natal e de todos os exames básicos, as GRS de Juiz de Fora e Patos de Minas, apresentaram dados idênticos para a não realização deste indicador em 91% de gestantes inscritas. Em relação ao indicador no mínimo de 6 consultas de pré-natal, a consulta de puerpério e todos os exames básicos as GRS de Juiz de Fora e de Patos de Minas não realizaram as atividades em 97% das gestantes inscritas. Quanto ao indicador das gestantes que receberam a segunda (2ª) dose ou a dose reforço ou a dose imunizante da vacina antitetânica a GRS de Juiz de Fora imunizou 66% das gestantes inscritas. O indicador no mínimo de 6 consultas de pré-natal, a consulta de puerpério, todos os exames básicos, a 2ª dose ou dose reforço ou a dose imunizante da vacina antitetânica a GRS de Teófilo Otoni deixou de realizar em 98% das gestantes inscritas. O indicador no mínimo de 6 consultas de pré-natal, a consulta de puerpério, todos os exames básicos, o teste anti-HIV, a 2ª dose ou dose reforço ou a dose imunizante da vacina antitetânica a GRS de Juiz de Fora deixou de realizar em 98% das gestantes inscritas. Em relação ao teste anti-HIV durante a gravidez a GRS de Teófilo Otoni apresentou a maior média de realização do exame 63%. As maiores médias de não realização do exame anti-HIV em gestantes estão localizadas nas regiões Central, Triângulo, Zona da Mata, Rio Doce, Norte e Sul do Estado. O indicador os dois exames VDRL no período gestacional apresentou o maior índice de não realização na GRS de Uberlândia 89% e a menor média foi indentificada na GRS de Governador Valadares. Conclusão: Após uma década de implantação do SISPRENATAL, a ferramenta apresenta baixo impacto quando considerado o seu aspecto assistencial, pois o cumprimento de metas e propostas mostrou-se aquém dos números desejados. A partir dos resultados foi possível verificar a necessidade de uma estruturação do pré-natal em todo o Estado de Minas Gerais no que se refere à ferramenta SISPRENATAL, objetivando a melhora de seus indicadore

Abstract: Introduction: The Ministry of Heath recommends in its general guidelines that the obstetric care must have as primordial characteristics the quality and the humanization of care. Intending to validate these actions was instituted the Humanization of Prenatal, Childbirth and Puerperium Policy along with the utilization of the Monitoring System of the Program of Humanization in Prenatal and Birth tool (Sistema de Acompanhamento do Programa de Humanização no Pré-natal e Nascimento - SISPRENATAL). Objectives: To evaluate and compare the quality of prenatal care between the Health Regional Managements (Gerências Regionais de Saúde - GRS) in Minas Gerais State, considering Humanization of Prenatal and Birth Program (Programa de Humanização do Pré-natal e Nascimento - PHPN) implantation, from the period of August 1st 2000 to July 31th 2010. Methodology: It consists of a transversal study of quantitative approach, using the secondary database that made possible the comparison between the 28 GRS in Minas Gerais State. Results: The data has showed that 11 GRS did not accomplish to implant SISPRENATAL in all of its area¿s municipalities. Regarding the percent of registered pregnant women that made the first consultation related to the number of live births, the GRS of Unaí municipality presented the bigger percent of losses in keeping the pregnant women. In relation to the number of pregnant women registered in the system after 120 days of the date of last menstruation, the GRS of Juiz de Fora municipality presents 20% of registrations out of this period, while Leopoldina¿s GRS presented the lower average. In regard of the percent of pregnant women that did not attend at least six prenatal consultations, the GRS of Patos de Minas failed to keep 83% of the number of registrations, while Teófilo Otoni¿s present the lower average of this indicator. About the six prenatal consultations and all of the basic examinations, Juiz de Fora's and Patos de Minas¿ GRS presented the very same number for the non-accomplishment of this indicator, in 91% of the registered pregnant women. Regarding the indicator of at least six prenatal consultations, puerperium and all of basic examinations, Juiz de Fora¿s and Patos de Minas¿ GRS did not make them in 97% of the registered number. In relation to the indicator of pregnant women that received the second (2nd) dose of tetanus vaccine, the booster dose or the immunizing dose, Juiz de Fora¿s GRS has immunized 66% of the number of registrations. Considering the indicator of at least six prenatal and puerperium consultations, all of the basic examinations and the 2nd dose, booster dose or immunizing dose of tetanus vaccine, was verified that Teófilo Otoni¿s GRS did not accomplish to make all of the proceedings in 98% of women registered. Regarding the indicator of at least six prenatal and puerperium consultations, all of the basic examinations, anti-HIV testing and the 2nd dose, booster dose or immunizing dose of tetanus vaccine, the GRS of Juiz de For a had not made all of the proceedings in 98% of the registered number. In relation to the anti-HIV testing during pregnancy, Teófilo Otoni¿s GRS present the higher average of the examination, 63%. The highest averages of non-accomplishment of anti-HIV testing were located in Central, Triângulo, Zona da Mata, Rio Doce, North and South regions of the State. The indicator that considers the accomplishment of VDRL examinations in pregnancy presented the highest number of failures in Uberlândia¿s GRS, and the lowed average in Governador Valadares¿ GRS. Conclusion: After a decade of SISPRENATAL implantation, it presents low impact when considered its assistance aspect, because the accomplishment of objectives and proposal has showed lower numbers than desired. Based on the results was possible to verify the necessity of a prenatal structuration in entire Minas Gerais State, regarding the SISPRENATAL tool and the achievement of an improvement of its indicators
Subject: Cuidado pré-natal
Saúde da mulher
Serviços de saúde comunitária
Gravidez
Editor: [s.n.]
Date Issue: 2015
Appears in Collections:FENF - Tese e Dissertação

Files in This Item:
File SizeFormat 
Miranda_FrankJoseSilveira_D.pdf4.96 MBAdobe PDFView/Open


Items in DSpace are protected by copyright, with all rights reserved, unless otherwise indicated.