Please use this identifier to cite or link to this item: http://repositorio.unicamp.br/jspui/handle/REPOSIP/282062
Type: DISSERTAÇÃO
Degree Level: Mestrado
Title: A escravidão compartilhada : os relatos de viajantes e os interpretes da sociedade brasileira
Author: Galvão, Cristina Carrijo
Advisor: Marson, Izabel Andrade, 1948-
Abstract: Resumo: A dissenação trata como a viagem se constituiu como fonte de saber e legitimidade do conhecimento literário e científico no Ocidente. Aborda alguns viajantes ingleses e franceses que estiveram no Brasil ao longo do século XIX (Mawe, Koster, Saint-Hílaire, Burton e Couty,a fim de captar as múltiplas concepções que construíram sobre a escravidão, detectando a percepção de uma alteridade em relação à Europa fundada nessa instituição. Mostra como os "intérpretes da história do brasil (Gilberto Freyre, Caio Prado Júnior, Sérgio Buarque de Holanda e Florestan Fernandes) panilharam pressupostos com os relatos de viajantes, na medida em que seus textos revelam um projeto de saber e intervenção política na sociedade brasileira, e por entenderem a escravidão como o traço que distingue a nossa sociedade e marca o seu descompassocom a Europa. O texto propõe pensar a escravidão e o trabalho livre no Brasil a partir da convivência de duas formas de concepção do trabalho como mercadoria, a partir de uma leitura crítica de alguns teóricos do liberalismo (Ladre, Adam Smith, Tocqueville e Stuart Mill),destacando como outras visões dessa história permitem-nos questionar o atributo de barbárie tanto da escravidão como do seu agente, o escravo

Abstract: This dissertation deals with travelling as a source of knowledge and legitimacy for Western literary and scientific knowledge. It focus on English and French travellers in XIX century Brazil (Mawe, Koster, Saint-Hílaire, Burton and Couty), seeking to understand the several conceptions of slavery,understood as a source of alterity with Europe, they built. It shows how "interpreters" of Brazilian history (Gilberto Freyre, Caio Prado Júnior, Sérgio Buarque de Holanda and Florestan Fernandes) shared the presuppositions of the travellers'narratives, as their texts demonstrate a project of knowledge and political intervention in Brazilian society, and due to their understanding of slavery as the distinguishing trait of our society, which enabled them to present it as fundamentally out of line with Europe. The text then proposes to think slavery and free labour in Brazil as the coexistence of two kinds of commodified labour, and with reference to a criticalreading of liberaltheorists (Lodre, Adam Smith, Tocqueville and Stuart Mill), showing how alternative visions of this process may allow us to question the comprehension of slaveryas an institution, and of its agent, the slave, as barbaric
Subject: Escravidão - Brasil
Brasil - História - Séc. XIX
Brasil - Descrições e viagens - Catalogos e exposições
Language: Português
Editor: [s.n.]
Date Issue: 2001
Appears in Collections:IFCH - Tese e Dissertação

Files in This Item:
File SizeFormat 
Galvao_CristinaCarrijo_M.pdf17.3 MBAdobe PDFView/Open


Items in DSpace are protected by copyright, with all rights reserved, unless otherwise indicated.