Please use this identifier to cite or link to this item: http://repositorio.unicamp.br/jspui/handle/REPOSIP/281910
Type: TESE
Title: Concepções e praticas do exercio do poder : a experiencia vivida pela UNEGRO
Author: Calderano, Maria Leticia Cotta
Advisor: Godoi, Emília Pietrafesa de, 1960-
Abstract: Resumo: A presença dos movimentos sociais no cenário político brasileiro tem sido reconhecida como co-promotora de transformações sociais importantes tanto no âmbito da política quanto no da cultura. Ao reivindicarem garantia de acesso à cidadania pelo reconhecimento do "direito a ter direitos", constituem-se como sujeitos políticos, o que por si só é indicativo de grandes mudanças. Este trabalho discute, em um primeiro momento, como a teoria social tem refletido sobre o exercício do poder e, em seguida, apresenta os resultados de uma pesquisa de campo realizada junto a um movimento social, a UNEGRO (União dos Negros pela Igualdade). A pesquisa empírica privilegiou a dinâmica interna do movimento, sua constituição e seus esforços para a construção de uma identidade étnica afrodescendente e sua articulação com outros atores sociais constituintes da sociedade civil. A análise desses aspectos aponta para mudanças qualitativas em sua experiência de exercício do poder, resultantes da opção por uma ação política pautada pela criação de espaços de discussão ampliados sobre as questões raciais e pela participação na elaboração de políticas públicas horizontais e verticais

Abstract: The existence of social movements in the Brazilian political scenario has been acknowledged to be co-producer of major social changes in both political and cultural ranges. Claiming for the "right to have rights", they become political agents and have access to the citizenship which is, itself,an evidence of significant changes. First, this paper discusses social theory reflection over the exercise of power. Later on, presents the results of a field research carried out with members of a social movement called UNEGRO - União dos Negros pela Igualdade (Black People Union for Equality). The empirical research has focused on the movement's internal dynamic, its structure and efforts towards the establishment of an African descendant's ethnic identity, laying special emphasis on the connections of UNEGRO with other political agents. This analysis highlights qualitative changes in UNEGRO's empowerment. Those changes are the result of a choice for a political approach based on increasing opportunities of debates about racial subjects as well as the involvement in the development of horizontal and vertical public policies
Subject: Poder (Ciências sociais)
Movimentos sociais
Organizações militantes negras
Language: Português
Editor: [s.n.]
Date Issue: 2002
Appears in Collections:IFCH - Tese e Dissertação

Files in This Item:
File SizeFormat 
Calderano_MariaLeticiaCotta_M.pdf10.93 MBAdobe PDFView/Open


Items in DSpace are protected by copyright, with all rights reserved, unless otherwise indicated.