Please use this identifier to cite or link to this item: http://repositorio.unicamp.br/jspui/handle/REPOSIP/281880
Type: DISSERTAÇÃO
Degree Level: Mestrado
Title: Entre o rígido e o flexível = D. Antônio Ferreira Viçoso e a reforma do clero mineiro (1844-1875)
Title Alternative: Between the strict and the flexible : D. Antônio Ferreira Viçoso and the clergy reform in Minas Gerais (1844-1875)
Author: Oliveira, Gustavo de Souza 1985-
Advisor: Silva, Eliane Moura, 1953-
Abstract: Resumo: O objetivo da dissertação é analisar o ultramontanismo a partir das práticas religiosas do referido bispo, compreendendo a reforma eclesiástica como criadora de um cotidiano específico e não como simplesmente um movimento transplantado da Europa para o Brasil. Para tanto, estudamos algumas ações de D. Antônio Ferreira Viçoso (1787-1875) durante seu bispado na Diocese de Mariana, Minas Gerais, entre os anos de 1844 e 1875. As medidas adotadas por ele tais como a reestruturação do seminário, as missões perpétuas e as visitas pastorais, somadas às ações dos padres e freiras, foram fundamentais para o entendimento do ultramontanismo como cultura religiosa. Diante de um clero que, apesar das tentativas de controle, continuava a viver da maneira que lhe convinha, a Igreja foi obrigada a alterar algumas de suas normas e se flexibilizar. Assim, a relação entre normas impostas e ações criadoras favoreceu uma reforma eclesiástica menos rigorosa. O movimento ultramontano, iniciado por D. Viçoso, em Minas Gerais, através de ações reformadoras, teve que enfrentar a grande dimensão da diocese, juntamente com a insuficiência numérica dos padres. O resultado foi uma reforma religiosa que tolerou um preparo mais rápido dos clérigos e a continuação no sacerdócio daqueles que possuíam histórico de escândalos

Abstract: The objective of this dissertation is to analyze ultramontanism from religious practices from the referred bishop, understanding ecclesiastic reform as the creator of a specific routine and not only as a movement transplanted from Europe to Brazil. Thus, we studied some actions by D. Antônio Ferreira Viçoso (1787-1875) during his bishopric in dioceses in Mariana, Minas Gerais, from 1844 to 1875. The measures adopted by him as restructuration of the seminar, perpetual missions and pastorals visits, added to actions by priests and nuns, and were very important for the understanding of ultramontanism as religious culture. Opposite to the clergy, who despite controlling attempts, continued to live as they wished, Church had to change some of its rules and to make itself more flexible. Therefore, the relationship among imposed rules and creative actions favored a less strict ecclesiastic reform. The ultramontane movement, started by D. Viçoso, in Minas Gerais, through reformatory actions, had to face the great dimension of the dioceses, together with a numerical insufficiency of priests. The result was a religious reform that tolerated a faster education of the clergy and the continuation in priesthood of those with a record of scandals
Subject: Viçoso, Antônio Ferreira, Bispo, 1787-1875
Igreja Católica - Clero - Brasil
Ultramontanismo
Liberalismo
Religião e cultura
Language: Português
Editor: [s.n.]
Citation: OLIVEIRA, Gustavo de Souza. Entre o rígido e o flexível = D. Antônio Ferreira Viçoso e a reforma do clero mineiro (1844-1875). 2010. 133 p. Dissertação (mestrado) - Universidade Estadual de Campinas, Instituto de Filosofia e Ciências Humanas, Campinas, SP. Disponível em: <http://www.repositorio.unicamp.br/handle/REPOSIP/281880>. Acesso em: 17 ago. 2018.
Date Issue: 2010
Appears in Collections:IFCH - Tese e Dissertação

Files in This Item:
File SizeFormat 
Oliveira_GustavodeSouza1985-_M.pdf1.5 MBAdobe PDFView/Open


Items in DSpace are protected by copyright, with all rights reserved, unless otherwise indicated.