Please use this identifier to cite or link to this item: http://repositorio.unicamp.br/jspui/handle/REPOSIP/281807
Type: TESE
Title: Vulnerabilidades e mobilidade pendular na Região Metropolitana da Baixada Santista
Title Alternative: Vulnerabilities and commuting in the Baixada Santista Metropolitan Area
Author: Silva, Robson Bonifácio da, 1978-
Advisor: Hogan, Daniel Joseph, 1942-2010
Hogan, Daniel Joseph
Abstract: Resumo: Esta dissertação é uma tentativa de relacionar o movimento pendular, considerado uma das modalidades da mobilidade espacial da população, com as vulnerabilidades socioambientais e sociodemográficas, já que acreditamos que as diversas formas de mobilidade populacional podem se constituir em elementos importantes para o avanço dos estudos sobre a vulnerabilidade, pois atuam na distribuição de perigos e afetam a exposição a riscos das pessoas. Inicialmente apresentamos um quadro geral do movimento sobre a Região Metropolitana da Baixada Santista e caracterizamos as pessoas que realizam o movimento pendular na região. Em seguida trabalhamos os conceitos de vulnerabilidade, especialmente a sociodemográfica e a socioambiental, ativos e estrutura de oportunidades. Por último, comparamos as pessoas que realizam o movimento pendular com as que não realizam, com o objetivo de identificar diferenças entre esses dois grupos de pessoas e a sua exposição a maior ou menor vulnerabilidade. Procuramos verificar também se há situações nas quais tais grupos apresentam maior enfrentamento da vulnerabilidade e quais os ativos que ambos mobilizam, tanto para enfrentá-la quanto para se recuperarem dos danos sócio-demográficos e socioambientais

Abstract: The purpose of this study is to relate commuting to social demographic and social environmental vulnerabilities. Many studies believe that several kinds of mobility can be considered as important elements to the understanding of the concept of the vulnerability. Initially we present the characteristics of the commuting and the commuters in the Baixada Santista Metropolitan Area. After, we work on the concepts of vulnerability, assets and structure of opportunities. Finally, we compare the people who commute to those who don't, trying to identify the differences between those two groups of people and their exposure to vulnerable situations. We also try to confirm the existence of situations in which different groups show a higher vulnerability and which assets they can mobilize to deal with the difficulties of life, especially to those related to social demographic and social environmental risks
Subject: População
Demografia
Language: Português
Editor: [s.n.]
Date Issue: 2009
Appears in Collections:IFCH - Tese e Dissertação

Files in This Item:
File SizeFormat 
Silva_RobsonBonifacioda_M.pdf1.49 MBAdobe PDFView/Open


Items in DSpace are protected by copyright, with all rights reserved, unless otherwise indicated.