Please use this identifier to cite or link to this item: http://repositorio.unicamp.br/jspui/handle/REPOSIP/281695
Type: DISSERTAÇÃO
Degree Level: Mestrado
Title: A implantação das reformas neoliberais no Brasil na década de 1990 : a produção das revistas "Economia e Sociedade" e "Dados" em debate
Title Alternative: The implementation of neoliberal reforms in Brazil during the 1990's : the explanations of the periodicals "Economia e Sociedade" e "Dados" at discussion
Author: Souza, Lucas Massimo Tonial Antunes de, 1983-
Advisor: Boito Junior, Armando, 1949-
Junior, Armando Boito
Abstract: Resumo: A dissertação faz um levantamento das explicações sobre a implantação das reformas neoliberais no Brasil durante a década de 1990 nos artigos publicados no periódico Economia e Sociedade e na revista Dados. Foram destacados para a investigação 103 artigos publicados nos dois seriados entre 1990 e 2006 que trataram de no mínimo um dos seguintes assuntos: abertura comercial, liberalização financeira, liberação de preços e salários, liberalização do regime de investimento estrangeiro, privatizações de serviços públicos e empresas estatais e desregulamentação do mercado de trabalho. A pesquisa revelou que, para os autores que publicaram em Economia e Sociedade, estas reformas correspondem à atualização do modelo econômico brasileiro às contingências do tipo histórico de capitalismo que emerge no sistema econômico mundial ao final dos anos 80, resultado da crise que se instaura nos países industrializados centrais, a partir da segunda metade dos anos 70. Por consequência, para essa explicação não faz sentido pensar em um "neoliberalismo brasileiro" nos anos 90, como algo específico diante de outros países latino-americanos; ao contrário, todas essas experiências compartilham uma dimensão de capitalismo periférico, e, como tal, se sujeitam a um ordenamento que vem do centro do sistema capitalista. Esse resultado apareceu na taxonomia dos 65 artigos selecionados nesse periódico segundo quatro critérios de classificação (ênfase, espaço-tempo, natureza das fontes e proposito). As explicações analisadas na revista Dados revelaram não haver uma, mas pelo menos três explicações majoritárias e três subsidiarias. As explicações mais frequentes são a sociológica (que busca as causas das reformas na sociedade brasileira), a explicação institucionalista (que procura na crônica política as causas das reformas) e a explicação pragmática (que postula a inexorabilidade das reformas neoliberais). As explicações menos frequentes são a explicação histórica, a elitista e a explicação internacional. Esse quadro explicativo surgiu da análise em profundidade da tese dos 38 artigos selecionados na revista. As críticas que fizemos a essas explicações se amparam na superioridade heurística da explicação de classe: essa crítica demonstrou os gargalos da problemática do subdesenvolvimento, e apontou alguns obstáculos na compreensão da implantação das reformas neoliberais a partir da ideia de não problema

Abstract: The thesis makes a survey of explanations about the implementation of neoliberal reforms in Brazil during the 1990's in articles published in two journals: Dados and Economia e Sociedade. Were selected to the research 103 articles published in the two serials between 1990 and 2006 who dealt with at least one of the following subjects: trade liberalization, financial liberalization, freeing prices and wages, liberalization of foreign investment scheme, privatization of public services and State-owned enterprises and deregulation of the labor market. The survey revealed that, for the authors who published in Economia e Sociedade, these reforms represent the Brazilian economic model update to contingencies of historical type of capitalism that emerges in the world economic system at the end of the eight's, a result of crisis that establishes in the industrialized countries, since the second half of the seventy's. Consequently, for that explanation doesn't make sense to think of a "Brazilian neoliberalism" in the nineties, as something specific on other Latin American countries; on the contrary, all these experiences share a dimension of peripheral capitalism, and, as such, are subject to an adjustment that comes from the center of the capitalist system. This result appeared in taxonomy of 65 articles in four classification criteria (emphasis, space time, nature of the sources and purpose). The explanations analyzed in the journal Dados revealed that there was not one, but at least three main explanations and three subsidiaries. The most frequent are the sociological explanations (which seeks the causes of reforms in Brazilian society), the institutionalist explanation (which looks at the causes of the reforms policy Chronicle) and the pragmatic explanation (which posits the inexorability of neoliberal reforms). The explanations less frequent are the historical explanation, the elitist and the international explanation. This explanatory framework emerged from the in-depth analysis of the thesis of 38 selected articles in the magazine. The criticisms we have made to these explanations are supported in class explanation heuristics superiority: this critique makes clear the restrictions about the problem of underdevelopment, and pointed out some obstacles in understanding the implementation of neoliberal reforms from the idea of no problem
Subject: Neoliberalismo - Bibliografia
Lugares centrais (Cidades e vilas) - Brasil
Brasil - Política e governo - 1990-
Brasil - História - Periódicos
Language: Português
Editor: [s.n.]
Citation: SOUZA, Lucas Massimo Tonial Antunes de. A implantação das reformas neoliberais no Brasil na década de 1990: a produção das revistas "Economia e Sociedade" e "Dados" em debate. 2012. 229 p. Dissertação (mestrado) - Universidade Estadual de Campinas, Instituto de Filosofia e Ciências Humanas, Campinas, SP. Disponível em: <http://www.repositorio.unicamp.br/handle/REPOSIP/281695>. Acesso em: 20 ago. 2018.
Date Issue: 2012
Appears in Collections:IFCH - Tese e Dissertação

Files in This Item:
File SizeFormat 
Souza_LucasMassimoTonialAntunesde_M.pdf1.2 MBAdobe PDFView/Open


Items in DSpace are protected by copyright, with all rights reserved, unless otherwise indicated.