Please use this identifier to cite or link to this item: http://repositorio.unicamp.br/jspui/handle/REPOSIP/281524
Type: TESE
Title: Reflexões sobre a genese dos estudos ambientais brasileiros : estudo de sociolgia das ciencias sociais
Title Alternative: Reflections on the genesis of the Brazilian environmental studies : a study in sociology of the social sciences
Author: Pires, Alexandre Lucas
Advisor: Ferreira, Leila da Costa, 1958-
Abstract: Resumo: Esta dissertação investiga a gênese do ambientalismo nas ciências sociais brasileiras entre as décadas 1970 e 1990. O autor argumenta que as condições sociais da emergência da produção das ciências sociais a respeito do ambientalismo estão vinculadas ao estado particular da história do campo de produção das ciências sociais da década de 1980 e a formação do mercado do ambientalismo no espaço social nacional. A intermediação dos agentes e instituições vinculados às ciências sociais forneceu as condições sociais de possibilidade da gênese de uma produção científica conforme as regras do campo e voltada para esse mercado em formação a respeito do ambientalismo. A convergência desses fatores, como a existência de agentes com as disposições necessárias (esquemas de produção, sobretudo), um estado do campo hierarquizado e organizado segundo temas e a formação de um mercado de bens simbólicos a respeito do ambientalismo especialmente garantido pelo estado, permitiu que o ambientalismo fosse incorporado a problemática sociológica de então, fornecendo os capitais simbólicos necessários para tal produção e para a reprodução das condições de produção dos cientistas sociais envolvidos

Abstract: This dissertation analyses the genesis of environmental studies in the Brazilian social sciences from the 1970s to the 1990s. The author argues that the social conditions of the emergence of the environmental social sciences production are linked to specific state of the social sciences field¿s history in the 1980s and the formation of the environmental market in the Brazilian social space. The intermediation of the agents and institutions linked to social sciences produced the favourable conditions for the genesis of a scientific production according to the rules of field and towards the emergent environmental market. The convergence of these factors ¿for instance, the existence of agents with necessary dispositions (particularly, schemas of production), a hierarchized and organized state of the field according to themes and the formation of a environmental market of symbolic goods specially guaranteed by the state¿ made possible that the environmental studies was embodied to current sociological problematic, what allowed to accumulate kinds of symbolic capital demanded by scientific production and necessary to reproduction of production conditions of the social scientists involved.
Subject: Ambientalismo
Ciências sociais - Brasil
Language: Português
Editor: [s.n.]
Date Issue: 2007
Appears in Collections:IFCH - Tese e Dissertação

Files in This Item:
File SizeFormat 
Pires_AlexandreLucas_M.pdf854.08 kBAdobe PDFView/Open


Items in DSpace are protected by copyright, with all rights reserved, unless otherwise indicated.