Please use this identifier to cite or link to this item: http://repositorio.unicamp.br/jspui/handle/REPOSIP/281501
Type: TESE
Title: As industrias Matarazzo no interior paulista : arquitetura fabril e patrimonio industrial (1920-1960)
Author: Vichnewski, Henrique Telles
Advisor: Meneguello, Cristina, 1967-
Abstract: Resumo: O império industrial da família Matarazzo foi fundamental na construção e desenvolvimento da industrialização no Brasil, principalmente no Estado de São Paulo, a partir do século XX. Muitas de suas indústrias, instaladas no interior paulista, ainda estão presentes no cotidiano e na memória da população dessas cidades.Dessa maneira, o trabalho apóia-se em um dos instrumentos principais da disciplina arqueologia industrial, que é o inventário detalhado de um patrimônio industrial. Foi realizado, nesta dissertação, o levantamento de 24 indústrias, que utilizavam como matéria-prima o algodão. Instaladas em 17 cidades no interior paulista, entre 1920 a 1960, essas indústrias estão divididas em três grupos: 14 fábricas de beneficiamento do algodão, 5 fábricas têxteis e 5 fábricas de óleos vegetais. Para tal levantamento, além da utilização de fotos antigas, informações de arquivos, jornais de época, mapas e plantas fabris, foram realizadas viagens e visitas técnicas sistemáticas a todos os exemplares mencionados, com a produção de um amplo levantamento visual dos exemplares estudados. O trabalho, além de apresentar os conceitos básicos da disciplina arqueologia industrial e do patrimônio industrial, classifica as indústrias dentro do padrão de industrialização da época em questão e faz uma análise arquitetônica e morfológica desses edifícios fabris. Em síntese, é a reconstrução histórica desse universo fabril, com a finalidade de compreender, explicar e registrar pelo menos parte da industrialização ocorrida no interior do Estado de São Paulo

Abstract: The ¿industrial empire¿ of the Matarazzo was crucial for the building and development of industry in Brazil, particularly in the state of São Paulo during the last century. Many amog theses factories in the hinterlands of São Paulo are still alive in the everyday life or in the memory of the local populations. This work, adopting one of the main tools for the study of industrial archaeology, i.e. the inventory of industrial heritage, listed and surveyed 24 cotton mills, scattered over 17 towns in the state of São Paulo hinterlands, between 1920 and 1960. The use of documents including old pictures, archives, newspapers, blueprints and maps as well as the field research, producing images and new documents, allowed the identification of 14 cotton processing factories, 5 cotton mills and 5 cotton seed-oil factories The thesis analyses the definitions of industrial archaeology and industrial heritage, and classifies the factoires according to the industrialization process and architecural development of the period, aiming at re-building the history of theses factories in order to understand, explain and register this crucial aspect of São Paulo's industrialization process
Subject: Indústrias - São Paulo (Estado)
Arquitetura industrial
Patrimonio
Arqueologia industrial
Language: Português
Editor: [s.n.]
Date Issue: 2004
Appears in Collections:IFCH - Tese e Dissertação

Files in This Item:
File SizeFormat 
Vichnewski_HenriqueTelles_M.pdf17.11 MBAdobe PDFView/Open


Items in DSpace are protected by copyright, with all rights reserved, unless otherwise indicated.