Please use this identifier to cite or link to this item: http://repositorio.unicamp.br/jspui/handle/REPOSIP/281321
Type: TESE
Degree Level: Doutorado
Title: Meu quintal não e parque : populações locais e gestão ambiental no Parque Nacional da Chapada Diamantina-Ba
Author: Guanaes, Senilde Alcantara
Advisor: Godoi, Emília Pietrafesa de, 1960-
Abstract: Resumo: O Parque Nacional da Chapada Diamantina está localizado em uma área de 152.000 hectares na região centro-oeste da Bahia e envolve municípios importantes para o desenvolvimento turístico do Estado. O Parque, aprovado em decreto de 1985, ainda não foi regulamentado, compreendendo como tal o levantamento fundiário para reconhecimento e aquisição legal das terras em seu perímetro; a elaboração e execução do plano de manejo e as ações decorrentes deste, tais como: desapropriação dos moradores, deslocamentos e regras de uso e acesso aos recursos naturais. Esse trabalho pretende historicizar a criação do ¿lugar parque¿, trazendo elementos do contexto de sua criação em 1985; mapear os principais habitantes e usuários e as tensões potencializadas pela eminência da regulamentação; e sobretudo, identificar as estratégias sutis de permanência improvisadas pelos indivíduos ¿atingidos¿ pelo Parque. A partir da experiência local do Parque Nacional da Chapada Diamantina, pretendemos refletir sobre as políticas de conservação e gestão de parques nacionais, trazendo a experiência francesa de gestão de parques nacionais para contrapor com as concepções e modelos difundidos no Brasil

Abstract: The Chapada Diamantina national park is located in an area of 152.000 hectares in the Bahia state center-west region encompassing important cities to state tourism development. The Park, approved in a 1985 decree, has still been not regulated having in its perimeter a agrarian survey on legal lands acquisition, and the elaboration and execution of a land uses plan plus its actions such as: inhabitants dispossession, displacements and natural resources use and access rules. This work intends to historicize the creation of the "park place¿ bringing context elements of its creation in 1985, to map the main inhabitants and users as well as the potential tensions due the regulation eminence, and above all to identify the subtle permanence strategies improvised by the park affected individuals. Based on the local experiences in the Chapada Diamantina national park we intend to reflect on the national parks conservation and management policies bringing the French experience as a national parks management to oppose with the disseminated conceptions and models in Brazil
Subject: Parques nacionais
Gestão ambiental
Populações locais
Parques - França
Diamantina, Chapada da (BA)
Language: Português
Editor: [s.n.]
Citation: GUANAES, Senilde Alcantara. Meu quintal não e parque: populações locais e gestão ambiental no Parque Nacional da Chapada Diamantina-Ba. 2006. 213p. Tese (doutorado) - Universidade Estadual de Campinas, Instituto de Filosofia e Ciencias Humanas, Campinas, SP. Disponível em: <http://www.repositorio.unicamp.br/handle/REPOSIP/281321>. Acesso em: 11 ago. 2018.
Date Issue: 2006
Appears in Collections:IFCH - Tese e Dissertação

Files in This Item:
File SizeFormat 
Guanaes_SenildeAlcantara_D.pdf8.21 MBAdobe PDFView/Open


Items in DSpace are protected by copyright, with all rights reserved, unless otherwise indicated.