Please use this identifier to cite or link to this item: http://repositorio.unicamp.br/jspui/handle/REPOSIP/281317
Type: TESE
Degree Level: Doutorado
Title: Fazer-se no "Estado" : uma etnografia sobre o processo de constituição dos "LGBT" como sujeitos de direitos no Brasil contemporâneo
Title Alternative: The making of oneself in the "State" : an ethnography on the constitution of "LGBT" persons as subjects of rights in contemporary Brazil
Author: Aguião, Silvia, 1982-
Advisor: Gregori, Maria Filomena, 1959-
Abstract: Resumo: Esta tese analisa parte do processo de constituição da população designada, no momento, "LGBT", como sujeitos de direitos no Brasil contemporâneo. Através de uma abordagem que prevê "o Estado" não como uma dada unidade coesa, mas justamente busca investir na análise de processos de criação e recriação de morfologias de Estado-governo, indaga-se como certos "direitos" corporificam certas "identidades" - e vice-versa - e quais os formatos da administração governamental acionados para gerir determinados sujeitos. Os objetivos mais específicos da pesquisa struturaram-se em torno de dois grandes eixos de questionamento: i) a dinâmica própria de constituição de direitos para determinados sujeitos; ii) as táticas e as estratégias de organização e performances do fazer político, envolvendo a replicação de formatos deste mesmo fazer entre movimentos sociais, disputas internas aos próprios movimentos, bem como a circulação desses formatos para cenários governamentais. A investigação foi desenvolvida através da análise de documentos, da observação de eventos e do acompanhamento de uma política especialmente direcionada para "população LGBT". Tratou-se, enfim, de tomar como espaço de pesquisa a interseção entre os próprios elementos que transitam pelo campo que vem legitimando a "coletividade LGBT" no Brasil contemporâneo

Abstract: This thesis analyses part of the process of constitution of the population currently known as "LGBT" as subjects of rights in contemporary Brazil. Instead of looking at the "State" as a single coherent entity, this investigation tracks the (re)creation processes of state-government morphologies, inquiring into the way certain "rights" embody specific "identities," and vice-versa, as well as into the government administration formats set in motion to manage certain subjects. Two main aspects of this phenomenon are addressed: (i) the dynamics of rights-making for certain subjects; ii) the tactics and strategies of organization and performances in political affairs. The latter involve the reproduction of state politics by social movements; the movements own internal conflicts; and the circulation of the latter into government scenarios. Research procedures included the analysis of documents, and observation at events, following the implementation of policies specifically directed towards the "LGBT population". In sum, the sources for this research project were found at the intersection between the very elements which, in their transit between one field and another, construct the legitimacy of a "LGBT collective" in contemporary Brazil
Subject: Sexualidade
Gênero
Estado
Movimentos sociais
Direitos humanos
Editor: [s.n.]
Date Issue: 2014
Appears in Collections:IFCH - Tese e Dissertação

Files in This Item:
File SizeFormat 
Aguiao_Silvia_D.pdf34.18 MBAdobe PDFView/Open


Items in DSpace are protected by copyright, with all rights reserved, unless otherwise indicated.