Please use this identifier to cite or link to this item: http://repositorio.unicamp.br/jspui/handle/REPOSIP/281295
Type: TESE
Degree Level: Doutorado
Title: O homem por trás do Leviatã : ciência e política na filosofia do Poder de Thomas Hobbes
Title Alternative: The man behind the Leviathan : science and policy in Thomas Hobbes philosophy of power
Author: Silva, Luiz Carlos Santos da, 1975-
Advisor: Frateschi, Yara Adario, 1973-
Abstract: Resumo: No presente trabalho procuro apresentar como o método resolutivo-compositivo ou geométrico estabelece uma relação fundamental entre filosofia natural e política nas bases do pensamento hobbesiano mais sistemático. Nesse registro, busco mostrar como Hobbes entende que as definições geométricas não seriam apenas descritivas ou especulativas, mas também prescritivas e práticas. Por isso, as definições da geometria euclidiana não apenas descreveriam a forma de uma figura estática, mas também prescreveriam um possível modo de geração ou de construção desses objetos. Da perspectiva hobbesiana os axiomas fundamentais da geometria euclidiana podem ser demonstrados, por isso estes postulados devem ser entendidos como princípios de construção ou de autoridade, mais do que de conhecimento. Desse prisma, a geometria euclidiana poderia ser entendida como uma ciência capaz de orientar tanto o entendimento quanto as ações humanas. Com base nisso, procuro mostrar como a filosofia natural e política de Hobbes se funda sobre uma aplicação desse método a uma mesma matéria: os homens e suas paixões. É nesse registro que, no decorrer de todo o presente trabalho, procuro elucidar como as paixões humanas (matéria tanto da filosofia natural quanto da política) são vistas por Hobbes sob a ótica do mesmo método geométrico, mas ora como efeito (do movimento externo que afeta os sentidos humanos) e ora como causa (do movimento voluntário dos homens no mundo). Sob esta perspectiva, procuro evidenciar de que modo o caráter convencional do método hobbesiano se aplica aos termos do contrato social constitutivo de um Estado civil soberano, presente nas bases de uma filosofia que entende as ciências e o próprio conhecimento como sinônimos de poder

Abstract: In this thesis I try to present as the resolutive-compositive or geometric method establishes a fundamental relationship between natural philosophy and policy on the fundamental principle of hobbesian thought. In this sense, I try to show how Hobbes believes that the geometric definitions would not only descriptive or speculative, but also prescriptive and practices. Therefore, the geometry definitions describe not only the form of a static picture but also prescribe a possible way of generation or building these objects. For the Hobbesian perspective the fundamental axioms of Euclidean geometry can be demonstrated, so these postulates must be understood as principles of construction or authority rather than knowledge. From this angle, Euclidean geometry could be understood as a science capable of guiding both the understanding and human actions. These actions regarded both as a knowledge and authority. Based on this, I seek to show how natural philosophy and policy is based on an application of this method to the same matter: men and their passions. In this way, throughout this work I try to elucidate how human passions (matter of natural philosophy and politics) are seen by Hobbes from the perspective of the same geometric method, but sometimes as the effect (of the external movement affects the human senses) and sometimes as cause (the voluntary human movement in the world). From this perspective, I try to show how the conventional character of the Hobbesian method applies to the terms of the constitutive social contract of a sovereign civil State that are present on the basis of a philosophy that understands the science and knowledge itself as power synonymous
Subject: Hobbes, Thomas, 1588-1679. Leviatã
Nominalismo
Mecanicismo (Filosofia)
Soberania
Language: Português
Editor: [s.n.]
Date Issue: 2014
Appears in Collections:IFCH - Tese e Dissertação

Files in This Item:
File SizeFormat 
Silva_LuizCarlosSantosda_D.pdf1.83 MBAdobe PDFView/Open


Items in DSpace are protected by copyright, with all rights reserved, unless otherwise indicated.