Please use this identifier to cite or link to this item: http://repositorio.unicamp.br/jspui/handle/REPOSIP/281285
Type: TESE
Degree Level: Doutorado
Title: Envelhecimento demográfico e mudanças na transição à velhice entre brasileiros de distintas gerações
Title Alternative: Demographic aging and changes in transition to old age among Brazilians of different generations
Author: Guidotti Gonzalez, Carolina Alondra, 1980-
Advisor: Aidar, Tirza, 1961-
Abstract: Resumo: Como parte do processo de transição demográfica, que inclui substancial aumento da longevidade, a população brasileira experimenta uma série de mudanças que reconfiguram seu mapa etário e repercutem na sociedade como um todo. Dentro desse cenário de envelhecimento da população, o foco deste trabalho é conhecer as mudanças que experimentam distintas gerações na medida em que atingem as idades nas quais passam a ser consideradas como população idosa. As análises focalizam três dimensões específicas: na condição da população no âmbito doméstico, no mercado de trabalho e em relação às condições de saúde, atentando para os diferenciais entre homens e mulheres e segundo condição socioeconômica. Para esse fim, a perspectiva teórica privilegiada é a do curso de vida. Esta perspectiva propõe um marco conceitual que permite considerar os processos de mudança social e os processos demográficos como interdependentes. Dessa forma, o envelhecimento é considerado como processo, dando destaque à interseção entre a mudança no tempo biológico dos indivíduos ¿ demarcada fortemente pela idade ¿ com as mudanças no tempo histórico (com enfoque na dimensão política, econômica, demográfica e social) e com a sucessão de coortes. Parte-se da hipótese de que a população idosa é um grupo heterogêneo, e que tal heterogeneidade vem aumentando desde as últimas décadas, o que estaria diversificando a experiência de transição à velhice. Adicionada à discussão teórica, as análises empíricas são construídas privilegiando comparações entre diferentes coortes. Para isso são utilizados dados dos Censos demográficos dos anos 1970, 1980, 1991, 2000 e 2010, e realizadas análises de entropia com dados das Pesquisas Nacionais por Amostra de Domicílios (PNADs) dos anos 1998 e 2008. Os resultados indicam a relevância do contexto histórico ¿ e, dentro deste, das políticas públicas ¿ na demarcação de condições de vida diferentes entre as distintas gerações, o que contribui com a diferenciação da experiência de envelhecer e aumenta a heterogeneidade da população idosa

Abstract: As part of the demographic transition, which includes substantial increase in longevity, the Brazilian population undergoes changes that reconfigure their age map and have repercussions on the society as a whole. Within this scenario of an aging population, the focus of this work is to understand the changes experienced by different generations as they reach the ages at which they are considered older people. The analysis focuses on three specific dimensions: the condition of the population on the domestic context, on labor market and on the relation to health conditions, focusing on the differences between men and women according to socioeconomic conditions. To this end, the theoretical approach used is the life course perspective. It proposes a conceptual framework that allows considering social change processes and demographic processes as interdependent. Thus, aging is understood as a process, by highlighting the intersection between change on individual biological time ¿ strongly demarcated by age ¿ with changes in historical time (focusing on political, economic, demographic and social dimension) and cohort succession. The main hypothesis is that older population is a heterogeneous group, and that heterogeneity has increased since the last decades, which diversify the experience of transition to old age. Added to that theoretical discussion, empirical analyses are built stressing the comparison between different cohorts. For that propose is used data from the demographic censuses of 1970, 1980, 1991, 2000 and 2010 and entropy analyzes are performed with data from the National Household Sample Survey (PNAD) of 1998 and 2008. Results indicate the importance of historical context ¿ and, within this, public policies ¿ in the demarcation of different living conditions between different generations, which contributes to the differentiation of the experience of aging and increases the heterogeneity of the elderly population
Subject: Envelhecimento da população
Velhice
Gerações
Editor: [s.n.]
Citation: GUIDOTTI GONZALEZ, Carolina Alondra. Envelhecimento demográfico e mudanças na transição à velhice entre brasileiros de distintas gerações. 2014. 166 p. Tese (doutorado) - Universidade Estadual de Campinas, Instituto de Filosofia e Ciências Humanas, Campinas, SP. Disponível em: <http://www.repositorio.unicamp.br/handle/REPOSIP/281285>. Acesso em: 26 ago. 2018.
Date Issue: 2014
Appears in Collections:IFCH - Tese e Dissertação

Files in This Item:
File SizeFormat 
GuidottiGonzalez_CarolinaAlondra_D.pdf1.42 MBAdobe PDFView/Open


Items in DSpace are protected by copyright, with all rights reserved, unless otherwise indicated.