Please use this identifier to cite or link to this item: http://repositorio.unicamp.br/jspui/handle/REPOSIP/281245
Type: TESE
Degree Level: Doutorado
Title: Não sois máquina! : reestruturação produtiva e adoecimento na General Motors do Brasil
Title Alternative: You are not machine! : productive restructuring and episodes of illness at General Motors Brazil
Author: Praun, Lucieneida Dovao, 1966-
Advisor: Antunes, Ricardo, 1953-
Antunes, Ricardo Luiz Coltro
Abstract: Resumo: A pesquisa ora apresentada trata do impacto da reorganização do trabalho e da produção fundada nos pressupostos do toyotismo, em curso no Brasil a partir dos anos 1990, sobre a saúde dos trabalhadores. Tem como pressuposto a análise teórica que articula as alterações ocorridas no interior dos locais de trabalho, em escala global, a um processo mais amplo de reorganização do padrão de acumulação capitalista. Para desenvolvimento da pesquisa tomou-se como objeto de estudo a General Motors do Brasil (GMB), particularmente a planta produtiva instalada no município de São José dos Campos/SP. Especificamente sobre a planta localizada no interior paulista foram analisadas 1.517 Comunicações de Acidentes de Trabalho (CAT), sendo 579 emitidas pela GM e as restantes, 938, pelo Sindicato dos Metalúrgicos de São José dos Campos. A análise destes documentos, da pesquisa bibliográfica, do acesso a outras fontes documentais, assim como a realização de entrevistas focalizadas com os trabalhadores da General Motors do Brasil, possibilitaram a construção de um panorama das condições de trabalho presentes na respectiva planta e seu impacto sobre os trabalhadores. Buscou-se ainda, por meio da pesquisa bibliográfica e documental, a relação do fenômeno estudado a partir de um local específico com processos mais amplos, em andamento, que articulam precarização, aceleração do ritmo e intensidade do trabalho, ao aumento expressivo, no mundo inteiro, da incidência de acidentes e doenças profissionais e do trabalho

Abstract: The present research reveals the significant impact upon labor reorganization and production oriented towards the so-called Toyotism, which is in progress in Brazil since the 1980¿s and closely related to workplace health. The research theoretically focuses on the changes detected in the work environment, influenced by a lengthy process of capitalist accumulation. In order to carry out the study, a General Motors Brazil (GMB) plant located in São José dos Campos was selected. More specifically, 1517 work accident claims were analyzed, of which 579 were filed by GM and 938 by the Labor Union in São José dos Campos. Based on the critical analysis of documents and interviews with GM workers a framework for the working conditions in the aforementioned plant and the impact on workers was developed. The research also sheds light on the process which brings about precarious work, rhythm acceleration and labor intensity in view of the considerable growth of workplace injury and illness
Subject: General Motors do Brasil
Trabalhadores da industria automobilistica - Brasil
Precarização
Saúde e trabalho
Sociologia do trabalho
Editor: [s.n.]
Date Issue: 2014
Appears in Collections:IFCH - Tese e Dissertação

Files in This Item:
File SizeFormat 
Praun_LucieneidaDovao_D.pdf2.11 MBAdobe PDFView/Open


Items in DSpace are protected by copyright, with all rights reserved, unless otherwise indicated.