Please use this identifier to cite or link to this item: http://repositorio.unicamp.br/jspui/handle/REPOSIP/281220
Type: TESE
Degree Level: Doutorado
Title: Riscos e vulnerabilidades às mudanças climáticas e ambientais : análise multiescalar na zona costeira de São Paulo - Brasil
Title Alternative: Risk and vulnerability to climate and environmental changes : multiscale analysis in the coastal zone of São Paulo - Brasil
Author: Iwama, Allan Yu, 1980-
Advisor: Batistella, Mateus, 1963-
Abstract: Resumo: As zonas costeiras são áreas potencialmente sujeitas a riscos ambientais, sobretudo no contexto de eventos climáticos extremos. Há uma considerável parcela da população vivendo em zonas costeiras, o que reforça a importância de apontar as situações de risco e vulnerabilidade que as mudanças climáticas trazem para essas regiões. Esta pesquisa tem como principais objetivos: (1) identificar e caracterizar as áreas em situação de vulnerabilidade no litoral do estado de São Paulo, com ênfase no litoral norte, compreendido pelos municípios de Caraguatatuba, Ilhabela, São Sebastião e Ubatuba; (2) avaliar a percepção das pessoas em situação de risco e analisar suas estratégias de adaptação ou enfrentamento [aos riscos a que estão expostas]. A abordagem metodológica foi baseada considerando duas principais escalas, a regional e a local, embasadas por um misto de métodos que envolveu a análise espacial de dados sociodemográficos e do meio físico e a aplicação de questionários estruturados para analisar a percepção da população em situações de risco e o contexto das mudanças climáticas. Os resultados apontam para uma distribuição das áreas de riscos geotécnicos no litoral paulista, com ênfase analítica para a UGRHi-3 (litoral norte de São Paulo), classificada como Muito Alta ou Alta suscetibilidade a escorregamentos ou inundação, sobretudo em áreas de acesso restrito da população aos serviços públicos básicos ou em condições precárias de moradia. Os resultados chamam atenção para situações de vulnerabilidade social, que têm se mantido `contínuas¿ ao longo de dez anos, associadas a um retrato de contraste social e segregação socioespacial, sem uma efetiva intervenção ou ação para reduzir os impactos ante a um perigo iminente de desastre. O que se tem observado são ações remediadoras de pós-evento aos `desastres¿ e suas razões vão desde um quadro insuficiente de equipes de defesa civil para atender toda a extensão dos municípios até uma política institucional voltada mais para ações de reconstrução do que de prevenção. Essa realidade vem sendo modificada com a implementação de políticas públicas orientadas para uma integração de instrumentos de gestão (tais como regras para parcelamento de uso do solo, planos diretores, zoneamento e mapeamento de riscos) que considerem também aspectos das mudanças climáticas. No entanto, essas ações ainda são incipientes. Os resultados desta pesquisa permitem possíveis avanços nas abordagens teóricas e metodológicas ligadas ao tema de vulnerabilidade e adaptação da sociedade diante dos riscos a que está exposta, buscando também contribuir para uma interface com as políticas públicas. Os resultados, em seu conjunto, trazem contribuições como parte integrante do projeto temático "Clima" ¿ Crescimento populacional, vulnerabilidade e adaptação: dimensões sociais e ecológicas das mudanças climáticas no litoral de São Paulo (n.o 2008/58159-7), no escopo do Programa Fapesp de Pesquisa sobre Mudanças Climáticas Globais (PFPMCG)

Abstract: The coastal zones are areas of potential environmental risks, particularly in the context of climatic extreme events. A significant portion of the population living in coastal areas, emphasizing the importance of characterizing situations of risk and vulnerability in the context of climate change in these regions. This research project had two main objectives: (1) identify and characterize vulnerable areas on the coast of São Paulo, with focus on the Northern coast (UGRHi-3), by municipalities Caraguatatuba, Ilhabela, São Sebastião and Ubatuba; (2) assess the risk perception of people at risk and to analyze their strategies of adaptation or coping [the hazards/risks they are exposed]. The methodological approach was based on considering two main scales: regional and local levels, based on a combination of methods involving spatial data analysis of the physical and demographic variables and the application of structured questionnaires to analyze the risk perception of the population at risk and context of climate change. The results point out to a distribution of areas of geotechnical risks on the coast of São Paulo, ranked as Very High or High susceptibility to landslides or flooding, especially in areas of restricted access of the population to basic public services or in slums housing conditions. The results called attention to situations of social vulnerability that has remained 'continuous' over ten years, together with a scenario of social contrasts and socio-spatial segregation without an effective intervention or action to reduce the impacts faced with the risk impending disaster. What has been observed is actions post-event to 'disasters' and his reasons ranging from insufficient framework of civil defense teams to meet the full extent of these municipalities by an institutional policy focused on actions for reconstruction than prevention. This situation has been changing with the implementation of public policies for the integration of management tools (such as guidelines for land use, master plans, zoning and risk mapping) and also consider aspects of climate change, however is still incipient. The results of this research supported the research components within the thematic `Clima¿ project - "Population growth, vulnerability and adaptation: social and ecological dimensions of climate change on the coast of São Paulo" (Fapesp 2008/58159-7), in the scope the FAPESP Research Program on Global Climate Change (PFPMCG), allowing possible advances in methods approaches linked to the theme [risks and vulnerabilities] and adaptation of society against the hazards/risks they are exposed. This approach, also sought to contribute to the broader issues of the thematic project from FAPESP, seeking interfaces with public policy
Subject: Risco
Vulnerabilidade
Percepção de risco
Multiescala
Mudanças climáticas
Editor: [s.n.]
Date Issue: 2014
Appears in Collections:IFCH - Tese e Dissertação

Files in This Item:
File SizeFormat 
Iwama_AllanYu_D.pdf18.98 MBAdobe PDFView/Open


Items in DSpace are protected by copyright, with all rights reserved, unless otherwise indicated.