Please use this identifier to cite or link to this item: http://repositorio.unicamp.br/jspui/handle/REPOSIP/281080
Type: DISSERTAÇÃO
Degree Level: Mestrado
Title: Os dois verbos existir do portugues
Author: Bechara, Eli Nazareth
Advisor: Dascal, Marcelo, 1940-
Abstract: Resumo: A presente investigação visa uma tentativa de evidenciar, por processos sintáticos e semânticos, que o verbo existir tradicionalmente classificado como um único verbo, intransitivo e pessoal, poderia ser descrito ora tendo duas entradas lexicais distintas, ora como tendo uma única. Para mostrar que isto é um fnto, descrevemos no capitulo I sentenças em aue ambos ocorrem. Na primeira parte, abstraímos duas entradas lexicais distintas para existir, segundo a teoria de Chomsky(1965), examinando tal hipótese à luz de sentenças em que ocorre a partlcula exclusiva só. Na segunda parte, damos evidência de uma única entrada lexical para existir, segundo a teoria de Fillmore(1969), e outros. No capítulo II, damos fundamentos semânticos, segundo a téoria de Katz(1964), sobre sentenças analíticas, sintéticas ou contraditórias. Examina-se neste capitulo que o verbo existir do português contém sentidos que se opõem lexicalmente, e para comprovar tal fato, tomam-se sentenças complexas em que ambos ocorrem - um/numa sentenças afirmativa e o outro, numa negativa, aparentemente contraditória àquela - e se comprova que tais sentenças não são contradítórias entre si. Este trabalho foi feito concentrando-se atenções sobre a língua portuguesa e, provavelmente, se poderia generalizar a outras linguas naturais (e.g. Francês, Inglês, Alemão, etc.)
Subject: Gramatica comparada e geral - Verbo
Lingua portuguesa - Verbos
Língua portuguesa - Semântica
Language: Português
Editor: [s.n.]
Date Issue: 1976
Appears in Collections:IFCH - Tese e Dissertação

Files in This Item:
File SizeFormat 
Bechara_EliNazareth_M.pdf2.5 MBAdobe PDFView/Open


Items in DSpace are protected by copyright, with all rights reserved, unless otherwise indicated.