Please use this identifier to cite or link to this item: http://repositorio.unicamp.br/jspui/handle/REPOSIP/281054
Type: TESE
Degree Level: Doutorado
Title: Cadencias e decadencias do Brasil : (o futuro da nação a sombra de Darwin, Haeckel e Spencer)
Title Alternative: Cadence and decadence of Brasil : the shadow of Darwin, Haeckel and Spencer over national future
Author: Doria, Carlos Alberto
Advisor: Rego, Walquiria Gertrudes Domingues Leão, 1946-
Rego, Valquiria Gertrudes Domingues Leão
Abstract: Resumo: À constituição de uma nova nação corresponde também a formação da idéia que a expressa, o modo de representá-la como objeto do pensamento que abarca os seus caracteres sociais, culturais, econômicos, geográficos, históricos e políticos. O propósito dessa tese é estudar a formação desse objeto de pensamento primeiro como um requerimento da filosofia da história do século XIX e, depois, como noção trabalhada no bojo das teorias evolucionistas do período até ela se materializar através da ¿arte de governar¿. A orientação do estudo é, portanto, dispor a nação como conceito em formação segundo a diretriz de integração dos seus vários componentes. Os autores em cujos textos se persegue esse rocesso são, com prioridade, Euclides da Cunha, Manoel Bomfim e Silvio Romero e, secundariamente, Oliveira Vianna. A tese está dividida em quatro partes e nove capítulos. Na primeira parte, em três capítulos, são expostas as hipóteses do trabalho, o enquadramento histórico do tema e a diretriz de integração que orienta metodologicamente o estudo. Na segunda parte, composta por um capítulo, trata-se da filosofia da história como gênero literário típico do século XIX e dos problemas da absorção de uma nação nova nesse nível de representação da história, tomada como um processo ascensional marcado por descontinuidades ¿ ¿decadências¿ ¿ que também afetam a sua trajetória. Na terceira parte, composta por quatro capítulos, discorre-se sobre a adoção por autores nacionais dos paradigmas do evolucionismo, em variantes darwinistas e pré-darwinistas, como elementos de crítica do conhecimento no tratamento de temas como a hereditariedade e a adaptação, considerando as particularidades do meio e das ¿raças¿ humanas que integram idealmente a nação. É esse tratamento pelos autores nacionais que lhes permite vislumbrar uma agenda política para o Estado, agora como principal fautor da nação ou agente político da sua integração. Finalmente, na quarta parte são apresentados argumentos conclusivos do estudo a partir das correlações das partes da tese

Abstract: As it is well known, the constitution of a new nation also corresponds to the construction of the very idea of nation and its own way to represent it as the object of thought which embraces social, cultural, economic, geographic, historical and political characters. The aim of this dissertation is to study the formation of this object of thought first of all as a request of the Philosophy of History in the 19th century, and further, as a notion worked in the core of the evolutionist theories of the period up to its incorporation as object that the state shall incorporate in the ¿art of governing¿. Therefore, the guideline of the study is to display the nation as a concept under formation, according to the guidelines of the integration of its many components. The authors whose texts we pursue this processes are, primarily, Euclides da Cunha, Manoel Bomfim and Silvio Romero, and secondarily, Oliveira Vianna. The dissertation is divided into four parts and nine chapters. In the first part, in three chapters, the hypothesis of the work, the historic settlement of the theme, and the guideline of the integration which gives the methodological orientation of the study, are presented. The second part, corresponding to one chapter, deals with the Philosophy of History as a typical 19th century literary genre, and with the problems of absorbing a new nation in such a level of representation of History as a rising process marked by discontinuities, ¿decadency¿, which also affect the integration of new nations. The third part, composed by four chapters, discoursed about the adoption of the evolutionism paradigms by home authors in Darwinist and pre Darwinist variations, as elements for knowledge criticism in treating themes, such as heritage and the adaptation along the historical process, considering the particulars of the environment, and of the human ¿races¿ which integrate ideally into the nation. It is this treatment given by home authors that allows them to forsee a politic agenda for the Estate, now as the main nation factor or the political agent of its integration. Finally, the forth part presents final arguments of the study as of the correlations of the dissertation parts
Subject: Cunha, Euclides da, 1866-1909
Bomfim, Manoel, 1868-1932
Romero, Silvio, 1851-1914
Evolucionismo
Raças - Brasil
Pensamento crítico
Language: Português
Editor: [s.n.]
Citation: DORIA, Carlos Alberto. Cadencias e decadencias do Brasil: (o futuro da nação a sombra de Darwin, Haeckel e Spencer). 2007. 356 p. Tese (doutorado) - Universidade Estadual de Campinas, Instituto de Filosofia e Ciencias Humanas, Campinas, SP. Disponível em: <http://www.repositorio.unicamp.br/handle/REPOSIP/281054>. Acesso em: 11 ago. 2018.
Date Issue: 2007
Appears in Collections:IFCH - Tese e Dissertação

Files in This Item:
File SizeFormat 
Doria_CarlosAlberto_D.pdf2.33 MBAdobe PDFView/Open


Items in DSpace are protected by copyright, with all rights reserved, unless otherwise indicated.