Please use this identifier to cite or link to this item: http://repositorio.unicamp.br/jspui/handle/REPOSIP/280949
Type: TESE
Degree Level: Doutorado
Title: Metamorfoses = o papel do BNDES na reordenação da economia brasileira
Title Alternative: Metamorphosis : the role of BNDES in the reordering of the brazilian economy
Author: Costa, Karen Fernandez
Advisor: Cruz, Sebastião Carlos Velasco e, 1948-
Abstract: Resumo: O trabalho busca compreender o papel do BNDES na formulação e implementação das estratégias de desenvolvimento adotadas no Brasil nos governos Collor, Itamar Franco e Fernando Henrique Cardoso (1995-1998/1999-2002). Apreendem-se as continuidades e descontinuidades na estratégia de desenvolvimento empreendida pela instituição no período estudado, bem como se evidencia o lugar por ela ocupado na trama burocrática estatal. No âmbito interno ao Banco, analisam-se os processos de reestruturação, o ideário hegemônico, os setores contemplados, bem como suas prioridades. No plano externo a ele, examinam-se os conflitos intragovernamentais, a política industrial e sua relação com a política macroeconômica. Pretende-se apreender o papel do BNDES nesses embates. A fragilidade da política industrial e a fraqueza da política de desenvolvimento nos governos Collor, Itamar e Fernando Henrique foram decisivas no percurso do Banco e fizeram com que ele tivesse reduzida a sua capacidade de pautar a agenda governamental e de influenciar a definição de uma agenda de desenvolvimento. Nesse sentido, o BNDES perdeu posição de poder na trama governamental, embora tenha preservado sua importância como um instrumento da política de estabilização. Por fim, a análise da trajetória e do papel do Banco permite a compreensão de uma dinâmica mais ampla e que não se restringe a ele. Isto é, as especificidades da política nacional, sobretudo a de desenvolvimento, os impasses vividos pelos atores políticos e o processo de liberalização experimentado nos anos 1990 podem ser melhor explicados por meio do estudo de uma instituição como o BNDES

Abstract: This study achieves to comprehend the role of BNDES on the formulation and implementation of the development strategies adopted in Brasil during the Collor, Itamar Franco and Fernando Henrique Cardoso's governments (1995-1998/1999-2002). It apprehends the continuity and discontinuity of the development strategy adopted by the institution during the period, and evidences which place it fulfills inside the state burocratic net. From the inside ambit of the bank, it analyses the restructuration process, the hegemonic ideas, the contemplated sectors and its priorities. From the outside ambit, it exams the intragovernamental conflicts, the industrial policies and their relation with the macroeconomical policy. It intends to understand the BNDES's function across this context. The industrial policy fragility and the development policy weakness on the Collor, Itamar Franco and Fernando Henrique's governments were decisive on the trajectory of the bank, because they reduced the its capacity to rule the governamental agenda and to influence the definition of a development agenda. In fact, BNDES lost its power position inside the state net, eventhough has preserved its importance as a stabilization policy instrument. Finally, the analysis of the trajectory and the role of the bank allowds a comprehension of a larger dynamic not restricted on itself. I.e., the specificities of the national policy, specially the one of development, the impasse lived by the policy actors and the process of liberalization experimented during the 1990's can be better explained across the study of an institution as BNDES
Subject: Burocracia
Estado
Language: Português
Editor: [s.n.]
Date Issue: 2011
Appears in Collections:IFCH - Tese e Dissertação

Files in This Item:
File SizeFormat 
Costa_KarenFernandez_D.pdf2.46 MBAdobe PDFView/Open


Items in DSpace are protected by copyright, with all rights reserved, unless otherwise indicated.