Please use this identifier to cite or link to this item: http://repositorio.unicamp.br/jspui/handle/REPOSIP/280923
Type: TESE
Degree Level: Doutorado
Title: Poder, hierarquia e reciprocidade : os caminhos da politica e da saude no Alto Rio Negro
Author: Garnelo, Luiza
Advisor: Wright, Robin Michael
Abstract: Resumo: Esta tese pode ser enquadrada no campo da antropologia política, com forte afinidade com o que Ortner (1994) denominou de Nova Teoria das Práticas, explorando as relações de poder, saber e hegemonia travadas numa dada sociedade, os Baniwa do Alto Rio Negro, Noroeste da Amazônia brasileira. O trabalho tomou como ponto de partida e eixo principal, o estudo das representações de doença, práticas de cura, movimentos reivindicatórios por melhoria das condições de vida e a interação com políticas públicas de saúde, discutindo o exercício do poder político num contexto de relações interétnicas. Analisa ainda como essas práticas sociais se constituíram historicamente e de que modo se articulam com as concepções indígenas de poder e com as formas possíveis da expressão da autoridade nas culturas locais. Buscou também compreender como agentes etnopolíticos - tomados como manifestações individuais de experiências coletivas - atuam na definição, reprodução e transformação das relações de força e assimetrias que perpassam suas vidas. Conclui que a reprodução da estrutura social Baniwa vem gestando sua própria transformação através de reordenamentos históricos que estabelecem um "modo Baniwa" de interagir com o mundo não indígena, pautado pela lógica das produções míticas e cosmológicas do grupo

Abstract: This thesis is situated in the field of political anthropology, with strong similarities to what Ortner (1994) has called New Theories of Practice, exploring the relationships between power, knowledge and hegemony in a given society, the Baniwa of the Upper Rio Negro, Northwest Amazon, Brazil. The thesis takes as its starting point and main axis, the study of the representations of disease, curing practices, ethnopolitical movements and their interaction with public health politics, discussing the exercise of political power in the context of interethnic relationships. It analyzes how social practices have been historically constituted and how the indigenous conceptions of power tie in with the expression of authority on the local leveI. It seeks to understand how ethnopolitical agents - understood as individual manifestations of collective experiences - act in the definition, reproquction and transformation of the relationships of force and asymmetry that exist in their lives. It concludes that the reproduction of Baniwa social structure is generating its own transformation through an historical reordering that establishes a "Baniwa way' of interacting with the non indigenous world, govemed by the logic of mythical and cosmological productions of the grou
Subject: Antropologia política
Índios da América do Sul - Manaus (AM)
Poder (Ciências sociais)
Saúde
Language: Português
Editor: [s.n.]
Date Issue: 2002
Appears in Collections:IFCH - Tese e Dissertação

Files in This Item:
File SizeFormat 
Garnelo_Luiza_D.pdf28.31 MBAdobe PDFView/Open


Items in DSpace are protected by copyright, with all rights reserved, unless otherwise indicated.