Please use this identifier to cite or link to this item: http://repositorio.unicamp.br/jspui/handle/REPOSIP/280921
Type: TESE
Degree Level: Doutorado
Title: Natureza dividida : considerações sobre a ideia de natureza no seculo XVIII e sua influencia na formação do pensamento
Title Alternative: Divided nature : thoughts on the idea of nature in the eighteenth-century and its influence on the constitution of the romantic thought
Author: Kawana, Karen Kazue
Advisor: Romano, Roberto, 1946-
Romano, Roberto
Abstract: Resumo: O objetivo deste trabalho é procurar mostrar como há uma mudança na maneira como a idéia de natureza no século XVIII é concebida pelos pensadores. Poderíamos considerar o século como um período de transição entre duas épocas do pensamento europeu no qual observamos a substituição de uma concepção de mundo herdada da tradição clássica e do racionalismo por idéias que mais tarde darão origem ao romantismo. A natureza clássica é inteligível, ela forma uma totalidade harmônica e ordenada que poderíamos alcançar por meio da razão, ela englobaria todos os nossos conceitos, inclusive os morais, eles teriam, assim, uma existência própria e seria por meio de nossa razão que os compreenderíamos e poderíamos colocar em prática em nosso cotidiano. O que vemos, ao longo do século em questão, é um descrédito dessa visão de mundo (ou natureza, pois ambas as palavras são intercambiáveis) em favor de uma concepção de mundo voltada para os fenômenos, para aquilo que podemos apreender por meio de nossos sentidos, sensações e sentimentos. Em suma, estes últimos começam a ganhar a posição de destaque antes ocupada pela razão

Abstract: The aim of this work is to point how the philosophers considered nature in the Eighteenth Century. In that period we observe the substitution of a world view inherited from the Classical and Rationalist traditions for those ideas which will give birth to the Romanticism in the Nineteenth century. For the Classicists nature is apprehended by reason, it constitutes an harmonic and organized unit which is reached by our intellectual faculties, it would enclose all our concepts, even the moral ones, and our reason would be the faculty by means of which we could understand those concepts and put them to practical use in our everyday life. What we see during the Eighteenth century is an undervaluation of the Classicism in favor of a world view focused on the phenomenal world, on those things which we can apprehend through our senses, sensations and feelings
Subject: Natureza
Filosofia - História
Romantismo
Pensamento - Séc. XVIII
Language: Português
Editor: [s.n.]
Date Issue: 2006
Appears in Collections:IFCH - Tese e Dissertação

Files in This Item:
File SizeFormat 
Kawana_KarenKazue_D.pdf1.19 MBAdobe PDFView/Open


Items in DSpace are protected by copyright, with all rights reserved, unless otherwise indicated.