Please use this identifier to cite or link to this item: http://repositorio.unicamp.br/jspui/handle/REPOSIP/280852
Type: TESE
Degree Level: Doutorado
Title: O pensamento social de Friedrich von Hayek e a teoria politica contemporanea
Author: Vadell, Javier Alberto
Advisor: Moraes, Reginaldo Carmello Corrêa de, 1950-
Abstract: Resumo: A tese tem como objetivo, no âmbito da teoria política, reconstruir os pontos principais da argumentação em favor do livre mercado do economista e filósofo político Friedrich von Hayek, um dos principais intelectuais neoliberais. Para esse propósito, o trabalho está organizado em três núcleos temáticos principais a ser discutidos, relacionados diretamente com o arrazoado do autor. Num primeiro bloco discute-se o conjunto de argumentos metodológicos e epistemológicos da defesa do livre mercado. Tais argumentos relacionam-se a uma teoria cognitiva sobre a dispersão e fragmentação do conhecimento local e da ignorância do agente com respeito à totalidade das informações. Procura-se demonstrar, na segunda parte do trabalho, que os aspectos centrais da teoria social de Hayek encontram-se ligados à sua teoria cognitiva, especialmente os conceitos de norma de conduta justa e de ordem social espontânea, ambos constitutivos de uma particular noção de evolução cultural. Finalmente, na última parte do trabalho são tratados os aspectos políticos do neoliberalismo de Hayek. O foco da pesquisa recai, então, sobre a crítica do autor ao Estado de Bem-estar e à democracia empreendida entre os anos sessenta e oitenta. Nesse sentido, propõe-se uma leitura do autor conectando-o às correntes tradicionais do conservadorismo e do liberalismo para uma maior apreensão de sua proposta político-constitucional, também relacionada aos pressupostos ideológicos e metodológicos da teoria

Abstract: The aim of this thesis is to reconstruct, limited to the political theory, the main points of Hayek's arguments in supporting the free market. Hayek is one of the leading economist, and political philosopher of the neo-liberalism. This work is organized in three central themes. First of all I discuss the methodological and epistemological points of view in defense of the free market. These arguments are related to the cognitive theory regarding the dispersion and fragmentation of the local knowledge, as well as the ignorance of the agent about the totality of the information. The second part shows the main aspects of Hayek's social theory. Furthermore, it shows that these elements are related to his cognitive theory, especially the concepts of role of conduct, as well as the spontaneous social order, both parts of a particular notion of cultural evolution. Finally, the last part studies the political features of Hayek's neo-liberalism. The focus of the research is his criticism to the Welfare State, and the democracy implemented between 1960s and 1980s. Departing from this point, thedissertation proposes to connect Hayek's viewpoint to the traditional conservatism, as well as to the liberalism in order to understand his political and constitutional model. This plan is related to ideological and methodological presuppositions of the theory
Subject: Liberalismo - Aspectos econômicos
Neoliberalismo
Democracia
América Latina - Política econômica
Language: Português
Editor: [s.n.]
Date Issue: 2002
Appears in Collections:IFCH - Tese e Dissertação

Files in This Item:
File SizeFormat 
Vadell_JavierAlberto_D.pdf14.7 MBAdobe PDFView/Open


Items in DSpace are protected by copyright, with all rights reserved, unless otherwise indicated.