Please use this identifier to cite or link to this item: http://repositorio.unicamp.br/jspui/handle/REPOSIP/280818
Type: TESE
Degree Level: Doutorado
Title: A praxis politica de Jose Ermirio de Moraes : Nacionalismo sem nacionalistas
Author: Rago, Maria Aparecida de Paula
Advisor: Miceli, Paulo, 1950-
Miceli, Paulo Celso, 1950-
Abstract: Resumo: Este trabalho tem como objetivo central a discussão do caráter particular do nacionalismo de setores industriais brasileiros, no período que corresponde à subordinação crescente da economia aos capitais estrangeiros, centrando-se no período pós-golpe militar de 1964até 1970. Ademais, buscamos colocar em foco uma questão que transcende os limites da discussão econômica, desbordando para uma dimensão política e ideológica essencial: as possibilidades e as características do nacionalismo da fração do capital industrial num país que realizou sua transição para as formas industriaisda reprodução ampliada de modo tardio e subordinado aos centros hegemônicos do capital (via colonial). Vamos em busca, pois, de uma resposta a uma questão que, por um longo período, fez parte das preocupações e das estratégias essenciais de setores significativos da esquerda em nosso país: podemos falar em burguesia nacionalista,portadora de um projeto de capitalismo autônomo? o trajeto escolhido para o tratamento deste fenômeno parte da análise da individualidade empresarialde José Ermíriode Moraes (1900-1973)- figura de destaque no processo de diversificação produtiva e constituição do capital industrial brasileiro. Sua escolha justifica-se amplamente, seja por sua atuação empreendedora, visível na alavancagem do grupo Votorantim, seja por sua proximidade com o Estado, em busca da garantia de seus interesses particulares e os de sua fração de classe. Tendo como contextura para sua atuação uma orgânica social capitalista que não alcançou a plenitude e radicalidade de suas forças materiais e sociais, buscou, de um lado, a articulação de novos canais de representação; assim como, a partir do Estado, a força capaz de resguardar os interesses do capital privado nacional. Esta perspectiva, marque-se, vislumbra não a construção de um Estado-empresário, mas daquele que permita o controle e a atuação do capital externo em setores que não concorram e obstaculizem os interesses privados nacionais

Abstract: This work aims discussingthe particular character of the nationalism of some Brazilian industries, in the period when the economic subordinationof the country to foreign capital has increased dramatically, moreover in the six years after the "coup d'état" carried our by the armed forces in 1964.Apart from the economicalend of the issue, the work also encompasses its political and ideological components, namely: the characteristics and possibilities of the nationalism of the fraction of the industrial capital in a country that has carried out the transition to industrial forms of the amplified reprodution lately and subordinated to the hegemonic centers of capital (colonial route). Therefore, we look for the answer of a long dwelling question for a significant parcel of the left wing of our country: does it make sense to talk about nationalistic bourgeoisie, holder of a project of autonomous capitalism? José Ermírio de Moraes(1900-1973)- an outstandingpersonageon the process of productive diversification and constitution of the Brazilian industrial capital has been chosen to illustrate this phenomenon. His choice is well-founded, as he has been active in business and in politics where he has been a paladin in defending his private interests as well of his cIass.He has an outstanding role in turning Votorantim one of the leading industrial groups inBrazil. Within a capitalistic frame that has not reached the plenitude and radicalization of its material and social forces, he has looked for the articulation of new representation channels while seeking, from the state, the strengths necessary to preserve the interests of the national private capital. Worth remarking that he was not engaged on the construction of a State-Entrepreneur, but of one that allows and controls the foreign capital in sectors that do not compete with and do not hinder the national private interests
Subject: Moraes, Jose Ermirio de, 1900-1973
Nacionalismo - Brasil
Empresários
Ditadura e ditadores - Brasil
Capitalismo - Brasil
Industrialização
Empresas familiares - Brasil
Language: Português
Editor: [s.n.]
Date Issue: 2004
Appears in Collections:IFCH - Tese e Dissertação

Files in This Item:
File SizeFormat 
Rago_MariaAparecidadePaula_D.pdf19.12 MBAdobe PDFView/Open


Items in DSpace are protected by copyright, with all rights reserved, unless otherwise indicated.