Please use this identifier to cite or link to this item: http://repositorio.unicamp.br/jspui/handle/REPOSIP/280696
Type: TESE
Degree Level: Doutorado
Title: Sociologia da antropologia urbana no Brasil : a decada de 70
Author: Gutierrez Mendoza, Edgar Salvador
Advisor: Kofes, Maria Suely, 1949-
Abstract: Resumo: De uma perspectiva da Sociologia, através de uma Sociologia do conhecimento, e um referencial teórico com categorias como, cidade, campo científico, geração e escola de pensamento, se tentou conhecer como foi o início da construção do campo da Antropologia Urbana no Brasil: na década de 70. A cidade foi o lugar de pesquisa de uma geração de antropólogos dedicados aos grupos urbanos. O campo da Antropologia Urbana foi dividido em dois níveis: o teórico e de pesquisa. O nível teórico, esteve influenciado por três escolas de pensamento, Escola Sociológica de Chicago, Escola Antropológica de Manchester e a Escola Marxista Francesa de Sociologia Urbana. E O nível de pesquisa é constituído por um corpo de trabalhos de etnografia urbana na procura do sujeito urbano habitante da cidade e seu modo de vida, organização social e representações coletivas. O procedimento metodológico para análise do campo, apoiou-se em dois tipos de material empírico: um documental e outro oral. O documental formado por bibliografias, documentos e entrevistas publicadas, e o oral, representado por entrevistas com o objetivo de resgatar uma memória geracional. A população do universo estudado consistiu de oito antropólogos dedicados ao estudo dos grupos urbanos, pertencentes a três universidades, como o Museu Nacional-UFRJ-, Universidade de São Paulo e a UNICAMP, que desde aquela época tem-se constituído como os principais centros de desenvolvimento da Antropologia Urbana no Brasil

Abstract: From a sociological perspective and, in particular, from point of view of the Sociology of Knowledge this work analyses the early years of the construction of the field of urban anthropology in Brazil in the 70's, working with categories such us "city", "scientific field", "generation" and "school of thought". The city was the place of research for a generation of anthropologist devoted to urban groups. For analytical porpoises, the field of urban anthropology was divided in two levels: a theoretical and research one. The theoretical level was influenced by tree schools of thought: Chicago School in Sociology, Manchester School in Anthropology and the French Marxist School of Urban Sociology. The research level is compose by a corpus of works on urban ethnology seeking for a urban subject living in the city and bis way of life, social organization and collective representations. The methodological procedure to analyze the field was build on two different empirical materiais: one documental and the other oral. The documental formed for bibliography, documents and published interviews, and the oral compose for oral interviews, with objective obtained generational memory. Eight anthropologist, dedicated to urban groups, conform the population of the study universe. They currently belong to tree universities, Museu Nacional-UFRJ-, Universidade de São Paulo and UNICAMP; the tree principal main centers of urban anthropological studies in Brazil nowadays
Subject: Sociologia urbana
Antropologia urbana
Urbanização
Language: Português
Editor: [s.n.]
Date Issue: 2000
Appears in Collections:IFCH - Tese e Dissertação

Files in This Item:
File SizeFormat 
GutierrezMendoza_EdgarSalvador_D.pdf21.26 MBAdobe PDFView/Open


Items in DSpace are protected by copyright, with all rights reserved, unless otherwise indicated.