Please use this identifier to cite or link to this item: http://repositorio.unicamp.br/jspui/handle/REPOSIP/280600
Type: TESE
Degree Level: Doutorado
Title: Ferreira Gullar = memórias do exílio
Title Alternative: Ferreira Gullar : exile memory
Author: Batista, Rosane Pires
Advisor: Ridenti, Marcelo Siqueira, 1959-
Abstract: Resumo: A pesquisa buscou abordar os itinerários pessoal, político e poético de Ferreira Gullar, até o momento em que o poeta foi obrigado a se colocar na condição de exilado. Procurou-se, nessa direção, identificar em sua linguagem poética, especialmente naquela produzida no período referente ao tempo em que o poeta esteve exilado, as implicações da experiência do desterro. Gullar, no momento de maior choque, convivendo com o desenraizamento, diante da possibilidade da morte e dos traumas oriundos da ditadura militar, encontrou na escrita um lugar de refúgio e de resistência política. A investigação aqui empreendida buscou analisar os poemas escritos durante o tempo do exílio, aqueles produzidos nos primeiros anos após o retorno de Gullar ao seu país, bem como sua memória autobiográfica, escrita 20 anos após o desterro. Foram selecionadas, para tanto: Dentro da noite veloz (1962-1975); Poema sujo (1975); Na vertigem do dia (1975-1980); Rabo de Foguete (1998). Por meio destas obras, foi possível apreender o trabalho de memória construído pelo poeta, no qual emergem tanto os aspectos pessoal, social e políticos que cingiam sua vida, quanto aqueles referentes a um contexto histórico que remete aos anos de ditadura militar na América Latina e, mais especificamente, no Brasil. Considerou-se, ainda, que tais obras refletem o amadurecimento da linguagem poética de Ferreira Gullar como decorrência da experiência do desterro, tendo sido aqui tomadas como documentos, testemunhos relevantes para se pensar este período recente da história brasileira

Abstract: The research attempts to focus on Ferreira Gullar personal, political and poetic itineraries, until the moment when the poet was forced to the condition of exile. In that direction, it is relevant to remark on the construction of its poetic language in the period referring to the time of exile in order to realize the implications of this experience. The poet, in the epic moment of shock, experiencing the uprooting and facing the possibility of death and traumas originating from military dictatorship, found on the act of writing a place of shelter and political resistance. The research undertaken here attempts to analyze the poems written during the time of exile and those written in the early years after the exile, as well as the autobiographical memory written 20 years after the exile. For that purpose were selected: Dentro da noite veloz (1962-1975); Poema sujo (1975); Na vertigem do dia (1975-1980); Rabo de Foguete (1998). Through these works was plausible to grasp the work of memory produced by the poet because the personal, social and political life of the poet are clasped as those linked to a historical context that refers to the years of military dictatorship in Latin America and more specifically in Brazil. Moreover, these works reflect the maturation of Gullar's poetical language as a result of the exile experience, and were taken here as a document, a relevant witness to think about this recent period of Brazilian history
Subject: Gullar, Ferreira, 1930-
Poesia
Memória
Exílio
Brasil - História - 1964-1985
Language: Português
Editor: [s.n.]
Date Issue: 2011
Appears in Collections:IFCH - Tese e Dissertação

Files in This Item:
File SizeFormat 
Batista_RosanePires_D.pdf1.21 MBAdobe PDFView/Open


Items in DSpace are protected by copyright, with all rights reserved, unless otherwise indicated.