Please use this identifier to cite or link to this item: http://repositorio.unicamp.br/jspui/handle/REPOSIP/280516
Type: TESE
Degree Level: Doutorado
Title: O socioambientalismo na perspectiva da sociedade civil latino americana : uma analise no ambito das conferencias das Nações Unidas
Title Alternative: Social environmentalism in the Latin American civil society perspective : an analysis in the United Nations conferences
Author: Albuquerque, Antonio Carlos Carneiro de
Advisor: Ferreira, Leila da Costa, 1958-
Abstract: Resumo: Nesta tese estabeleceu-se o objetivo de pesquisar a construção da abordagem socioambiental, na perspectiva da sociedade civil da América Latina no âmbito internacional, com o recorte nas conferências internacionais e reuniões organizadas pelas Nações Unidas sobre meio ambiente. Neste sentido, o que se pretendeu nesse trabalho foi compreender as origens, os significados e os desdobramentos das discussões sobre a sustentabilidade, o desenvolvimento, a temática ambiental, ocorridas nas fases preparatórias e durante a realização desses encontros, e de que forma levaram à formação de uma perspectiva socioambiental na arena internacional. Também são apresentadas as alterações no contexto, nos elementos constitutivos e nos referenciais teóricos criados pelos atores participantes dos fóruns internacionais patrocinados pela ONU ao longo de cerca de cinco décadas, especialmente no que diz respeito à sociedade civil. Procurou-se, assim, realizar a análise dos registros e produtos gerados nas fases preparatórias e durante a realização de cada um dos eventos internacionais, tanto na agenda oficial quanto nos eventos paralelos de cada um deles. A tese também faz uma análise segundo cada um dos períodos históricos vinculados às conferências e reuniões da ONU e cobertos pela pesquisa (1960 e 1970, 1980, 1990 e século XXI), procurando construir uma caracterização dos movimentos e das organizações sociais em relação a sua forma de organização, a sua agenda, ao seu modo de atuação e as suas relações com os demais atores sociais, com especial atenção para a realidade Latino-Americana. Na parte conceitual, formulou-se um breve panorama acerca das principais correntes de pensamento que procuraram refletir sobre a sociedade civil e os movimentos sociais na transição do século XX para o século XXI, onde são apontados os elementos mais significativos de como tais linhas de pensamento procuravam analisar e compreender suas características, suas relações com seus pares e com os demais atores sociais da esfera pública e privada, além deressaltar as diferenças em relação à sociedade civil de outras épocas. O objetivo principal era salientar que são conceitos em constante alteração e objeto de grande debate por parte do campo acadêmico e em várias áreas do conhecimento, reflexos da complexidade que tais atores vêm ganhando ao longo do tempo. Por ser a América Latina o foco de análise da tese, são apresentadas informações sobre os fatores sociais, econômicos e políticos da região a partir de eixos temáticos comuns, característicos do continente e que têm significância para o surgimento da abordagem socioambiental: elementos sociais, políticos e econômicos históricos, as relações entre os campos públicos e privados e a relações da sociedade civil com o Estado, na democracia e em regimes autoritários. Tal apreciação abrange os seguintes países: Argentina, Bolívia, Brasil, Chile, Colômbia, Equador, México e Peru. A esse painel soma-se um quadro sobre a situação e os desafios ambientais na América Latina e suas relações com a esfera internacional. Finalmente, são apresentados os elementos que pautaram a formulação da abordagem socioambiental e os desafios para que esta visão seja efetivamente implantada por atores sociais, propondo-se, para tanto, da adoção de um paradigma pautado pela Ecopolítica, capaz de enfrentar a questão ambiental, sua complexidade e seu caráter global.

Abstract: In this thesis objective was to investigate the construction of the social environmental approach in the perspective of the Latin America civil society at international level, with the cutting out in the international conferences and meetings organized by the United Nations on environment. In this sense, the intent was to understand the origins, the meanings and the ramifications the debate about sustainability, development, environmental issues taken place in the preparatory phases and during the realization of these meetings and, in which form they led to the formation of a social environmental perspective at the international level. It also shows the changes on the context, in the constitutive elements and in the theoretical referential created by the actors along five decades, especially regarding civil society. Therefore an analysis of the registers and products produced in the preparatory phases and during the realization of each one of the international events was carried out, both in the official scenario and in the parallel events. The theory also does an analysis following each one of the historical periods linked to the conferences and meetings of the United Nations and covered by the research (1960 and 1970, 1980, 1990 and century XXI) in order to build a characterization of the movements and social organization regarding their form, agenda, way of acting and of their relationship with other social actors, with special attention for the Latin-American reality. In the part conceptual part a short view was formulated about the main theoretical groups that tried to explain civil society and social movements during the transition of the century XX for the century XXI, where the most significant elements were highlighted referring to their characteristics, relations with their peers and with other social actors of the public and private sphere, besides emphasizing the differences regarding the civil society of other times. The main objective was to point out that those are concepts in constant alteration and object of great discussion on the academic field and in several areas, which reflects the complexity those actors have gained along the time. Since the Latin America is the focus of analysis of the theory, information about historical, social, economical and political reality of the region have been presented from a thematic axles referring common characteristic of the continent and that have signification for the appearance of social environmental approach: historical social, political and economical elements, relations between the public and private fields and relations of the civil society with the State in the democracy and in authoritarian regimes. Such an appreciation includes the following countries: Argentina, Bolivia, Brazil, Chile, Colombia, Ecuador, Mexico and Peru. A picture is added up to this panel on the situation and the environmental challenges in the Latin America and its relations with the international sphere. Finally, the thesis presents the elements that ruled the formulation of the social environmental approach and the challenges so that this vision might be effectively implemented by social actors, being proposed the adoption of a paradigm ruled by Ecological Politics, able to face the environmental issue, its complexity and global character.
Subject: Sociedade civil
Ambientalismo - Aspectos sociais
Desenvolvimento sustentável
America Latina - Relações internacionais
Language: Português
Editor: [s.n.]
Date Issue: 2008
Appears in Collections:IFCH - Tese e Dissertação

Files in This Item:
File SizeFormat 
Albuquerque_AntonioCarlosCarneirode_D.pdf2.91 MBAdobe PDFView/Open


Items in DSpace are protected by copyright, with all rights reserved, unless otherwise indicated.