Please use this identifier to cite or link to this item: http://repositorio.unicamp.br/jspui/handle/REPOSIP/28041
Type: Artigo de periódico
Title: Análise geoambiental dos setores de encosta da área urbana de São Vicente-SP
Title Alternative: Geographic environmental analysis of hillside sections in the urban area of São Vicente-SP
Author: Amorim, Raul Reis
Oliveira, Regina Célia de
Abstract: Hillsides constitute a complex relief shape, characterized by an accentuated natural fragility, which can suffer the acceleration of erosion and landslide under human interference. The disordered occupation of these environments causes risks to economical activities and to human beings' own life. The objective of this work is the accomplishment of an environmental analysis of hillsides in the urban area of São Vicente-SP. It is divided in the following stages: inventory of the natural, social and demographic attributes of the area in books, newspapers, maps and in the database of Brazilian Institute of Geography and Statistics IBGE; field works, in order to identify the risk degree of hillsides; elaboration of the map of fragility to landslides of the urban area of São Vicente. The sections of hillsides are partially occupied, because a significant area is still covered by vegetation. The areas which are already urbanized are classified as structured, and are mainly inhabited by the population of better purchasing power. The area has imminent risk of landslides which, depending on its intensity, can cause life risk and material damages.
As encostas constituem uma forma de relevo complexa, caracterizada por uma acentuada fragilidade natural, que sob a interferência humana pode sofrer a aceleração de processos erosivos e escorregamentos. A ocupação desordenada destes ambientes provoca riscos às atividades econômicas e à própria vida dos seres humanos. O objetivo deste trabalho é a realização de uma análise geoambiental das encostas da área urbana de São Vicente-SP. Ele está dividido nas seguintes etapas: inventário dos atributos naturais e sócio-demográficos da área em livros, periódicos, mapas e na base de dados do Instituto Brasileiro de Geografia e Estatística IBGE (regiões censitárias); trabalhos de campo para identificar o grau de risco das encostas; elaboração do mapa de fragilidade a escorregamentos da área urbana de São Vicente. Os setores de encostas estão ocupados parcialmente, pois uma área significativa continua coberta por vegetação. As áreas já urbanizadas são classificadas como estruturadas preferencialmente habitadas pela população de melhor poder aquisitivo. A área tem risco iminente a escorregamentos, que a depender da intensidade podem gerar risco de vida e prejuízos materiais.
Subject: encostas
ocupação
fragilidade
escorregamentos
hillsides
occupation
fragility
landslides
Editor: Universidade Federal de Uberlândia, Instituto de Geografia, Programa de Pós-Graduação em Geografia
Rights: aberto
Identifier DOI: 10.1590/S1982-45132007000200008
Address: http://dx.doi.org/10.1590/S1982-45132007000200008
http://www.scielo.br/scielo.php?script=sci_arttext&pid=S1982-45132007000200008
Date Issue: 1-Dec-2007
Appears in Collections:Artigos e Materiais de Revistas Científicas - Unicamp

Files in This Item:
File Description SizeFormat 
S1982-45132007000200008.pdf1.66 MBAdobe PDFView/Open


Items in DSpace are protected by copyright, with all rights reserved, unless otherwise indicated.