Please use this identifier to cite or link to this item: http://repositorio.unicamp.br/jspui/handle/REPOSIP/280257
Type: TESE
Degree Level: Doutorado
Title: Os caminhos da exclusão hidrológica no Rio de Janeiro (RJ)
Title Alternative: The paths of hydrological exclusion in Rio de Janeiro (RJ)
Author: Costa, Alexander Josef Sá Tobias da
Advisor: Hogan, Daniel Joseph, 1942-2010
Hogan, Daniel Joseph
Abstract: Resumo: A tese aborda a temática da água no ambiente urbano, destacando-se o recorte espacial da Grande Tijuca, um conjunto de bairros do município do Rio de Janeiro (RJ). As análises sobre a água a consideram dentro de um amplo quadro em que se situa como um recurso e também como um fator de risco para a população em geral. São considerados o acesso à água tratada, através da rede de abastecimento; a coleta de esgoto domiciliar pela rede geral; o escoamento da água das chuvas; e o risco de deslizamentos em função de chuvas intensas ou de grande magnitude. Os objetivos da tese são identificar o papel da água ao longo da história, notadamente na cidade do Rio de Janeiro, como recurso e como agente de risco para a sociedade, e desenvolver o conceito de exclusão hidrológica (exclusão de grupos sociais de situação ambiental sustentável no que se refere à água) e o índice de vulnerabilidade hidrossocial, que mostra a sobreposição espacial entre grupos populacionais muito pobres e com alta privação (vulnerabilidade socioeconômica) e áreas de risco hídrico. Dessa forma, são elaborados índices relacionados ao grau de exposição da população em relação às doenças de veiculação hídrica, às enchentes urbanas e aos deslizamentos de encostas. Esses indicadores reunidos compõem o índice de vulnerabilidade hidrossocial, que mostra como áreas da cidade e seus grupos sociais estão vinculados ao risco hídrico no contexto do meio ambiente urbano da cidade do Rio de Janeiro. Os índices propostos, visualizados no espaço a partir dos mapeamentos realizados, permitem a identificação dos riscos e das vulnerabilidades pelas quais passam uma significativa parcela da cidade. Assim, foi possível reconhecer nos mapeamentos realizados a expressão das formas e processos existentes no território e na sociedade cariocas. Levando-se em conta o elevado volume de dados e os diferentes e complexos passos metodológicos seguidos, acredita-se que os índices de risco hídrico, de vulnerabilidade socioeconômica e de vulnerabilidade hidrossocial alcançam êxito ao expressar por meio de números e de classificações qualitativas o que é observado e reconhecido na realidade

Abstract: This thesis considers the issue of water in urban areas, focusing on the spatial area of Grande Tijuca ("Greater? Tijuca), a cluster of neighborhoods in the north zone of the city of Rio de Janeiro (RJ). Water is analyzed within a broad framework, in which it is regarded both as a resource and a risk factor for the general population, taking into account the following factors: access to treated water through a supply network; the disposal of domestic sewage into the general network; rainwater runoff, and the risk of landslides as a result of heavy or prolonged rainfall. The aims of this thesis are to identify the role of water throughout history both as a resource and as an agent of risk to society, particularly in Rio de Janeiro, to develop the concept of "hydrologic exclusion? (the exclusion of certain social groups from an environment that is sustainable in terms of water) and to draw up a hydro-social vulnerability index, setting out the spatial overlap between highly economically and socially disadvantaged population groups (socioeconomic vulnerability) and areas of hydric risk. Indexes are drawn up of the degree of exposure of the population to water-borne diseases, urban floods and landslides. These combined indicators make up the hydro-social vulnerability index, which demonstrates how certain areas of the city of Rio de Janeiro and their social groups are vulnerable to hydric risk in the urban environment. The proposed indexes, viewed in space mapping, enable the identification of the risks and vulnerabilities to which a significant portion of the population of the city is subject. It is possible to visualize in the mappings an expression of the forms and processes which exist within the geographical territory and society of Rio de Janeiro. Taking into account the high volume of data and the range and complexity of the methodological steps employed, the author consider that the indexes of hydric risk and socio-economic and hydro-social vulnerability accurately reflect statistically that which is observed and experienced in reality
Subject: Hidrologia - Rio de Janeiro (RJ)
Água - Uso - Rio de Janeiro (RJ)
Água - Rio de Janeiro (RJ) - Aspectos sociais
Language: Português
Editor: [s.n.]
Date Issue: 2010
Appears in Collections:IFCH - Tese e Dissertação

Files in This Item:
File SizeFormat 
Costa_AlexanderJosefSaTobiasda_D.pdf5.03 MBAdobe PDFView/Open


Items in DSpace are protected by copyright, with all rights reserved, unless otherwise indicated.