Please use this identifier to cite or link to this item: http://repositorio.unicamp.br/jspui/handle/REPOSIP/280251
Type: TESE
Title: Analise comparativa da dispersão urbana nas aglomerações urbanas brasileiras : elementos teoricos e metodologicos para o planejamento urbano e ambiental
Title Alternative: Comparative analysis of urban sprawl in Brazilian urban agglomerations: theorethical and methodological issues for urban and environmental planning
Author: Ojima, Ricardo, 1975-
Advisor: Hogan, Daniel Joseph, 1942-2010
Hogan, Daniel Joseph
Abstract: Resumo: Não são raras as associações entre urbanização e degradação ambiental, sobretudo quando se relaciona o crescimento da população urbana à escassez de recursos, poluição e qualidade de vida. Entretanto, as recentes mudanças no padrão de distribuição populacional nas principais aglomerações urbanas do país apontam para um novo cenário onde o arrefecimento das taxas de crescimento populacional se confronta com uma nova forma de uso do solo, alterando a dinâmica intra-urbana e os impactos ambientais relacionados à expansão urbana. Assim, ganha força um padrão de urbanização disperso e fragmentado que é conseqüência das mudanças estruturais da sociedade e as novas formas de mobilidade espacial. Enfim, o trabalho procura abordar a urbanização brasileira sob uma perspectiva comparativa a partir da construção de um Indicador de Dispersão Urbana e assim apontar os desafios para uma urbanização sustentável. Trata-se de um investimento teórico e metodológico na busca de evidências que confirmem as proposições teóricas de uma nova etapa do desenvolvimento da sociedade moderna e os desafios para a questão ambiental nos contextos urbanos. O indicador considerou dimensões sociais e espaciais para compor um indicador sintético de dispersão urbana para as aglomerações urbanas brasileiras, sendo elas: Densidade, Fragmentação, Linearidade e Central idade. Os resultados obtidos foram compatíveis com as evidências apontadas pela literatura internacional e apontam novos contornos para a dicotomia centro-periferia

Abstract: The association between urbanization and environmental degradation is commonplace in the demographic and sociological literature, especially in the debates on the relations among urban population growth, scarcity of resources, pollution and quality of life. Recent changes in population distribution patterns in Brazil's principie urban agglomerations lead to a new scenario in which the reduction of population growth rates is associated with a new pattern of land use, modifying intraurban dynamics and the related environmental impacts of urban expansion. A dispersed and fragmented pattern of urbanization - a consequence of structural changes in society and of new forms of spatial mobility - gains force. The thesis seeks to elaborate an index of urban dispersion, starting from a comparative analysis of Brazilian urbanization. The goal is to further our understanding of the challenges for sustainable urbanization. This objective required both theoretical and methodological investments in the search for evidence which could confirm the theoretical proposal of a new stage of the development of the modern society and the challenges for the environl1}ental question in urban contexts. The index which was developed considered four social and spatial dimensions in order to com pose a synthetic index of urban dispersion for Brazilian urban agglomerations: Density, Fragmentation, Linearity and Centrality. Results are compatible with the evidence presented in the international literature and suggest new contours for the center-periphery dichotomy
Subject: Demografia
Crescimento urbano - Brasil
Planejamento urbano - Aspectos ambientais
Geografia da população
Language: Português
Editor: [s.n.]
Date Issue: 2007
Appears in Collections:IFCH - Tese e Dissertação

Files in This Item:
File SizeFormat 
Ojima_Ricardo_D.pdf5.6 MBAdobe PDFView/Open


Items in DSpace are protected by copyright, with all rights reserved, unless otherwise indicated.