Please use this identifier to cite or link to this item: http://repositorio.unicamp.br/jspui/handle/REPOSIP/280163
Type: TESE
Title: Afogados em contratos : o impacto da flexibilização do trabalho nas trajetórias dos profissionais de TI
Title Alternative: Drowned in contracts : the impact of flexible work on the trajectories of IT workers
Author: Castro, Bárbara, 1984-
Advisor: Araujo, Angela Maria Carneiro, 1952-
Abstract: Resumo: A flexibilização é um dos fenômenos mais discutidos nos estudos dedicados a entender o universo do trabalho contemporâneo. Seja ela compreendida como uma nova maneira de se organizar o trabalho e a produção, ou enquanto desregulamentação das Leis do Trabalho. Esta tese se propôs a investigar os efeitos desse processo sobre as trajetórias pessoais e profissionais de homens e mulheres que atuam em um setor específico da economia: a Tecnologia da Informação (TI). Nele, as relações de trabalho flexíveis são tratadas como habitus profissional em suas duas características fundamentais: a reorganização do trabalho e da produção e a desregulamentação da CLT. Em consequência, jornadas de trabalho extensivas, a intensificação do trabalho por meio de tecnologias de comunicação portáteis e a proliferação dos chamados contratos atípicos, entre outros aspectos, são naturalizadas e tratadas como uma particularidade do setor. Por meio de análise quantitativa e qualitativa, buscou-se mostrar que a experiência da flexibilidade é vivida de modos diferentes por homens e mulheres. Primeiramente, esboçou-se como a divisão sexual do trabalho se estrutura internamente ao setor, que possui baixa participação de mulheres. Em seguida, problematizaram-se os efeitos que a elevada mobilidade, jornadas extensivas e intensificadas e a ausência de direitos trabalhistas proporcionada pelos contratos atípicos possuem para a constituição das carreiras dos profissionais quando o gênero é acionado como marcador de diferença. O gênero, os limites corporais e a maneira como os entrevistados e entrevistadas compreendiam as etapas da vida, se constituíram enquanto pontos de viragem em suas narrativas, desconstruindo a naturalização dos traços que antes entendiam como formativos do setor e revelando a condição precária de suas relações de trabalho, a despeito de seus altos salários e elevada qualificação profissional

Abstract: The flexibilisation is one of the most discussed phenomena in the studies dedicated to understand the world of contemporary labour - be it seen as a new form of organization of labour and production, or as a deregulation of Labour Laws. This thesis aims to investigate the effects of such process in personal and professional trajectories of men and women who act on a specific economics sector: the information technology (IT). In it, the flexible work relations are treated as professional habitus in its two main attributes: the reorganization of labour and production and the deregulation of the Consolidation of Labour Laws (CLT in the Brazilian acronym). Consequently, long working hours, the intensification of work load by the medium of portable communication technology, the proliferation of nonstandard contracts, and the like are naturalized and seen as a specificity of the sector. Through the use of quantitative and qualitative analysis, the study seeks to demonstrate how this flexibility is experienced differently by men and women. Firstly, the forms in which the gender division are internally structured in the lowfemale- participation IT sector were outlined. Secondly, the focus were put on problematising the effects of high mobility, long and intensified working hours, and the absence of labour rights as found in non-standard contracts on the constitution of the careers of these professionals when gender is brought up as a marker of social differentiation. The gender, the body limits and the way both male and female interviewees understood the stages of life delineated turning points in their testimonies, deconstructing the naturalization of traits previously seen as premises of the sector, and revealing the precarious conditions of their work relations, despite their high wages and professional qualification
Subject: Relações trabalhistas
Trabalho
Tecnologia da informação
Relações de gênero
Language: Português
Editor: [s.n.]
Date Issue: 2013
Appears in Collections:IFCH - Tese e Dissertação

Files in This Item:
File SizeFormat 
Castro_Barbara_D.pdf2.35 MBAdobe PDFView/Open


Items in DSpace are protected by copyright, with all rights reserved, unless otherwise indicated.