Please use this identifier to cite or link to this item: http://repositorio.unicamp.br/jspui/handle/REPOSIP/279869
Type: TESE
Degree Level: Doutorado
Title: Homens e reprodução : mudanças e permanecias em um grupo de homens de camadas medias de São Paulo
Author: Garcia, Sandra Mara
Advisor: Oliveira, Maria Coleta Ferreira Albino de, 1947-
Abstract: Resumo: Esta tese procura contribuir para o conhecimento da relação dos homens com a sexualidade e a reprodução, da perspectiva de gênero. É um esforço que se coloca ao lado das pesquisas que buscam compensar o tratamento de atores secundários e problemáticos dado aos homens nos estudos de fecundidade. Nesse sentido, a tese dialoga com os estudos de gênero, no campo das ciências sociais, que têm focalizado homens e masculinidades. A pesquisa está baseada em uma leitura interpretativa dos discursos sobre a sexualidade e a reprodução de um grupo de 30 homens, com idade entre 25 e 55 anos, de camadas médias da cidade de São Paulo. Esses homens têm como experiência comum o fato de terem refletido, no âmbito de grupos terapêuticos de gênero, sobre sua identidade masculina e sobre as transformações nas relações de gênero. A tese investiga nesse grupo a articulação entre as dimensões da sexualidade e da reprodução e a construção de masculinidades. A pesquisa revelou que, se a grande maioria desses homens herdou de seus pais os valores hegemônicos da masculinidade, suas experiências de vida os levaram à reconfiguração daquele modelo e à opção por comportamentos e atitudes bastante variáveis, dentro de limites definidos por cada um. Os valores predominantes da masculinidade e da feminilidade estão sendo avaliados e as fronteiras entre os gêneros sendo questionadas. Os dados sobre o impacto dessas reconfigurações na relação dos informantes com a contracepção não confirmam os pressupostos mais difundidos dos estudos de fecundidade sobre os homens. A maioria dos homens tem amplo conhecimento sobre métodos contraceptivos tradicionais e modernos. Responsabilizam-se pelo controle da fecundidade, juntamente com suas parceiras. A maioria utiliza a camisinha como o método que hoje melhor atende às necessidades contraceptivas e de prevenção de DSTs! Aids. É possível afirmar que os informantes compartilham de um mesmo código ético, apregoando o princípio da igualdade nas relações entre homens e mulheres, a indistinção valorativa das diferenças biológicas, e a necessidade do comprometimento de ambos, homens e mulheres, no domínio público e privado. Entretanto, o processo de reconstrução das masculinidades não é fácil, gera conflitos, desconfortos e ambigüidades. O investimento psíquico e emocional de cada um deles nesse processo deu-se ao longo das suas trajetórias de vida, nas suas relações e negociação com as mulheres e com outros homens. A identidade de gênero, portanto, não é vista como fixa, muito embora a sua mobilidade não necessariamente indique que a aquisição de novos valores desbanque completamente os antigos. Ao contrário, as ambigüidades surgem justamente porque valores novos e antigos convivem juntos numa mesma subjetividade, e portanto causam conflitos que esses sujeitos tentam superar em sua reflexão e práticas

Abstract: This thesis aims at contributing, from a gender perspective, to the understanding of men's relations with sexuality and reproduction. It is a research initiative which adds to other recent studies which have sough to compensate for the secondary and problematic role attributed to men in fertility studies. The thesis carries out a dialogue with the gender studies in social sciences focusing men and masculinities. My research is based on an interpretative reading ofthe statements about sexuality and reproduction made by a group of 30 men ITom the middle cIass in the city of São Paulo, with age between 25 and 55. The informers share the experience of having reflected about their mal e identity and about changes in gender relations, as part of their participation in therapeutic gender groups. The thesis is an inquire about the inter-relation between sexuality and reproductive practices, on one side, and the construction of masculinities, on the other, in this group of men. The fieldwork research revealed that, even though most ofthe informers have inherited ITom their parents the hegemonic values of masculinity, their life experiences have led them to re-shaping that model and adopting attitudes and behaviours which are different and vary within individual limits. The dominant values of masculinity and femininity have been checked and the borders between genders questioned. The data about the impact of such transformations on the informers' contraceptive practices do not confirm the most difused assumptions of fertility studies regarding men. Most informers have shown vast knowledge of modem and traditional contraceptive methods. They take responsibility for fertility control, sharing this with their partners. Most of them utilize the condom as the method that offers the best response to the needs of contraception and prevention of STD/ Aids. The thesis concIudes that the informers share the same ethic code, which states the principIe of equality in the relations between men and women, the indistinction of values attributed to biological differences and the need for the commitment of both, men and women, in the public and private spheres. However, the process of re-construction of masculinities is nor easy and creates conflict and ambiguities. The emotional and psychical investment which each of the informers have made on this process has been distributed along their life course, in their relations and negotiations with women and with other men. Thus the gender identity is not seen by informers as a steady and fixed identity, even though its change does not necessarily suggest that the acquisition of new values completely displaces the former ones. On the contrary, ambiguities emerge exactIy because new and old values share the same individual subjectivity and therefore produce conflicts which these individuaIs seek to overcome through reflection and practice
Subject: Reprodução humana
Homens - São Paulo (Estado)
Anticoncepção - São Paulo (Estado)
Paternidade - São Paulo (Estado)
Fertilidade
Language: Português
Editor: [s.n.]
Date Issue: 2003
Appears in Collections:IFCH - Tese e Dissertação

Files in This Item:
File SizeFormat 
Garcia_SandraMara_D.pdf9.35 MBAdobe PDFView/Open


Items in DSpace are protected by copyright, with all rights reserved, unless otherwise indicated.