Please use this identifier to cite or link to this item: http://repositorio.unicamp.br/jspui/handle/REPOSIP/279863
Type: TESE
Degree Level: Doutorado
Title: A psicologia e a psicanalise sob o exame critico do primeiro Foucault
Author: Menezes, Jose Euclimar Xavier de
Advisor: Monzani, Luiz Roberto, 1946-
Abstract: Resumo: De que maneira é construída a crítica dirigida pelo Primeiro Foucault à Psicologia e à Psicanálise? Há legitimidade na assertiva que sustenta ser o pensamento de Foucault puramente "iconoclasta" no relacionamento com esses dois saberes? No desenvolvimento destes problemas, esta Tese de Doutorado procede ordenando a obra do autor em três momentos, concebidos como uma rede complexa de proposições tramadas a partir de três perspectivas bem distintas: 1. a análise do tratamento do sonho efetivado pela psicologia e pela psicanálise, cujo resultado é algo da ordem do sintoma. Qual é o sentido desta operação tão característica desses saberes, e como Foucault reage a essa simetria que resulta do exame psicopatógeno acerca dos processos oníricos? 2. o exame minucioso do método utilizado pela psicologia e pela psicanálise na construção dos enunciados que inscrevem o comportamento humano no hall dos objetos naturais. Em que reside a inadequação do decalque que todas as psicologias fazem do método da medicina na composição dos seus objetos? 3. a investigação da loucura através de trilhas abandonadas por sua história oficial. Que outra história se pode construir a partir dessas trilhas inimaginadas até os anos 60? Que imagem da loucura surge no espelho da psicologia e da psicanálise após o levantamento de fontes marginalizadas, imagem essa inteiramente invisível e inconcebível pelo ofício teórico e prático desses saberes? Pretende-se que tais perspectivas não sejam inteiramente díspares. Mesmo podendo ser identificadas em suas especificidades, na concepção do presente trabalho elas convergem para a tecelagem de uma crítica cujo grau de complexidade é preciso iluminar para poder reconhecer que a arqueologia foucaultiana provoca a psicologia e a psicanálise a uma postura bem mais reflexiva e crítica que dogmática

Abstract: Is it legitimate to say Foucault's thinking is purely "iconoclastic" in relation to these two sciences? In the development of these questions, this Doctorate thesis describes Foucault's work in three stages, conceived as a complex net of propositions based on three very distinctive perspectives: 1. the analysis of the dreams in Psychology and Psychoanalysis, where results are described as symptoms. What is the sense of this analysis so characteristic of these sciences? How does Foucault react to this symmetry which results from the Psycho-pathogenic examination of the oniric processes? 2. the detailed examination of the method used in Psychology and Psychoanalysis to inscribe the human behaviour in the wor/d of natural objects. What composes the inadequacy of the psychological sciences when borrowing the composition oftheirobjects from Medicine? 3. the investigation of madness through the versions disregarded by the official history. What alternative history can be constructed from these versions, which were inconceived until the 60s? What image of madness appears from these alternative versions of history, which was previously inconceivable in the practice of the psychological sciences? These three perspectives are not intended to be antagonistic. In the development of this thesis, these perspectives converge even though they are described in depth. It is necessary to highlight the degree of complexity of Foulcault's work to recognise that it pushes Psychology and Psychoanalysis into a more critical and reflexive posture rather than dogmatic
Subject: Foucault, Michel, 1926-1984
Filosofia
Psicologia
Psicanálise
Epistemologia
Language: Português
Editor: [s.n.]
Date Issue: 2003
Appears in Collections:IFCH - Tese e Dissertação

Files in This Item:
File SizeFormat 
Menezes_JoseEuclimarXavierde_D.pdf1.44 MBAdobe PDFView/Open


Items in DSpace are protected by copyright, with all rights reserved, unless otherwise indicated.